11.11.16

Crônica diária

Sobre a felicidade
 Eu tinha cabelo, mas ainda não tinha barba, e provavelmente meus treze, quatorze anos. Gostava de escrever. No Dante fui coautor de um opúsculo sobre óvnis  com um colega italiano que de tão remota é essa história não recordo-me seu nome. Depois escrevi "Um passo segue o meu" e lastimavelmente num ataque de insegurança e modéstia rasguei em pedacinhos. Era um conto policial escrito à mão num caderno pautado. Fiz outro de poesias e mantive um "diário" durante uns tempos, e tiveram o mesmo fim. Achei que era coisa de menina. Dentre os escritos da época me ficou a máxima: "Feliz é quem nunca pensou em felicidade." Profunda e filosófica para minha idade à época. Não havia lido a história de Diógenes, filósofo grego, que fez da autossuficiência e do controle das paixões os valores centrais de sua vida. Não conhecia os escritos do padre Antônio Vieira : "Quereis  só o que podeis, e sereis omnipotentes."

Um comentário:

João Menéres disse...

Uma precocidade, Eduardo.
Não há como fugir ao talento inato !

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )