5.4.15

Crônica diária

 Não se escreve sem ter vivido

Há na história da literatura muitos músicos que se tornaram escritores. Dois exemplos recentes que me ocorre são o do Paulo Coelho e Chico Buarque. Sobre o primeiro me nego terminantemente comentar, porque não chego a classificar sua prosa de literatura. Não passa de uma subliteratura de autoajuda, que não entendo como chegou a vender e ser traduzido como foi. Um horror. Mas tem o caso do Chico, que de poeta, cantor e músico, virou escritor em Paris. Explico: comprou um apartamento em Paris, onde é menos popular e conhecido do que no Brasil, e tem tranquilidade para escrever. Dos seus livros gosto mesmo do "Leite derramado", que considero um épico, e ficará por muito tempo entre os bons livros deste século. Há também poetas e escritores que foram diplomatas, funcionários públicos, jornalistas e boêmios. Para escrever é preciso ter o que contar, e para contar, é preciso viver e ter talento. Não se escreve sem ter vivido.

3 comentários:

Li Ferreira Nhan disse...

Li um livro de cada um; foi o suficiente. Não arrisco a ler mais nada desses dois.

Jorge Pinheiro disse...

Não sei não. A gaja do Harry Potter terá vivido?

João Menéres disse...

Nunca li nada de um e doutro...

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )