7.5.17

Crônica diária

Sonho de menino

Quando eu era menino não pensava em ser escritor. Cheguei a escrever a mão, num caderno pautado, um conto policial a que dei o nome de "Um passo segue o meu". Criei alguns jornalzinhos caseiros, e cometi alguns versinhos muito sem vergonha. Num ataque de autocensura rasguei e joguei tudo no lixo. Não podia admitir que minha reputação de escritor e poeta ficassem comprometidas precocemente. Naquele tempo eu queria ser Picasso. Depois, mais tarde, descobri Duchamp, e fui mudando de pretensões e desejos. Sempre na área das artes plásticas. Pintei cinquenta anos. Só parei por determinação médica. Foi quando comecei a escrever. Hoje com quinze livros publicados ando desconfiado que era disso que eu gostava, e não sabia. Sempre li muito. Comecei com os cronistas dos jornais diários como LM (Luiz Martins), Rubem Braga, Fernando Sabino. Depois os clássicos do romance policial. Em seguida Jorge Amado, Érico Veríssimo, e por indicação do professor Gradin, em Cataguases, Guimarães Rosa que em São Paulo ninguém tinha lido. Arrependo-me não ter começado a escrever antes. Na pintura nunca tive o retorno que tenho com o que escrevo. Devo isso a vocês meus mil e setecentos e noventa e cinco amigos do Facebook. 
 

3 comentários:

João Menéres disse...

1795 amigos no Facebook para quem não alinhava muito nessa rede social é GRANDE OBRA !
Já nem sei se estou nesses...

João Menéres disse...

É que eu "só" estou no universo blogueiro !
No FB só por acaso !

Jorge Pinheiro disse...

Viva o FB.

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )