6.6.15

Crônica diária



Maioridade penal e o menor sem pena

Sobre a discussão da maioridade penal como solução para reduzir a criminalidade nos grandes centros, tenho para mim, que é apenas uma das muitas providências a serem tomadas.  Outras teriam que ser implementadas, concomitantemente, para surtir o efeito desejado. A raiz e principal causa da criminalidade infanto-juvenil esta na falta da família estruturada. Pai, mãe e filhos. Os pivetes que cometem  crimes bárbaros, em geral, não tem a figura paterna presente em casa. Não contam com o exemplo masculino, fundamental para seu desenvolvimento moral, como cidadão responsável. Na crônica de amanhã falarei mais profundamente sobre isso. Segundo, falta escola. Sem educação básica e mínima esses jovens que já não recebem em casa as informações cívico-sociais, não dispõe de outra fonte a não ser a dura realidade das ruas. Falta, ainda, um sistema prisional adequado. Nossas cadeias são as melhores escolas do crime. Não há vagas nos presídios e quanto maior a lotação, mais precárias serão as possibilidades de reeducação. Penas mais severas para os pequenos delitos. A soma dessas medidas por certo reduziria o índice de criminalidade urbana. Mas é ilusório pensar que exista a menor possibilidade que isso venha ocorrer num curto espaço de tempo. Não se pode evitar o filho sem pai. Só a educação poderia levar as mães a não engravidarem de homens irresponsáveis. Como escola e cadeia custam muito caro para o Estado, as medidas legislativas de baixar a maioridade penal de 18 para 16 anos é um paliativo. Não podemos nos iludir que só ela vá fazer o crime diminuir. O tráfico já usa menores de 15 anos. 

2 comentários:

João Menéres disse...

Fico incrédulo perante o incalculável número de mulheres, vítimas das maiores violências dos maridos, que com a máxima regularidade os visitam nas prisões onde cumprem penas por essa extrema violência doméstica !
Pelos vistos, aguardam com ansiedade que eles regressem a casa para continuarem a levar porrada da grossa...
Que filhos serão os destes estranhos casais ?

Jorge Pinheiro disse...

Falta tb desenvolvimento económico e melhores oportunidades de emprego.

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )