12.10.15

Crônica diária

"Três vezes ao amanhecer"

As brincadeiras de um escritor italiano que se diverte. Alessandro Baricco, de quem dias atrás falei, no seu romance Mr. Gwyn, a certa altura alude a um livrinho intitulado Três vezes ao amanhecer. Tratava-se de um livro imaginário de um tal de Akash Narayan, escritor anglo-indiano. Acontece que depois de terminar o Mr. Gwyn, sentiu vontade de escrever o livrinho citado, até para dar uma certa sequência no Mr. Gwyn. Diz ele que o fez com "grande deleite". Agora quem leu o Mr. Gwyn, e ficou curioso com o livrinho citado, tem oportunidade de ler o verdadeiro "Três vezes ao amanhecer". Com a sensibilidade de sempre, e o humor característico, Baricco faz com que caminhos de duas pessoas se cruzem em três momentos diferentes de suas vidas. Ele se diverte escrevendo e faz a diversão de quem lê.

Nenhum comentário:

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )