4.5.16

Crônica diária

Pressa, inimiga da literatura

Esta crônica (ou o que seja isso que escrevo diariamente) será dedicada aos meus amigos leitores e escritores Valter Ferras, Jorge Pinheiro, Aloísio de Almeida Prado, e todos os que escrevem e sabem o prazer que isso proporciona. Na viagem ao Rio Negro, nesta sexta edição, entre outros intelectuais estava a professora de português, e escritora Noemi Jaffe. Na mesa de que participou teve oportunidade de falar por uma hora. Respondeu perguntas. Da sua exposição extraí um detalhe. Aliás ela mesma disse que o importante num texto são os pequenos detalhes. Para exemplificar citou suas celulites. Mas o importante de sua fala foi afirmar que o tempo é fundamental. É preciso escrever por largo tempo. Depois deixar o texto em repouso e voltar a ler e reescrevê-lo, pelo menos mais duas vezes. Depois há um tempo para ser editado. Outro para ser distribuído. Só depois de todo esse tempo o bom texto chega ao leitor, que também deve ler com tempo. Essa lição para mim foi importante. Não que não soubesse dessas premissas, mas nunca as observei. Escrevo de um jato, e muitas vezes nem releio meus textos. Tenho urgência.

3 comentários:

João Menéres disse...

Eu também escrevo, Eduardo.
Mas uso outros caracteres !
E também, algumas vezes, edito de um jacto, embora preferencialmente deixe essa minha "escrita" a dormir.
Há situações que espero não sejam copiadas ou aproveitadas. E aguardo que sejam tragadas pelo tempo.
Só depois as publico.
Feitios !...

Jorge Pinheiro disse...

O livro que estou a escrever vai demorar pelo menos mais 1 ano. Todos os dias releio tudo o que escrevi e modifico sempre coisas. Tenho o livro permanentemente na cabeça para poder alterar o que quiser a qualquer hora do dia. Depois de escritos nunca leio os meus livros. Obrigado pela crónica.

João Menéres disse...

JORGE

Está justificada a sua ausência no EXPRESSO DA LINHA !
Palpitava-me...mas não queria perguntar.

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )