10.7.18

Crônica diária

Balas perdidas

Como escreveu meu amigo e leitor Nelson de Souza: " Leitor não tira férias", cá estou eu cumprindo minha parte. Concordo com o comentário do Nelson, mas é preciso que se diga que tem muito leitor que se enche do nosso texto e muda de leitura. Um dia voltam, mas sem constância. Ou nunca mais aparecem. Tem aqueles que apesar de fiéis não se manifestam. Como saber se são realmente fiéis? Nunca saberemos. O cronista, mesmo aquele que não interage com seus leitores, como eu, sentem falta dos que partiram para outras leituras, ou se silenciaram, temporária, ou definitivamente. Nesta ultima categoria sinto falta de um ou dois. Eram assíduos de todos os dias. Participativos. Um belo dia, eu que não costumo polemizar com leitores, escrevo alguma coisa que os irrita a ponto de nunca mais darem as caras. Claro que sinto falta. E mais do que isso, sinto pena desses leitores. Tomam para si, palavras e ideias genéricas, abstratas. Nada pessoais. Um exemplo? Certo dia escrevi uma frase que considero lapidar, modéstia, completamente, a parte: "São Paulo é uma ilha cercada de Brasil por todos os lados". Bastou para o JLF nunca mais falar comigo. Mineiro, morador de Niterói, magoou-se profundamente. E eu perdi um ex colega de Cataguases, amigo, colaborador e leitor diário. Mas houveram outros casos, tão inconsequentes e absurdos como esse. Um deles já faleceu. E ficou uma coisa estranha, mal resolvida. As palavras e ideias são como o chumbo de uma bala. Mortais. E às vezes se morre por bala perdida, ou acidente, sem nenhum propósito ou intenção.

Um comentário:

Li Ferreira Nhan disse...

Como alguém escreveu no seu face, seu texto tem mais balas achadas.
E acrescento, elas não matam, não mesmo, muito pelo contrário.

Mesmo sem comentar, tua crônica continua sendo minha leitura diária.
Beijos Edu.

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )