22.2.17

Crônica diária

Escrever é mais destruir do que criar

O escritor norueguês Karl Ove Knausgard em a "Morte do Pai", seu primeiro livro, dos seis volumes com mais de 3 mil páginas denominados "Minha Luta", definiu literatura de maneira exemplar. Segundo ele o pré-requisito da literatura é que tudo deve se sujeitar à forma. Se o estilo, a trama, o tema, ou qualquer outro elemento literário for mais forte que a forma, o resultado será insatisfatório. Essa é a razão por que autores com estilo forte costumam escrever livros ruins. E também por que autores com temas fortes costumam escrever livros ruins. A força do tema e do estilo deve ser destruída para que possa surgir a literatura. É a essa destruição que chamamos "escrever". "Escrever é mais destruir do que criar"

2 comentários:

João Menéres disse...

Fico a reflectir sobre essa lei :

"Escrever é mais destruir do que criar" !


Jorge Pinheiro disse...

É uma tese...!

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )