4.6.15

Crônica diária

Just for fun

Essa expressão é muito usada pelos músicos, principalmente instrumentistas de jazz. Tocar para se divertir. Antes de agradar ou divertir um eventual publico, tocam para divertir a si mesmos. Isso é maravilhoso ouvir e sentir de profissionais. Pessoas que fazem com prazer seu metiê. E fiquei pensando que o ato de escrever também deveria ser um ato de prazer para quem o faz, e num segundo momento para quem lê. Escrever é um ato solitário, introspectivo, e muitas vezes doloroso, mas não elimina a possibilidade de dar  prazer, mais ou menos como no parto. A leitura, por outro lado, deve ser só prazerosa. Eu, pessoalmente, tenho encontrado na escrita um exercício de puro prazer. E o prazer é ainda maior, quando o que se escreve, tem alguma aceitação. Provocar um sorriso num leitor, ou  partilhar de ideias, conceitos e ideais com ele, é muito gratificante. Sem ser sádico, o gosto pela polêmica ou provocação, e suas reações, também geram prazer. E como numa banda de jazz, vamos escrevendo e cultivando leitores cativos, assíduos, fiéis, por puro prazer. Just for fun.

3 comentários:

Jorge Pinheiro disse...

Just for fun... Concordo no essencial. Na música tem-se feed back imediato. Na escrita não. A escrita é toda ela um acto mais isolado, introspectivo e indirecto. É como um concerto sem público. As reacções são a posteriori e muitas vezes não as temos.

Eduardo P.L. disse...

Concordo plenamente, Jorge, e foi exatamente esse o ponto que encontrei entre os músicos e escritores que tocam ou escrevem JUS FOR FUN. Se divertem independente de publico, de plateia, de leitores. Sem necessidade de FEED BACK. JUS FOR FUN de verdade.

Jorge Pinheiro disse...

Somos uns diletantes do ego.

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )