23.9.16

Crônica diária

Poupe seu tempo

 Fui ao Poupa Tempo de Santo Amaro renovar o CNH, que na verdade havia desaparecido da minha carteira fazia dois meses, e resolvi correr o risco durante sessenta dias dirigindo sem habilitação. Dei sorte. Ninguém me pediu a carta. Aliás durante os seus três anos de validade nunca fui solicitado a apresenta-la. Dois meses atrás ao tirar minha e-cpf (assinatura digital) mostrei a identidade, e como a foto é muito ruim, a moça que me atendeu perguntou se eu possuía outro documento com foto mais recente. Prontamente abri a carteira e tirei o documento que pensava ser a CNH. Era a carteirinha do clube. Essa não serve, disse desapontada a moça. Mas eu tenho a CNH. Procura, que procura, desmontei minha carteira, que na verdade tem várias repartições, e misteriosamente a habilitação sumira. Como vencia dois meses depois, corri o risco de esperar, evitando dois trabalhos. Uma segunda via por sessenta dias. E exatamente dia 23 de Agosto, quando vencia a desaparecida, eu me apresentei no Poupa Tempo para renova-la. Fui com hora marcada, e munido de todos os protocolos e documentos. Os procedimentos são relativamente rápidos. Uma hora depois tinha cumprido a parte burocrática, feito o exame médico e passado pelo Banco para recolher as taxas. O caixa grampeou todos os recibos e perguntei se era só isso. Ele disse que sim, agradeci e fui embora. Paguei uma taxa a mais para receber pelo correio sete dias úteis a contar do dia seguinte quando a CNH estaria pronta. Preferi o correio para evitar uma horas de transito de casa para ir, outra para voltar. Sete dias e nada da carta chegar. Ligo para o Poupa Tempo e depois de muitas perguntas e respostas recebo outro protocolo, com dezesseis dígitos, e me pedem para aguardar sete dias para obter uma resposta. Indignado voltei ao Poupa Tempo. Depois de meia hora  acharam meus documentos. Haviam ficado parados  por falta do recibo do pagamento das taxas. Mas ninguém me disse que precisava entregar o recibo. Pois é, disse educadamente o atendente, foi falha de comunicação. Mas eu ainda perguntei ao caixa do Banco se era só isso. Sinto muito. Agora com o recibo o senhor irá recebe-la em sete dias. Pra mim foi demais. Meu senhor, estou esperando desde o dia 23 esses mal ditos sete dias, que em verdade com sábados, domingos e feriados são o dobro, e estamos na estaca zero. Não dá para o senhor resolver isso hoje? E deu. Tive, evidentemente, que pagar de novo, e eventualmente usar o crédito em outra ocasião. Incompreensível que havendo um crédito eu não pudesse usa-lo ali naquele momento. Não podia. Mas se pagasse a taxa, novamente, em uma hora eu teria minha CNH. De fato, na hora prevista, com o documento ainda quente, eu estava habilitado por mais três anos. E o pior é que passa muito rápido. Mas fica aqui o alerta, não saiam do Banco sem entregar o recibo de recolhimento de taxas no balcão, pessimamente, sinalizado. Ou contrate um despachante. Poupe seu tempo.

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )