11.5.15

Crônica diária



 Meus livros no sebo

Foi uma experiência nova. Na minha idade poucas coisas nos causam espanto. Nem sei por que resolvi perguntar ao Google o que sabia de mim. Curiosidade, mórbida, poderão dizer. E me espantei com a primeira informação. A "Estante Virtual", sebo da internet, oferecia à venda, três exemplares, em lojas diferentes. Para um escritor é absolutamente normal que seus livros circulem no mercado. Das editoras para as livrarias, dessas para os leitores, e finalmente, um dia, os livros acabam nos sebos ou bibliotecas públicas. Eu não deveria ter me espantado. Meus livros que se encontram nos sebos são de edições relativamente recentes: 2012 e 2013. Segundo as informações dos vendedores estão NOVOS. Talvez nem tenham sido lidos. Uma coisa é certa, não foram comprados do autor ou da editora. Foram livros que enviei graciosamente para alguma livraria, no propósito de divulgação, e na esperança de que pudessem se interessar na distribuição. Elas não podem ficar com o livro em estoque, por razões fiscais, e doam esses exemplares para bibliotecas ou instituições de ensino. Outra possibilidade é de que algum amigo, a quem mandei o livro, tenha se livrado dele, vendendo por quilo, para essas lojas especializadas, em compra e venda, de livros usados. Tudo absolutamente normal. Mesmo assim me surpreendi. Já posso me considerar um escritor nos sebos. O que isso  significa, não tenho ideia, mas foi uma experiência nova. Se meus livros não estão disponíveis nas livrarias, já podem ser encontrados nos sebos, e pela internet. Essa é a função primordial dos livros: circular.

2 comentários:

João Menéres disse...

Os sebos só se interessam por livros que lhes garantam lucro.
Parabéns, Eduardo.
É um autor consagrado !!!

Jorge Pinheiro disse...

Antes escritor nos sebos do que escritor dos sebos.

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )