29.11.16

Crônica diária



Inteligente por natureza

Existe  tipos de pessoas sensíveis e inteligentes por natureza. Geralmente não se enquadram nos padrões comuns. E são de difícil definição. Enveredam pelas humanas, raramente pelas exatas. São jornalistas, poetas, escritores, artistas. Um desses foi Rubem Braga, que estudou direito mas nem o diploma foi buscar. Repórter, jornalista, e o maior dos cronistas brasileiros. A independência intelectual, a simplicidade, e a coerência foram suas marcas. Nunca foi comunista, mas os integralistas o tinham como tal. Os comunistas sabiam que ele não era. Sempre teve uma sensibilidade e inteligência que não o permitiu ser comunista, apesar de sempre preocupado com o social.  Considerava-se um jornalista pequeno-burguês. de um país semicolonialista. Conviveu e foi amigo de todos os melhores intelectuais do seu tempo. Trabalhou para o Assis Chateaubriand sem a ele se subjugar. Cobriu guerra e revoluções com um distanciamento profissional. Os amigos achavam engraçadíssima sua permanente aparência de mau humor. Dizia não rir porque tinha péssimos dentes, e por isso não conhecia o sorriso rasgado, fácil, feliz.  Ao escrever um cuidadoso prefácio para seu primeiro livro "O Conde e o passarinho", nome sugerido por Jorge Amado, diz: " Já escrevi umas duas mil crônicas. É natural, eu vivo disso. Estas aqui não são as melhores; podem dizer que escolhi mal, tanto do ponto de vista literário como do ponto de vista revolucionário. Mas estas representam as outras. Quero dizer que elas também representam a mim. Falam da minhas forças e minhas fraquezas." Este prefácio foi excluído da segunda edição.  Estou deliciando-me com sua biografia escrita por Marco Antonio de Carvalho. E para finalizar, como nenhuma regra deixa de ter suas exceções, conheci recentemente um de seus sobrinhos, o Alvaro Abreu, que apesar de inteligente e sensível, é engenheiro. Engenheiro, colhereiro e cronista de mão cheia.

Nenhum comentário:

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )