6.10.16

Crônica diária



Uma crônica musical

Leonardo acordou no domingo no horário de costume. Mas como era domingo o silêncio também era o de sempre. Fez a barba, escovou os dentes, tomou o café da manhã demoradamente, e abriu a porta de correr daquele armário onde guarda ferramentas, latas de tinta, e um rádio-toca-fita-e-CD, que não ligava fazia anos. Os CDs todos empoeirados apesar da porta estar sempre fechada. Ligou o rádio temendo que talvez nem funcionasse. Funcionou, porém pegando mal as estações AM locais e pior as FM regionais. Desligou e acionou o toca disco. A princípio não houve som. Nem lembrava mais quais os botões ligavam o que. Apertou outro botão e o prato com um disco começou a girar e os BeeGees- One night only, album duplo começou a tocar. Ajustou o volume e viajou no tempo. Depois ouviu Gian Luca Grignani cantando "La mia storia tra le dita", e sua favorita "Una donna cosí". Depois foi a vez de Natalie Cole no disco "Unforgettable", inesquecível. E a cada disco uma memória saltava do fundo do seu passado. Mais do que cartas, fotografias, as músicas tem o poder de marcar épocas e pessoas com quem vivemos. Foi um domingo de  muita música e lembranças do passado. As músicas atuais que ouve no rádio do carro não chegam aos pés das que ouvia em seus discos. Primeiro os de vinil, depois os cacetes e finalmente os CDs. Por que será?  E prontamente achou a resposta: "É a idade, Leonardo".
Depois se seguiram: Michael Feinstein- Isn´t it Romantic
Many Rivers to Cross com Larry Goldings ao piano
 J.J. Cale com Cocaine. After midnight, Crazy Mama
Kevin Mahogany - My Romance
Lighthouse Family - Ocean Drive
Charles Mingus - Blues & Roots
Muddy Waters - The Anthology - álbum duplo
George Shearing and Jim Hall - To Antonio Carlos Jobim
John Coltrane Quartet
Etta James - Mystery lady - Songs of Billie Holiday
Dave Brubeck - love songs - piano
Malcolm Mclaren - Paris - álbum duplo - Catherine Deneuve, Françoise Hardy e Amina
Alvin Lee - Pure Blues
George Michael - Older
Compay Segundo - Calle Salud
Simply Red - Greatest Hits
Bessie Smith - The  Essential - álbum duplo
Van Morrison with Georgie Fame and friends
Bob Dylan - Love and theft
Keb´Mo´- apresentado por Martin Scorsese
Enigma - The screen berrind the morror
Ray Charles - His greatest hits Vol 1 and 2
Eric Clapton - Back Home
BB King - Lucille & Friends
Jeff Beck - Wired
The Dave Brubeck Quartet - Time Out
George Winston - Winter into Spring - piano
Mark Whitfield - Forever love
Chet Baker - My Favourite Songs Vol 1 & 2
Wynton Marsalis - Standard Time Vol 2
8 1/2 Souvenirs - Happy feet
Laura Fygi - Corcovado
Ricky Nelson - Hello Mary Lou
John Pissarelli - Meets the Beatles
Jessye Norman - Classics
Lee Ritenour - A live in L.A.
Pat Boone, Frank Sinatra, Charles Aznavour, Sammy Davis Jr., Anita Baker, Tony Bennett, Bono, Gloria Estefan, Aretha Franklin, Kenny g, Julio Iglesias, Liza Minelli, Carly Simon, Barbra Streisand, Pepino di Capri, Gil, Caetano, Jobim, Gal, Betânia, Martinho da Vila, Miltinho, Zéca Baleiro, Vinicius, Simonal, Elis, Nora Ney, Caubi, Angela Maria, Rita Lee, Nelson Gonçalves, Édith Piaf, Maisa, Marisa Montes, Ringo Starr, James Taylor, Nina Simoni, Paulo Conte, K.d. Lang, Fabio Concato, John Lennon, Paul McCartney, George Harrison. Gershwin,Fred Bongusto, Lou Ann Barton, Art Garfunkel, The Platters, Paul Ank, Lucio Dalla, Martha Wash,
Me diga o que você ouve, te direi quem és.

5 comentários:

Jorge Pinheiro disse...

As músicas antigas, tal como os sabores, remetem para um tempo antigo em que estávamos mais receptivos a sensações. Para aderir à música moderna seria preciso o mesmo nível de interesse e de necessidade. Hoje sinto que preciso menos da música do quando era mais novo.

João Menéres disse...

Para ser uma verdadeira antologia musical faltam os respectivos links.
Isso seria FABULOSO, Eduardo !
Ouvi e ouço de quando em vez várias dessas.
Mas o que mais continuo a apreciar ainda é a música clássica.
E o iTunes é uma boa companhia quando estou mais tranquilo aqui à noite.

Eduardo P.L. disse...

João, estou tentando ser um aprendiz de cronista e não um disc-jockey ... srsrs

Li Ferreira Nhan disse...

De fato, a trilha sonora de uma vida diz muito da pessoa ... começando pela idade 😉

João Menéres disse...

Não pretendia tal, Eduardo !

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )