29.3.15

Crônica diária



O crime do copiloto

O inesperado resultado da investigação sobre o acidente aéreo ocorrido nos Alpes franceses, onde 150 pessoas, a maioria espanholas e alemãs perderam a vida, chocou o mundo. Não foi um acidente, mas um atentado. Para as famílias enlutadas o termo da classificação: acidente ou atentado muda muito pouco a dor e saudade dos entes perdidos. A família do assassino suicida, copiloto da aeronave, essa sim tem sua dor e honra completamente modificado. Desastres aéreos me fazem lembrar meu pai que morria de medo desse meio de transporte. Como médico e pecuarista fazia uma comparação entre o gado sendo embarcado para abate, e os passageiros nos corredores de embarque dos aeroportos. No caso presente 149 pessoas embarcaram num avião comercial e um rapaz alemão de 28 anos, copiloto desse voo, prende o comandante do lado de fora da cabine e durante doze minutos, manualmente, faz com que aeronave se precipite contra as rochas dos Alpes franceses cometendo um genocídio. Muito ainda se falará sobre esse atentado. Livros, filmes serão produzidos. Novas regulamentações sobre o número mínimo de dois tripulantes que serão obrigados a permanecerem na cabine durante todo o voo, mas nada poderá evitar atentados criminosos, Meu pai tinha razão em temer aviões. Eu sou um louco de voar com a tranquilidade com que faço. Na grande maioria dos acidentes, a culpa, ou falha, é humana. A máquina quando bem revisada é muito segura. Não é fácil derrubar um avião. Mas contra a insanidade mental, ainda que ocasional, não há leis, dispositivos, testes psicológicos que possam evitar uma tragédia como essa.

2 comentários:

Jorge Pinheiro disse...

Ainda uma consequência do terrorismo e do "11 de Setembro".

Silvares disse...

Não saberemos nunca o que na realidade se passou muito porque a realidade é coisa que não existe. Há quem sugira que houve negligência da companhia aérea (o avião estava no seu limite de prazo de validade) e que a história do piloto louco é forma de fugir com o rabo à seringa. Quem poderá saber o qeu matou tanta gente inocente? Aproveito para juntar: isto é mais uma prova de que Deus, se existe, não passa de um sádico desprezível.

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )