28.1.17

Crônica diária



Um inverno norueguês
Desde 2015 estou tentando acabar de ler "Morte do Pai" do escritor norueguês Karl Ove Knausgard. Estamos no fim de Janeiro de 2017 e não passei da página 200 do primeiro livro de seis volumes com mais de 3 mil páginas. O meu tem um marcador que vai lentamente movendo-se para o fim, com longos intervalos. O autor é prolixo e muito detalhista. As longas descrições me aborrecem. Ao contrário dos seriados policiais noruegueses, que tenho assistido na Netflix, onde o cinema norueguês da um show de competência, modernidade, a literatura, apesar de fazer sucesso no mundo todo, não me convence. Pelo menos Karl Ove parece escrever, durante um prolongado e tedioso inverno, para leitores que apreciam longas e detalhadas descrições para preencherem o longo e tedioso inverno. Aqui abaixo do equador o inverno é curto e não me parece necessário encher linguiça para passar o tempo.

2 comentários:

João Menéres disse...

O estilo balzaquiano interessa-me pouco.

Jorge Pinheiro disse...

Livros desses são bons para acender lareira.

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )