6.12.15

Crônica diária

 O ano que não existiu

Depois de ter lutado e escrito desde Dezembro do ano passado, em defesa do impeachment da Presidente eleita, por fraude eleitoral, e todas as irregularidades cometidas no exercício (pedaladas = crime de responsabilidade), que continuou praticando no atual exercício, só tenho a lamentar que o país perdeu um ano da sua história. O ano de 2015 foi completamente perdido. E com o Eduardo Cunha sendo julgado pela comissão de ética da câmara, e a Dilma sofrendo processo de impeachment no ultimo mês do ano, vamos comprometer definitivamente o próximo ano. 2016, sobre o qual já eram mínimas as expectativas, inicia com crise política inédita, situação econômica deplorável, e déficit fiscal no seu orçamento. Novos impostos, (CPMF) em ano eleitoral, é tudo que não se recomenda num regime democrático. Como todos os índices, a volta à cédula de papel, nas  próximas eleições,  nos faz  voltar ao processo eleitoral de quinze anos atrás. Vamos acabar chegando à idade da pedra. 

2 comentários:

Jorge Pinheiro disse...

O Brasil continua tendo um problema consigo mesmo.

João Menéres disse...

Será do ADN, Jorge ?

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )