8.4.15

Crônica diária



O tempo de forno

Numa tentativa de definir o que seja "escrever bem", ou em outras palavras quais são as características de uma boa escrita, me levaram às reflexões que se seguem. Basicamente a forma como elegemos as palavras, e colocamos umas após as outras, para dizer alguma coisa determina o sucesso da prosa. Simples assim, se não fosse complicadíssimo adquirir a prática de escolher sempre as melhores palavras e coloca-las nos melhores lugares para melhor nos exprimir. O assunto é importante, mas irrelevante quando bem escrito. Como na música, o gênero  pode não agradar, mas quando bem tocada não se pode negar a qualidade da execução. Há autores que tem coisas interessantes para dizer, mas ao faze-lo, cometem o equivoco na escolha de palavras, e compõem  frases que não facilitam a leitura. Ao contrário quando um fato banal é contado com maestria, a leitura  se torna uma delícia. Continuo lendo Thomas Bernhard. O assunto não me interessa nada, porém a forma como narra é muito competente. Um bom exercício para quem pretende melhorar a sua forma de escrever é tentar reescrever o mesmo texto mais de uma vez. Procure faze-lo de forma diferente e cada vez mais simples e objetivo. Na quarta ou quinta tentativa terá uma certeza: um deles é sua melhor versão, ou definitivamente você não consegue escrever melhor.  Aí o caminho é a leitura. Só se aprende a escrever bem, lendo os melhores escritores. Não os copiando ou parodiando-os, mas tentando reproduzir seus estilos. Claros, objetivos, leves e cadenciados. Essa seria a receita para uma boa escrita. Como não é receita de bolo, o tempo de forno vai depender de cada um.

2 comentários:

Jorge Pinheiro disse...

Na parte da reescrita muito folgo em finalmente ter aderido à minha teoria (e prática). Escreve-se e reescreve-se esculpindo palavras até à perfeição. Quanto a ler para escrever melhor, embora em teoria seja verdade, tem o problema da cópia inconsciente ou da frustração por inépcia. Não recomendo. Os bons escritores não precisam de ler.

João Menéres disse...

Camões teria lido ?

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )