18.8.20

Crônica diária

Uma mini biografia

Hoje vou abrir meu coração e contar para vocês uma coisa que nunca contei aqui. Eu detesto aulas e nunca gostei de escolas. Sou auto didata em quase tudo que fiz e faço na vida. Fui sempre péssimo aluno. Só no Dante fui reprovado no ginásio duas vezes. Fui convidado a sair. Fui interno em Cataguases, Minas Gerais. Lá fiquei dois anos e meio. No meio do ano liderei uma grave e fui expulso. Eu e meu amigo José Roberto Noronha, parceiro e grande amigo, com quem desenvolvi um projeto de poder, no colégio. Fundamos um jornal, mantínhamos um programa na rádio, ele foi eleito presidente da RAI, Reunião dos Alunos Internos, eu presidente do Grêmio Literário Machado de Assis, cargo esse nunca antes ocupado por um ginasiano, e interno. Era quase um prêmio para os nativos no ultimo ano do Clássico. Depois fui candidato a presidente da UPES -União Paulista dos Estudantes Secundários, e fui seu vice-presidente na gestão do José Moisés. Fui membro de várias associações, como diretor, vice-presidente, e diretor e superintendente de algumas empresas ligadas ao agronegócio, parcelamento do solo, e indústria de álcool e açúcar. Durante todas essas atividades, e por cinquenta anos, pintei como amador. Nunca tive numa escola ou orientação de nenhum artista, como é usual. Na escultura tomei uma semana de aulas diurnas e noturnas com o artista e escultor Israel Kinslansky. Durante toda a vida li muito. Livros, jornais, e revistas. Das revistas importadas, de arte e arquitetura, eu sonhava ter um dia quadros pintados por mim, nas paredes daquelas casas maravilhosas, que essas revistas publicavam. Nunca cheguei lá, mas tenho telas minhas, em algumas casas, dignas dessas matérias. Quando fui obrigado a deixar as tintas, por uma intoxicação, passei a me dedicar aos blogs, e tive 60. Foi quando comecei a escrever. Hoje tenho uma dúzia de livros publicados e continuo a ler e escrever uma crônica diária. Resolvi fazer esta autobiografia para atender à curiosidade de novos leitores aqui no Facebook. Dois dias atrás um leitor se surpreendeu com minhas caricaturas. Chamou-a de "sensacional", e outros adjetivos que me fizeram ir dormir feliz. Pronto, já tenho uma biografia, e como imaginava, cabe numa página. Só esqueci de dizer que plantei muitas árvores, tive dois filhos e tenho quatro netos.

Nenhum comentário:

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )