2.8.21

Crônica diária

 OITO DETETIVES


Imaginem vocês leitores de romances e contos policiais um velho e frustrado escritor morando numa pequena e deserta ilha no litoral da Inglaterra recebendo uma jovem emissária de uma grande editora interessada em publicar seus escritos inéditos. Ele inicialmente se mostrou retraído e desconfiado, mas acabou cedendo aos encantos e inteligência da moça. Aceitou fazerem uma leitura crítica de cada um dos contos. Ela lia e anotava, ela respondia as questões por ela levantadas. Era uma verdadeira aula de como escrever sobre o assunto. O autor na verdade, Alex Pavesi, um engenheiro de software, com doutorado em matemática, havia criado uma fórmula para o gênero, que chamava " histórias de assassinatos". O personagem e escritor explica para a moça da Editora como tudo funciona. São três os ingredientes de todas as histórias: "um morto, um ou mais suspeitos, e um ou mais assassinos". Claro que também há um narrador e um detetive. Há casos em que o narrador é o detetive, e até o próprio assassino. Brincar de enganar o leitor jogando matematicamente com esses elementos, é o métier do escritor de contos policiais.

Nenhum comentário:

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )