5.1.17

Crônica diária

 “A(s) mulher(es) que eu amo” de Eros Grau

Nove contos em 122 páginas. Tudo muito rápido. Uma escrita poética/telegráfica. Uma coletânea de amores, paixões, confissões, e mulheres.  A foto da capa é do autor. O texto das orelhas do Inácio de Loyola Brandão. Nas referências ao escritor apenas isso: Eros Roberto Grau é membro da Academia Paulista de Letras, autor dos livros “Paris quartier Saint-Germain-des-Prés” e “Teu nome será sempre Alica”. Ambos já resenhados por mim. Nenhuma pista do ex-Ministro do Supremo  Tribunal Federal. O texto soa natural, e acontece pelas ruas e cidades do mundo, mas cada palavra, cada frase, é fruto de trabalho de ourives. O livro é uma pequena joia.

4 comentários:

João Menéres disse...

Bem gostava de ler, Eduardo.

Jorge Pinheiro disse...

Quantos livros lê o Eduardo por dia?

João Menéres disse...

Talvez dois ou três, digo eu...

Eduardo P.L. disse...

Jorge, nem leio muito. Tenho um irmão que lê mais do que eu. Acontece que estou a quase três meses lendo Rubem Braga, e por conseguinte as crônicas acabam citando o maior dos cronistas brasileiro, o que deve estar causando certa irritação nos meus leitores. Mas estou no fim do ultimo. Logo mais vou conhecer a literatura do Newton Braga, irmão mais velho e segundo amigos dos irmãos, melhor do que o caçula. Vou conferir.

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )