26.2.16

Crônica diária

O tempo passa para todos

Como diz o título desta crônica, e mais grave quando vamos constatando que às vezes mais impiedosamente para uns, do que pra outros. Dia sete passado, foi um dia em que isso aconteceu comigo. Toca o meu celular (modelo antigo de dez anos atrás, desses que ainda abrem no meio para serem atendidos, mas já sem anteninha externa) e ao tentar faze-lo, segurando um copo de shop na mão direita, quase derrubei tudo. Estou "levemente" trêmulo. Me nego acreditar que seja o "alemão". Debito na conta dos medicamentos que venho tomando. Consegui atender a ligação sem derrubar a bebida. Mas acendeu um  alerta. Meia hora depois encontro um casal de velhos amigos, e não reconheci a esposa. Ela ficou encantada de me ver, mas tenho certeza de que se o marido não a tivesse alertado: " Olha o Eduardo!" ela não teria me reconhecido. Acontece que almoçava com o casal outro companheiro de jornadas esportivas de muitas décadas. Com ele havia cruzado no estacionamento, em oportunidade recente, e ficara perplexo com o seu  envelhecimento, e não fui reconhecido. Na mesa, diante do providencial "Olha o Eduardo!" deu tempo para recompormos nossas velhas saudações. Mas percebi que nunca mais teríamos nos cumprimentado. Segundo abalo do dia. Passadas umas horas, novo chamado pelo jurássico celular: " Esqueceu do aniversário dos seus netos?" Esqueci, fui obrigado a confessar. Pedro e João estavam completando sete anos. Não tive como mentir. Avô não pode mentir  para filha ou netos. Mas nem precisa, em nossa idade, não enganamos mais ninguém. O livro "Patrimônio" do Philip Roth continua repercutindo na minha memória. Sei por outro lado que logo logo também vou esquecer que li essa joia biográfica. A culpa vai ser da Ciclosporina.

Um comentário:

Jorge Pinheiro disse...

O esquecimento é a derradeira forma de sobrevivência.

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )