30.3.17

Crônica do Alvaro Abreu

Gente, olhem q bonitinha a crônica q o meu amigo-escultor Alvaro Abreu publicou nesse domingo lá no jornal de Vitória:

"Política e amizades"
Fomos passar três dias em Itapoá, Santa Catarina, cidadezinha situada na margem norte da baía da Babitonga, que é lugar pra turista nenhum botar defeito. Ao todo éramos uns vinte adultos, muitos já maduros. Pessoas de ocupações e interesses bem diversificados, gente habituada a rir das histórias dos outros e de si mesma. O motivo da viagem era nobre: comemoração do aniversário de um xará que vive por lá. Festança para mais de 200 convidados à base de chope gelado e churrasco feito no fogo de chão.
Saí de casa achando que seria um período próprio para uma avaliação serena das coisas que estão ocorrendo no Brasil. É que, como deve estar acontecendo com muita gente, tenho vivido os últimos tempos em estado de alerta permanente, ávido por informações fresquinhas, quase que viciado em noticiários de TV e posts de internet.
Soube com antecedência que não haveria TV a cabo no hotel e nem reclamei: com certeza, eu conseguiria viver uns poucos dias sem notícias sobre os últimos "acontecimentos sócio criminais", como meu irmão Afonso canta em uma de suas músicas.
Mas mesmo naquele ambiente descontraído, algumas pessoas, sempre de olho no celular, se mantinham on line com o que acontecia em Curitiba, nas avenidas brasileiras, no Congresso Nacional e nos tribunais e palácios em Brasília. As informações que iam chegando eram prontamente oferecidas a quem estivesse por perto. As conversas, frouxas pela cerveja farta, eram seguidamente interrompidas para o relato da última notícia bomba. Novidades sem fim sobre o presente, mas quase nada, além de incertezas, sobre o futuro.
Em companhia daquele grupo razoavelmente afinado em suas expectativas, me vi temporariamente afastado do embate surdo entre certos e errados, bons e maus, informados e desinformados, entre tolerantes e raivosos, crédulos e decepcionados, entre quem tem a ganhar e quem tem a perder com as eventuais mudanças e, o que é muito triste, entre pessoas que eram amigas fraternas até outro dia e hoje se veem como inimigos.

Vitória, 23 de março de 2016
Alvaro Abreu
Escrita para A GAZETA

Nenhum comentário:

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )