1.1.17

Crônica diária

Leonardo Padura

Acabo de ler o quarteto Estação Havana com as primeiras aventuras do tenente Mario Conde, personagem do cubano Leonardo Padura. Dele li tudo, ou quase tudo. Quase porque o Herege não consegui passar da metade. Sobre os anteriores só posso fazer grandes elogios ao "O Homem que amava os cachorros". De resto o autor usa e abusa da mesma fórmula. Um caso amoroso que anima a vida fosca do tenente, e um crime a ser desvendado. Tudo isso poderia ser descrito em não mais de que vinte páginas. Padura, sem pressa, e repetidas vezes, com habilidade, estende-se sobre a vida pregressa do Conde, e de seus amigos de infância, que conservou pra sempre. Lembra e relembra suas músicas prediletas, receitas de seus pratos favoritos, marca de charutos largamente consumidos pelos personagens, e fala das doses cavalares de rum que todos bebem diariamente.  Mas não é só o rum e as comidas engorduradas que comem sob uma temperatura acima de trinta graus os assuntos que emolduram suas descrições. As ruas, arquitetura, sujeira, decadência, pobreza, miséria, desgraça e frustração que o regime socialista  cubano impôs ao seus habitantes. Cadernetas de racionamento, fila nos postos de combustível, automóveis russos, e falta de dinheiro nos bolsos. Nessas longas dissertações enxerta suas vinte páginas de amores loucos e assassinatos para produzir um novo livro. Assim é o caso do quarteto "Passado Perfeito", "Ventos de Quaresma", "Mascaras", e "Paisagem de Outono" que compõe a Estação Havana.

1 de Janeiro de 2017

PS- Esta crônica inaugura um novo livro de crônicas que se chamará PRÉ-TEXTOS 

Nenhum comentário:

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )