28.5.21

Crônica do Alvaro Abreu


Vem, vem

 

 

Escrevo na última quarta feira de maio, data muito significativa para os apaixonados e os que se guiam pelos astros. É que hoje acontece uma conjugação astral muito excepcional: uma tal superlua, com direito a um eclipse lunar total.

 

Como nem tudo é perfeito, segundo a meteorologia, o céu estará encoberto nestas nossas bandas do hemisfério sul e para completar, segundo a astronomia, o eclipse completo somente poderá ser visto no extremo sudoeste do país.  

 

Pra quem não sabe, a chamada superlua acontece em função da Lua estar passando pelo ponto mais próximo da Terra, o que faz com que apareça maior e mais brilhante do que as demais luas cheias. O eclipse, por sua vez, acontece pelo fato do nosso planeta impedir que os raios de sol possam atingir e se refletir na superfície que nós vemos daqui.  

 

Eu mesmo nunca tinha ouvido falar em superlua até bem pouco tempo, embora tenha tido várias vezes a impressão de que ela estava bem maior do que de costume. Como pescador insistente que fui, as movimentações da Lua sempre estiveram sob minhas atenções. É que delas dependem os horários das marés e as flutuações de nível do mar ao longo de cada ciclo. 

 

Por superstições e razões técnicas que desconheço, aprendi que os peixes comem com mais voracidade nos dias de lua no quarto crescente, sobretudo quando as marés estão subindo. Nos dias de lua minguante e maré morta, as iscas voltam intactas, indicando que os peixes passam longe delas, fazendo pouco caso da nossa oferta traiçoeira.

 

Tem quem acredite que tempo de lua cheia também é tempo de nascimento de crianças, mas, ao conferir na internet, constatei que os partos de nenhum dos nossos 5 filhos confirmam a crença. Apesar do alarme da noite passada, a ultrassonografia feita no começo da manhã indica que Yara, filha de Nélio, vai estrear daqui uns bons dias, trazida à luz por Diana, nossa caçula. 

 

Ela vai chegar sob ótimas emoções e encontrar tudo muito organizado, imaginado, preparado, testado, construído, montado, lixado, pregado, amarrado, pintado, retocado, costurado, cerzido, pendurado, lavado, esfregado, instalado, arrumado, empilhado e alisado pelo pessoal de casa e muitos pacotes de fraldas trazidos por amigos e parentes dos pais. 

 

Além de primogênita, ela é a primeira “filha de filha” de Carol, o que me faz pensar que corro o risco de perder espaço na agenda dessa super avó de oito. 

 

Contrariando as previsões meteorológicas, o tempo melhorou. Aproveitei para ir ver, com a minha companheira de sempre, a lua nascer enorme e vermelha, por cima dos navios fundeados na barra.

 

Vitória, 26 de maio de 2021

Alvaro Abreu

Escrita para A GAZETA.

Nenhum comentário:

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )