26.5.16

Crônica diária


A pressa dos bandidos

Houve má fé o tempo todo. Durante os longos e pesarosos treze anos que a Organização Criminosa governou o Brasil, destruiu dois antigos e preciosos pilares de nossa sociedade: o Itamaraty e nossa tradicional política externa, respeitada e construída ao longo dos anos pelas melhores cabeças da inteligência e cultura brasileira. E destruíram, saqueando, a maior empresa e orgulho nacional que era a Petrobras. Trabalho de solapa contínuo, silencioso, permanente. Com os crimes de responsabilidade cometidos, e o governo legitimamente deposto, as críticas dos que se sentiram prejudicados, vale dizer, membros da Organização Criminosa, e simpatizantes, em menos de uma semana começaram a criticar e cobrar resultados do novo recém-empossado governante. Se não fosse de um cinismo atroz, seria hilário. Junto ao novo crime de denegrir a imagem do país no exterior, reclamaram cotas de mulheres e negros nos ministérios. Não entenderam a que veio o novo governo. Continuam pensando como agiram durante os treze anos. Criavam-se ministérios como se cria cargos de contínuos em escolas primárias. Para cada demanda pessoal, uma nova e onerosa despesa pública. Para cada pressão de organizações populares, uma nova verba para cooptá-los. Assim com mentiras, maquiagem, pedalada, uma completa irresponsabilidade, nunca vista na história deste país, chegaram a criar um rombo nas contas publicas superior a cento e setenta bi e quinhentos milhões de reais. Saúde em pandarecos, ensino sucateado, embaixadas com mais de três meses sem pagamento, órgãos internacionais sem receber suas quotas. Falência financeira e moral completa. E cobram cotas para as mulheres, e um ministério para a Cultura. E criticam o novo governo como se fosse possível resolver a grave e profunda crise da economia, do emprego, da segurança, numa semana. Cínicos e criminosos. Bandidos são assim. Agem em surdina, e são rápidos e agressivos na fuga.

Um comentário:

João Menéres disse...

Assim é a "democracia" dos populares extremista eleitos pelo cego povão.
Por cá, não estamos muito longe com a geringonça !..

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )