5.10.15

Crônica diária

Você já comeu um joelho?

Confesso que nunca tinha ouvido falar nele. Joelho comestível, só o do porco, na tradicional comida alemã. Eu estava fazendo ginástica na Academia Olímpica, em Ibiraquera, quando pela TV, no horário do programa da Ana Maria Braga, fui apresentado ao enroladinho de padaria. Seu nome: joelho. Desconfio que só leva esse nome no Rio de Janeiro, e talvez, daí, minha ignorância. É conhecido também por "italiano" ou "italianinho". Eu não os conhecia, por esses nomes também. Trata-se de massa de pão com queijo e presunto. Para quem tiver curiosidade publico abaixo a receita. Mas o que importa é a razão do estranho nome. Por que joelho? O formato não lembra um joelho. Na verdade a única coisa que se assemelha a um joelho é o rosto de recém nascido, em parto natural, e que a avó acha a cara da mãe.  Mas a matéria de reportagem da Ana Maria foi didática. Nas padarias do Rio, existem vitrines onde são expostas as coxinhas de galinha na prateleira superior. Na imediatamente abaixo vem a dos enroladinhos, logo: joelho. Não pude deixar de sorrir. Era o óbvio, sob o ponto de vista do humor carioca. Coxa e joelho. Mas o André, professor da academia, que não estava prestando atenção na TV, me vendo sorrindo perguntou: vamos aumentar o peso? Esta leve?

JOELHO
INGREDIENTES:
MASSA:
50 g de fermento de pão
2 copos de leite morno
2 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sobremesa) de sal
2 ovos (gemas e claras)
2 ovos (apenas as gemas)
3 colheres (sopa) margarina
1 kg de farinha de trigo (aproximadamente)

RECHEIO:
300 g de presunto
300 g de queijo prato

MODO DE PREPARO:
Dissolva o fermento no açúcar (vá misturando o fermento com o açúcar até que eles se fundam e passem para o estado líquido), acrescente o leite morno, o sal, a margarina e os ovos, mexendo até misturar bem. Vá colocando a farinha de trigo aos poucos, mexendo com as mãos, homogeneizando a massa até que ela solte das mãos. Deixe que ela descanse por aproximadamente 20 minutos para que o fermento aja e a massa cresça (dobre de volume).
Abra a massa em uma superfície lisa, polvilhada com farinha de trigo. Corte-a em quadrados e coloque no meio desses quadrados uma fatia de queijo e uma de presunto (pode colocar 2 fatias de cada se quiser um super-joelho), dobre a massa por cima das fatias, de modo que elas fiquem no interior do joelho e aperte as extremidades para que o queijo não saia. Pincele a parte de cima dos joelhos com as gemas e um tiquinho de café sem açucar para dar aquele douradinho quando assados. Leve ao forno quente por 20 minutos aproximadamente (o suficiente para assar a massa e derreter o queijo).

2 comentários:

Jorge Pinheiro disse...

Açúcar com fiambre e queijo?! Só pode mesmo ser coisa italiana :))

João Menéres disse...

Comer joelho ?
- Julguei que se ia referir ao da mulher...

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )