27.5.15

Crônica diária



Dalton, por que óculo? e não óculos?

Lendo o Dalton Trevisan (1925) descobri algumas de suas múltiplas excentricidades. Entre elas a questão das zonas dos portos, dos marinheiros. Mar em Curitiba? Ou a do relógio da praça matriz, parado, sempre marcando uma hora, ou são 13? Seus personagens, quase sempre, tem as suas configurações físicas. E nunca usa a palavra óculos, corretamente. Usa no singular: óculo. Por que será? Ninguém fala óculo. Muitas vezes, ao escrever, imita propositalmente a maneira errada com que as pessoas falam. Mas nesse caso nunca ouvi ninguém usar óculo no singular. Tive o cuidado de consultar o Aurélio, e por via da dúvida, o Google. Todos são unânimes em afirmar que embora exista óculo, não se usa no singular. E quando é uma lente só, se diz monóculo. Há alguns vocábulos que devem ser sempre usados no plural, tais como: "bruços" (Dormir de bruços), "costas" (dor nas costas), as hemorroidas, / os parabéns / os pêsames. Existem palavras que têm seu significado alterado quando  passam para o plural: "bem", significa virtude, "bens"=patrimônio. "Féria" é salário, "ferias" período de descanso. Mas um escritor da qualidade e idade do Dalton pode tudo.Pode até inventar palavras como; "desgracida" que usa muito, "frestando", ou "sem parança".

Nenhum comentário:

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )