2.2.16

Crônica diária

História dos Mercadores de arte

 Escrevi outro dia sobre minha coleção de arte. Escrevi também que estava lendo o livro de Daniel Wildenstein, "Mercadores de Arte", recomendado pelo Fernando Machado. O autor fala de si e de seus antepassados, pai, avô e dos maiores marchands do mundo. Segundo ele o maior foi o cínico Joseph Duveen, cidadão inglês de origem holandesa. Tornou-se Lorde Duveen. Para ser lord, na Inglaterra, é imprescindível ter feito muitas doações. Duveen fez o necessário, doou muito dinheiro e quadros aos museus. Como marchand dizia que: "Quando um homem rico vem me procurar para comprar, pergunto primeiro se ele tem as paredes. "Não? Isso é muito desagradável...E onde vai colocar os quadros, as esculturas?" Explico então que primeiro é preciso ter as paredes. Um colecionador tem que começar pelo começo. Ou seja, pela casa.. E aí é que eu entro. Construo a casa." De fato ele era amigo do gênio Frank Lloyd Wright, e dos melhores arquitetos da época. Depois de construída a casa, Daniel se encarregava de "decorá-las". E completava dizendo: "...é preciso incutir a ambição no cliente." Grande Joseph Duveen.

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )