23.3.17

O Bic e o Alvaro Abreu


Meu prezado Eduardo,

Saiba que foi com a chegada do isqueiro Bic que eu tive a minha primeira aula prática sobre produtos descartáveis na minha vida. Foi um choque de realidade para um rapaz do interior, que usava isqueiros a querosene, fossem eles Zippo, Monopol ou mesmo aqueles em formato de bala, usados pelos matutos para acender cigarro de palha.

Os primeiros isqueiros de plástico podiam ser reabastecidos por uma válvula existente no fundo. O grande avanço da Gillette (foi ela mesmo?) foi conseguir fazer um produto seguro e baratinho que, depois de utilizado, pudesse ser jogado fora sem dó nem remorso. Tendo acabado o combustível, o isqueiro Bic não serve pra mais pra nada, a não ser para dar pedrada...

Pelas avaliações que fiz na época, para meu espanto, o que deveria ser jogado fora era muito mais valioso do que o gás consumido: uma cápsula de plástico resistente e de design sofisticado, uma plaquinha de aço inox em formato de "U", usada para proteger a chama contra o vento, um cilindro de metal maciço com superfície ranhurada, um pino de metal para prender o cilindro na cápsula, uma pedrinha de cerâmica para gerar fagulha ao ser riscada, uma molinha usada para pressionar a pedrinha contra o cilindro e uma válvula inteiramente segura por onde o gás pode ser liberado, incluindo engenhoso sistema de alavanca para acioná-la. 

Isso, sem pensar na quantidade de lixo gerado pelos milhões de isqueiros descartados diariamente pelo mundo a fora. 

Bento, meu filho, me deu de presente de aniversário um isqueiro acompanhado com um cartão que dizia: "Pai, se você vai continuar fumando 3 maços por dia, use um Zippo para acender os cigarros com elegância".  Ele está guardado, como marca do tempo, na minha gaveta de meias e cuecas desde que tive o infarto.

Grande abraço.
 
Alvaro Abreu

Nenhum comentário:

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )