29.7.18

Crônica diária

Velhos e novos cronistas

Sinto muita saudade das cronicas singelas, e simples que marcaram Rubem Braga, Fernando Sabino, Luis Martins e outros de sua geração. Acho que encontro um pouco desse lirismo doméstico, dessa abordagem direta com as coisas simples e comuns, do dia a dia, nas crônicas do Ruy Castro. Rubem Braga deixou um herdeiro que escreve no mesmo estilo, seu sobrinho Alvaro Abreu. Eles não complicam, não ideologizam, não inventam. Os antigos falaram com poesia sem pedantismo. Eles criaram imagens modernas, que se tornaram eternas. Eles inventaram a cordialidade na prosa. Eles são inimitáveis. Seus assuntos eram passarinhos, pedras e caminhos. Adoraria poder continuar escrevendo com o sabor, com a leveza, e com o dom dos velhos cronistas. Ou dos novos, como o Alvaro e o Ruy, que os puxaram. 

Nenhum comentário:

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )