20.3.17

Crônica diária

É preciso quatro para preparar uma salada

Foi cruzando com uma velha amiga, numa manhã em São Paulo, que recebi a informação de que ela, e alguns intelectuais seus conhecidos, estavam lendo, ou leram, e gostaram muito, do Premio Jabuti 2016. O livro premiado A Resistência. O autor Julián Fuks. Não havia ouvido falar nem de um, nem  do outro. Nesse mesmo dia comprei. Comprei mais interessado em saber o que os juízes desses concursos andam premiando. Sempre tive muito preconceito com concursos. Trauma de infância. Meu pai foi desclassificado num concurso de boi gordo, com um lote de Nelores, por excesso de peso. Isso depois de vir ganhando, sistematicamente, todos os torneios. Ele ficou muito abalado, e eu devo ter assimilado esse horror a concursos. Mas sempre é bom conferir. Logo de início percebi que o autor ostenta um  physique du rôle de escritor russo do século XVIII. Isso para jurado de literatura é positivo. Depois é filho de pai judeu, psicanalista e mãe psicanalista também, embora, católica. E para completar o clima favorável, o pai é um ex terrorista argentino. Família de esquerda. Todos os ingredientes necessários para uma receptividade favorável de qualquer júri. Mas só isso não basta. É preciso escrever bem. Aí é que o carro pega. Já na orelha a crítica Noemi Jaffe chama atenção para a forma rigorosa de linguagem. "Quase matemática". Os jurados gostaram, e o premio foi dado. Outra coisa é o leitor comum gostar. Eu, por exemplo não gosto dos rigores das formas, muito menos de matemática. Mas no capitulo 14 dei risada com a parábola que o pai do autor costumava contar sentados à mesa:  "Eram preciso quatro pessoas para preparar uma salada. Um avarento, um pródigo, um sábio, e um louco. Ao  avarento cabia despejar uma quantidade pequena de vinagre. Ao pródigo  esbanjar no azeite. Uma quantidade acurada de sal ficava por conta do sábio. E por fim ao louco misturar tudo com entusiasmo."

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )