3.7.16

Crônica diária

 A arte verbal da conquista

Volto a citar o escritor brasileiro Reinaldo Moraes que em seu livro "O cheirinho do amor"e mais especificamente em uma das "crônicas safadas" chamada "A escola do sexo", originalmente publicada na revista masculina Status (entre 2011 e 2014) cita Júlio Cortázar, por sua vez, escritor argentino (1914-1984) recomendando fortemente sua leitura. Lembra o Reinaldo que Cortázar, dito por ele mesmo, aos quatorze anos resolveu perder a virgindade num puteiro de Buenos Aires. Trêmulo de medo e excitação, disse ter escolhido a muchacha menos rampeira que seu dinheiro podia pagar e quis ir logo para o quarto. Antevendo a terrível brochada que o principiante e nervoso cliente demonstrava, a mulher propôs um drinque antes de se deitarem. Ela oferecia. E foi o que fizeram. Conversaram o tempo suficiente para que sua ansiedade se transformasse aos poucos num potente tesão, que, por fim, lhe valeu uma bela trepada inaugural. Mas ganhou mais do que sua bem sucedida estreia. Graças a lição implícita da competente e sábia puta: "não há erotismo sem verbo," Você precisa falar com a pessoa com quem vai transar de modo a construir u´a mínima intimidade com ela, por mais fugaz que seja. Você precisa da palavra mais do que do próprio sexo. Foi, segundo Cortázar, essa lição que lhe valeu sua brilhante carreira de escritor. O Reinaldo, ao usar essa passagem de Cortázar, faz recomendações bem-humoradas sobre os assuntos que devem pautar as conversas iniciais. Nada de muito complicado, erudito, mas assuntos leves, divertidos, manha que se vai pegando com o tempo. A arte verbal da conquista. E quando o papo engrena, é meio caminho para tirar a roupa, sua e dela, e sair para o abraço.

3 comentários:

Li Ferreira Nhan disse...

Verdade, a conversa é fundamental na conquista.
...
Caramba, faz tanto tempo.


Jorge Pinheiro disse...

Como será o namoro dos mudos?

João Menéres disse...

A dos surdos é gestual...
A dos mudos talvez com a língua,,,

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )