26.1.16

Crônica diária

Ainda sobre vaias

Ontem falei das vaias que consagraram a Semana de Arte Moderna de 1922. Elas foram orquestradas para salvar o movimento. Da mesma forma dirão os historiadores, como Roberto Pompeu de Toledo, no futuro, sobre as manifestações de rua, que acontecem no Brasil, presentemente. Essas manifestações organizadas pelas ONGs, Centrais Sindicais, MST, PT, MPL e tantas outras entidades tem em sua composição representantes de grupos especializados em promover badernas, quebra-quebra, e chamar atenção da polícia, e da mídia, sobre a manifestação. São tantas, com tantos objetivos e causas, em tantas cidades brasileiras, que se não houver um fato extraordinário, não chegaria a ser notícia. Não cumpriria sua finalidade. Não fossem os mascarados, os black bloc, ou arruaceiros profissionais, verdadeiros mercenários da baderna, as reivindicações do Passe Livre, do impeachment, do "Fora PT", não teriam tido as repercussões que tiveram. As vaias salvaram a Semana de Arte Moderna em 22 e os vândalos patrocinados pela esquerda e pelo PT, tem salvo as manifestações dos anos 2013 para cá. Salvo as manifestações e salvo os Governos, que imputam aos delinquentes, as queixas e demandas legítimas.
 

Um comentário:

Li Ferreira Nhan disse...

Ontem a "coisa" foi além das vaias; na saída da catedral, após o concerto da Filarmônica, jogaram uma garrafa na cabeça do prefeito. Foi o maior empurra-empurra.

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )