25.2.17

Crônica diária



Falta de banho

Falei sobre "A Morte do Pai" de Karl Ove, que vale a pena ser lido. É incrível como os bons escritores conseguem escrever volumes e volumes sobre o banal do cotidiano. Do início ao fim não há um só momento em que crie falsas expectativas no leitor. Não promete nada. Vai apenas narrando de forma detalhada, muito detalhada, os acontecimentos, suas circunstâncias, e suas reações. Há muitas e repetidas referências ao tempo cinza, chuvoso da Noruega. Lá só começa a escurecer de verdade depois das dez da noite. Todo mundo dorme tarde. Mas não há uma só referência a um banho. Parece que nunca ninguém toma banho. Banho até parece coisa de índio. Os sentimentos humanos são universais. Os bons escritores noruegueses conseguem fazer  literatura de entendimento global. Mas falta banho nos personagens.

Nenhum comentário:

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )