9.2.15

Crônica diária



Roberto Bolaño, em Amuleto

Que prazer poder voltar a ler o Bolaño. Depois de "Noturno do Chile", "As agruras do verdadeiro tira", e "Os detetives Selvagens", estou lendo Amuleto. Que prazer. Escreve na primeira pessoa de uma personagem feminina. Não pode ser mais real. Mulher nenhuma escreveria tão femininamente quanto ele. Em literatura o gênero importa pouco, o que na verdade conta é o talento do escritor. Bolaño tinha de sobra esse talento. Falta ler seu livro de contos "Putas assassinas". Já sei que vou gostar. Há diretores de cinema e escritores que podemos gostar mais ou menos comparando com obras anteriores, mas é impossível deixar de gostar. Wood Allen e Roberto Bolaño são bons exemplos.

Um comentário:

Silvares disse...

Por qualquer razão que me escapa, a obra de Bolaño ainda não foi totalmente publicada em Portugal. Não me parece que haja As Putas Assassinas e Nocturno do Chile também não. Em Portugal As Agruras do Verdadeiro Tira tem o título de Os Dissabores do Verdadeiro Polícia (não há Acordo Ortográfico que nos ponha a falar do mesmo modo!). Os Detectives Selvagens é genial e o Amuleto não lhe fica muito atrás. A escrita de Bolaño é das coisas mais revigorantes que me lembro que exista ao cimo da Terra.

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )