10.10.15

Crônica diária



Memória

Existem cenas, sons, temperaturas, e odores que nos marcam para toda a vida. Ficam registrados na memória definitivamente. E são boas ou más lembranças. Das boas, quando eu tinha dez ou doze anos, portanto há mais de sessenta anos atrás, era o prazer de acordar cedo para uma viagem ou tarefa da lida na fazenda onde passávamos férias. Aquele compromisso familiar de todos acordarem mais cedo do que o normal, ainda escuro lá fora, e tomarmos um café da manhã improvisado, e previamente posto na mesa da copa. Ou em outras ocasiões, ainda mais remotas e anteriores, acordar às quatro da manhã para ir tomar leite no curral. Cada um levava seu copo com açúcar ou mel. A bruma nas madrugadas de inverno, o cheiro de estrume, e o gosto de leite fresco não se esquece mais. A segunda lembrança é a má, quando acordei, nessa mesma fazenda, com uma imensa corredeira de formigas com mais de um metro de largura, atravessando sobre o meu corpo. O cheiro intenso das formigas não se esquece. E o único jeito é continuar imóvel esperando a corredeira passar. Foi uma experiência inesquecível, com um número pequeno de ferroadas.

2 comentários:

Jorge Pinheiro disse...

As nossas memórias são sensitivas.

João Menéres disse...

Deve ter sido um momento horrível, credo !

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )