17.7.15

Crônica diária

 Você conhece o Rio?

Como disse ontem, o título da crônica de hoje, é uma daquelas dez sugestões do meu amigo Aloísio de Almeida Prado. Um desafio gigantesco. Pedir a um paulistano para escrever sobre o Rio é temerário. No meu caso vou logo avisando: fui ao Rio algumas vezes quando era solteiro. Passei carnaval quando o desfile era ainda na Avenida Rio Branco. Algumas vezes a trabalho, algumas a passeio. Tenho um genro carioca, e minha filha uma sogra, minha leitora e amiga. Não vou falar mal do Rio. Dito isso sou obrigado a confessar que tenho certa ojeriza pelos S (esses), em excesso, que os  cariocas usam no falar. A língua portuguesa, no Rio, sofreu influência da estada de D. João VI e dos negros africanos. O mesmo ocorreu na Bahia, com relação aos negros escravos. A mesma ojeriza tenho com os R (erres) no caipira do interior de São Paulo. Com isso mostro minha imparcialidade. Do Rio conheço pouco. Copacabana, Ipanema e Leblon. Nunca fui ao Corcovado, no Cristo, nem no bondinho do Pão de Açúcar. Mas é bem provável que muito carioca também não tenha ido. Ser Novayorquino não implica em subir na Estátua da Liberdade. Conheço o lado bom e rico do Rio. Quando fazia Cooper corri em torno da Lagoa Rodrigo de Freitas. Quando namorei cariocas, vivi como  se do Rio eu fosse. Mas estava na cara que o branco leite da pele, e o sotaque italianado da fala paulista, nunca enganei ninguém. O que Rio tem de melhor são seus bares. Insuperáveis. Transplantados para São Paulo ficam cheios de paulistas e perdem totalmente a graça. Depois dos bares vem as meninas quase nuas pelas ruas. Nem sempre são cariocas. Até as turistas ficam engraçadinhas, nuas, pelas ruas.

2 comentários:

João Menéres disse...

São manjares !

Jorge Pinheiro disse...

O Rio é inesgotável, para o bom e para o mau. Uma grande cidade, numa situação geográfica única.

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )