29.4.15

Crônica diária

Lívia Garcia-Roza

Li desta escritora "Amor em dois tempos ". Não achei nenhuma graça. Creio até que cheguei a fazer uma resenha. Agora acabo de ler "Meu marido" de 2006, e que me surpreendeu positivamente. Escreve como mulher, mas como escritora competente. Grande poder descritivo, ritmo perfeito, diálogos convincentes, humor permeando todos os capítulos. Só não posso deixar de registrar meu desapontamento em encontrar duas abomináveis palavras, em todo o bom texto: "desfalecer" e "adentrar". Imperdoável. De resto uma leitura agradável que recomendo.
PS- Realmente em 14/11/2014 escrevi sobre Amor em dois tempos
Ontem falei da importância de um título. Hoje confesso que o título acima, que também da nome ao livro da Lívia Garcia-Roza não me levariam a compra-lo. Li por curiosidade em saber como, e o que escrevia, a esposa do Luiz Alfredo Garcia-Roza de quem sou velho leitor. A literatura da Lívia é feminina na forma e no tema. Dito isso posso ser questionado sobre o que significa literatura feminina. Me chamarão de machista. Pode até ser, mas tenho comigo que há delicadezas na forma e no conteúdo que agradam mais a alma feminina. Outras agradam o espírito masculino. A Lívia escreve delicadamente muito bem. Li de cabo a rabo, e ela jamais usaria uma expressão dessas em seus textos. Recomendo às minhas queridas leitoras, mas faço restrições aos amigos leitores. A eles volto a recomendar o marido, que sem as veleidades intelectuais da Lívia, constrói e narra histórias policiais interessantes.

Nenhum comentário:

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )