31.3.14

Elisa Lunardelli Novaes, artista








Quando a artista plástica ( pintura, escultura, e ceramista) Elisa Novaes me convidou para conhecer suas GARGANTILHAS feitas com pequenas peças de vidro, bambu, moedas etc... esperava encontrar aquelas bijuterias comuns, que se vê por todo lado, criadas por artesãs em todo mundo. Ledo engano. Me deparei com uma criatividade artística e um acabamento profissional inesperado. Confiram vocês. As fotos são minhas e deixaram muito a desejar.

Crônica diária

O amigo Jorge Pinheiro comentou uma postagem minha no Varal (um dos meus blogs) dizendo com muito humor, como sempre, que não gostaria de andar pelas ruas sofrendo "piropos". O que é um "piropo"? Fui ao dicionário e lá esta escrito que "Pi-ro-po (ô)2 (espanhol piropo) substantivo masculino, (Portugal informal) Expressão ou frase dirigida a alguém, geralmente para demonstrar apreciação física ( ex: ficou corado com o piropo; piropo de mau gosto)". Eu respondi que quando jovem, recebi algumas poucas vezes, é verdade, alguns piropos de mulheres e não me aborreci, muito pelo contrário, fez muito bem para meu ego. Mas isso foi a sessenta anos atrás. Não havia feministas na época. Mulher era mulher e homem era homem. Ambos se atraiam. O terceiro gênero estava no armário. As feministas, hoje em dia, odeiam os piropos. Odeiam homens. E reagem sem o humor desejado, e esperado nessas circunstâncias, com grosserias e insultos. Elas, as feministas, não se consideram mulheres e não aceitam cantadas masculinas. Se vestem como mulheres, que biologicamente são, mas se comportam como machos. Um piropo masculino é uma ofensa inaceitável. Concordo que há piropos e piropos. Há piropeiros e pessoas deseducadas, grossas, mal intencionadas. Defendo o direito do piropeiro sutil, elegante, fino. Eu nunca piropei ninguém na rua. Mas já dei muitos sorrisos ao assistir piropagens casuais pela cidade. O piropeiro cafajeste é um bem humorado. A moça inteligente, piropada, finge não ser com ela, e segue seu caminho com a bola cheia. É disso que se trata piropar. Demonstrar, com humor e alegria, a diferença entre os sexos, que se atraem e se desejam. Claro que as feministas estão fora dessa brincadeira. E babam de ódio com ela.

Comentários que valem um post

Jorge Pinheiro deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Comentários que valem um post":

Como se diz por cá: "MULHER SÉRIA NÃO TEM OUVIDOS"

Postado por Jorge Pinheiro no blog . em domingo, 30 de março de 2014 07:47:00 BRT 
***************************************************************************** 
Li Ferreira Nhan deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Comentários que valem um post":

Ah, Jorge, não sabia desse dito! Então com minha cara de "paisagem" o piropeiro português certamente pensou; " a senhora é séria!"
Ufa, que bom! Fico muito mais tranquila; minha reputação continua intacta!
Até posso dormir mais sossegada.
;)
Rsrsrsrs...

Postado por Li Ferreira Nhan no blog . em domingo, 30 de março de 2014 10:16:00 BRT 

******************************************************************************
Ery Roberto Corrêa O feminismo é tão insuportável quanto o machismo. O pior é que pouca gente hoje em dia sabe separar as coisas e o vício da generalização é insuportável. Tudo é bulling, tudo é assédio - Fernando Cals tem razão -, as pessoas ficaram duras, pesadas, defensivas. É um tempo de intolerâncias, de politicamente correto. Acabou a leveza do ser! 
**************************************************************** 
Ery o feminismo é ainda pior do que o machismo, porque é gay, e não heterossexual.  Essas minorias são raivosas, agressivas, intolerantes tanto quanto os homofóbicos. 
******************************************************************* 

Reco Assumpção Concordo plenamente com você Eduardo.no dia que eu passar na obra e os peões continuarem a falar de futebol e não repararem em mim, aí vou saber que a coisa tá feia...
Elianne Mezavilla Na minha opiniao isso eh um elogio,,,, se o homem te chama de de boazuda e tesuda eh pq vc realmente eh rsr mas logicamente se um cara que vc nunca viu grita na rua esses adjetivos eh no minimo desagradavel ,,e tem uns que parecem que fazem pra deixar a mulher sem graça mesmo,,, acho totalmente ultrapassado esse negocio de feminista,,,as mulheres atuais ,todas trabalham e elas procuram uma relaçao de igualdade com os homens,sem perder a sua feminilidade ,elas cuidam muito do corpo e da pele,,,nao sei oq aconteceu no post da sua amiga,mas pode ter sido um mal entendido,isso acontece muito qdo digitamos
*****************************************************************
 Cassio Penteado Faço - com a devida vênia - duas observações já que esse espinhoso tema veio à baila: primeiro, a propria estrutura matriarcal do Brasil, talvez importado da Peninsula Ibérica, (aliás, estrutura matriarcal de muitos países europeus) essa estrutura secular tornou as mulheres de certo modo cumplices da violência e do desrespeito, usualmente não tendo sido ensinadas ou condicionadas a reagir; segundo, a pesquisa do IPEA foi feita a partir de frases sobre as quais se pedia que a pessoa lesse e manifestasse se concordava ou discordava. Sem duvida, é um metodo, mas, pode ter induzido esse percentual elevadissimo de 65 % sobre o tal "estimulo" ao estupro. Lembremos do Maluf: estupra mas não mata...
********************************************************* 

Cassinho, prefiro a máxima da insuspeitíssima Marta Suplicy : " RELAXA E GOZA" ...
*****************************************************************************

30.3.14

Espanhol fica pelado diante de quadro de Botticelli


RIO - No último sábado, um espanhol entrou na Galería degli Uffizi, em Florença, na Itália, como um turista, mas quando chegou à sala de “O nascimento de Vênus”, do renascentista Sandro Botticelli, ele se posicionou diante do quadro e começou a tirar todas as peças de roupa, até ficar completamente pelado. A atitude do jovem, de 25 anos — que tem a identidade desconhecida até agora — gerou burburinho nas redes sociais e nos meios de comunicação italianos. Apesar de ter recebido uma denúncia por atos obscenos, o espanhol foi deixado em liberdade.
Segundo o depoimento de Susanna Mantovani, uma guia turística que presenciou a cena, o homem se ajoelhou diante da obra e jogou pétalas de rosa no chão, imitando as flores que caem sobre a deusa na célebre pintura, feita pelo artista italiano entre 1482 e 1485. Atônitos, os seguranças do museu imediatamente chamaram a polícia, que cobriu o espanhol nu e levou-o até a delegacia, enquanto ele gritava “freedom, freedom” (liberdade em inglês).
Jornais italianos afirmam que o jovem perguntou aos guardas se sua performance havia sido gravada, dizendo que “aquilo era poesia”. O diretor da galeria, Antonio Natale, confirmou que a notícia era verdadeira, e afirmou que nenhum dano foi causado à instituição.
“Entre um milhão e 900 mil visitantes, podem haver pessoas inquietas, apaixonadas, com problemas. Talvez ele tenha sido afetado pela síndrome de Adão”, disse Natale.
Ainda não se sabe se o episódio foi uma loucura passageira de um turista ou se o gesto foi uma exibição artística do espanhol. Os comentários na internet sobre o caso são os mais variados, mas alguns asseguram que ele conseguiu, em dois minutos, “explicar a todos o sentido do Renascimento”.
O Globo.

Crônica diária

Caixa de marimbondo

Fui, inadvertidamente, me meter numa caixa de marimbondo. Eu sei que não se deve discutir futebol, religião e política com amigos. Não se ganha a discussão, e invariavelmente se perde o amigo. Foi o que aconteceu. Não foi por conta de nenhum dos três temas acima citados, mas perdi uma amiga. Não me dei conta que diferença de idade também precisa ser levado em conta. Ela tem idade para ser minha neta. Postou no seu FB um lamento pela forma com um certo motorista de táxi e um ciclista haviam a tratado, na manhã daquele dia. "Fiu fiu, gostosa, tesuda" eram ofensas imperdoáveis. Eu usei aqui a palavra "lamento", mas na verdade ela estava "espumando de ódio". Eu, ingenuamente, resolvi comentar que acreditava que esses adjetivos, embora de mau gosto, é verdade, deveriam elevar o ego de qualquer mulher. As mulheres, de verdade, se vestem, se cuidam, se penteiam, se maquiam, e malham para agradar o sexo oposto. Se depois disso tudo recebem um comentário chamando-as de feia, isso sim, é uma ofensa grave. Tão grave que as leva ao psicólogo, ou aos vícios do álcool, ou coisas piores. Acontece que minha amiguinha estava escrevendo e esbravejando para uma plateia cativa de feministas e simpatizantes. Esse foi meu erro. Eles todos aplaudindo e incentivando o ódio aos homens, e aos machismo. Eu esta lá incluído. Estava no meio de uma caixa de marimbondos. Disseram os maiores impropérios a meu respeito. Faltaram com educação, respeito e civilidade para me atacar. Tudo na defesa de suas crenças libertárias. Querem liberdade para andarem como, e com quem bem entenderem, sem serem molestadas com cantadas do sexo oposto. Odeiam o sexo oposto. Vejam onde fui me meter. Claro que saí correndo, arrependido de me ter metido onde não deveria.

Comentários que valem um post

Olá Eduardo,
Maria de Fátima marcou você em uma publicação.

Maria de Fátima escreveu: "um exemplo (há muitos) de como estar no FB é muito mais do que fofoca (ou nem é de todo, para quem pode...claro)
Obrigada, Eduardo Penteado Lunardelli
*********************************************************
  Jorge Pinheiro deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Comentários que valem um post":

Até podia haver treinamento. Os piropeiros profissionais substituem com vantagem as dietas excessivas e os psico-coisos. Aumentam a autoestima e fazem bem ao ego.

Postado por Jorge Pinheiro no blog . em sábado, 29 de março de 2014 09:11:00 BRT
****************************************************************************** 
 Li Ferreira Nhan deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Crônica diária":

S/ a 1° observação; "Os executivos da Petrobras faziam muita "besteira", eram "extravagantes" nos gastos e qualquer decisão levava "10 vezes mais tempo que o necessário". Era assim que os belgas da Astra se referiam aos seus sócios brasileiros na refinaria de Pasadena, no Texas (EUA)." (na Folha de hj)
S/ a 2° observação; vale os mesmos
comentários dos belgas; os policias fazem
muita besteira e qualquer decisão leva 10 vezes mais tempo que o necessário.
*********************************************************************
  Li Ferreira Nhan deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Comentários que valem um post":

Deve ser muito desagradável ouvir "piropos" de piropeiros aloprados ( e aqui não importa o sexo).
Qdo era jovem havia um tipo de piropeiro que
no lugar de palavras emitiam um som. Era
uma espécie de gemido com " chupar algo" (
não me refiro ao " fiu- fiu)... Olha, era nojento!
Agora, como sou uma mulherr mais velha ,
devo dizer que não ouço mais piropos ... Os
últimos que ouvi não foram aqui, um em
Lisboa, melhor, a beira do Tejo. Confesso que
senti surpresa e indignação. Encarei como uma turista e fiz "cara de paisagem". Em Madrid o piropo beirou a uma desagradável e asquerosa " cantada". Aí a turista esqueceu os bons modos e xingou num ótimo e corretìssimo castelhano.

Postado por Li Ferreira Nhan no blog . em sábado, 29 de março de 2014 14:27:00 BRT 
****************************************************************************** 

O que deve fazer uma mulher, independente da idade, ao se deparar com um piropo?  Fingir não ter ouvido, ignora-lo com humor e elegância. Nunca reagir, positiva ou negativamente. Nunca passar recibo.
 ***********************************************************************************

29.3.14

E para continuar falando de SAPATOS

Desses é que eu gosto

Crônica diária

Falar de escritores e livros não dá grande IBOP aqui no Face Book, mas é preciso insistir na boa leitura. Esta semana recomendei a escritora Alexandra Lucas Coelho mas nenhum livro especificamente.  Nesses dias passados  andei relendo autores e livros já comentados. Hoje volto com uma preciosa recomendação. Gonçalo M. Tavares, nascido em 1970, Luanda, Angola, mora em Portugal e publicou seu primeiro livro em 2001. Portanto, em apenas treze anos escreveu mais de trinta, e ganhou os principais prêmios literários europeus. Esta traduzido e publicado em inúmeros países. A originalidade e frescor são  seus segredos. Chamado de Kafka português, esta construindo uma carreira sólida, consistente e importante. Festejado por gente como José Saramago e Vila Matas, não vai decepciona-lo. Comece pelo "Matteo Perdeu o Emprego" e depois vá descobrindo esse novo "star" da literatura portuguesa.

Comentários que valem um post

Jorge Pinheiro deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Comentários vque valem um post":

Independentemente da questão do machismo cultural, penso que deve ser muito desagradável passar o dia a ouvir piropos mais ou menos deselegantes. Eu, por exemplo, não gostaria de andar na rua e as mulheres sempre a chatear. No entanto, pode haver um lado positivo. Tenho ouvido mulheres mais velhas que acham piada a certos comentários de rua, mas isso é talvez porque se sentem rejuvenescer com essas "bocas". E aqui vem o gap geracional. As mais novas acham chocante, as mais velhas toleram ou até gostam. Talvez devesse haver "piropeiros" oficiais.

Postado por Jorge Pinheiro no blog . em sexta-feira, 28 de março de 2014 10:21:00 BRT 
**********************************************************************************
Meu caro Jorge, acho que nossa divergência reside no fato de que há muitos anos as mulheres não me "piropam" mais. Quando jovem fui algumas vezes "piropado" por elas. E sempre gostei. Fazia muito bem para meu ego. Como acredito faz bem para as mulheres que gostam do sexo oposto. Concordo que é de péssimo gosto sair por aí "piropando". Eu pessoalmente nunca "piropei", mas defendo o direito dos "piropeiros" faze-lo, com educação, moderação, e só com intenção de cantada, galanteio, e nada de violência sexual. 
EPL
********************************************************************************** 

28.3.14

Fotografia

Tem canudinho para todo mundo

Crônica diária

"Planalto aposta que medo de ex-diretor da Petrobrás vai barrar CPI" essa é a manchete. O ex-diretor citado é o autor do contrato da refinaria texana de Pesadena. "Planalto aposta" quer dizer Dilma e seus assessores. "Medo"? Por que os políticos (senadores e deputados) teriam medo? Todos tem rabo preso. Não vão querer uma CPI, porque em telhado de vidro, não se joga pedra. Segunda  observação, outro tema igualmente cabeludo. O chefe da polícia e comandante das UPPs (Unidade Policial Pacificadora) das favelas cariocas declarou que em algumas delas a polícia convive com uma clara hostilidade por parte da população. O que quer dizer isso? Que essa parte da população é de bandidos ou familiares de bandidos, ou simpatizantes, e consideram a polícia inimiga. Pacificar o que? O inimigo? Claro que vai continuar morrendo policiais e marginais. O estado esteve ausente, omisso nas favelas cariocas, e elas desenvolveram suas regras, suas defesas, suas dependências e não é do dia para a noite que se desfaz hábitos e costumes. Em muitas o grande chefe é o tráfego, que emprega muita gente. Não exige escolaridade, nem relógio de ponto a ser cumprido. Paga bem, embora cobre, as falhas, com a vida. Quem morre lá no morro sabe o porque. Sugiro não fazer um plebiscito nas favelas perguntando o que a população local prefere. É bem possível que as UPPs percam feio para os traficantes. E aí como é que fica? 

Comentários vque valem um post

Eduardo Penteado Lunardelli Toda mulher gosta desses elogios, embora de péssimo gosto.. Algumas fazem fricote. O que realmente ofende é chamá-las de feia. A linda Bruna nunca ouviu "ohh feia!!!" Aí sim poderia se indignar.
********************************************** 
 Bruna Castro mencionou você em um comentário.Bruna escreveu: "Eduardo, é uma pena que tudo o que eu pensava sobre a tua pessoa tenha mudado em segundos. Um pensamento machista e generalizador, como esse teu, derrubou a admiração que eu tinha por ti.
***************************************************************** 
 Eduardo Penteado Lunardelli Bruna Castro, o que vocês hoje em dia tem de "orgulho feminino", tem também de falta de humor. Sou do sexo masculino e penso e ajo como tal, e não é preciso ser mulher para conhecer a alma delas.
************************************************************** 
 Bruna Castro Eduardo, me decepcionando mais a cada palavra. Mas talvez todas nós estejamos erradas e, na verdade, é tu quem conhece a nossa alma e sabe dos nossos gostos. É só fricote meu. Ou é só burrice de quem pensa e age que nem tu.
******************************************************

27.3.14

Olha ELES ai de novo...

Os sapatos, claro...

Crônica diária

"Voltei a Portugal mas ainda não consegui decidir quem vai ser o protagonista desta crónica." Essa é a primeira frase de seu ultimo artigo no "Atlântico-sul"( http://blogues.publico.pt/atlantico-sul/) , blog onde a leio. Alexandra Lucas Coelho, jornalista e escritora fantástica, é descoberta recente para mim. Morou um ano no Rio de Janeiro, e acaba de voltar para Portugal. A minha crônica tem protagonista certa. Fazem alguns meses que estou pensando em recomendar a leitura dessa moça. Faltava um motivo, além da qualidade literária. Agora que voltou à terra natal, aproveito para recomendá-la. Esta a salvo de alguma crítica dos meus conterrâneos. Não admito quem possa não gostar do trabalho literário da Alexandra. E olha que nem a conheci pessoalmente. Dizem ser uma linda mulher. Dei o recado. Confiram, meus leitores brasileiros e portugueses.

Comentários que valem um post

Roberto Coimbra de Andrade Meu querido amigo, dessa sua visão "de helicóptero" que podemos avaliar o quanto a VIDA é IMPERIOSA, em qualquer estágio e o seu VIGOR e DETERMINAÇÃO estão muito além da nossa explicação mais estudada e elaborada...Essa também é a minha primeira "companhia", quando caminho pela praia de Tarituba...
**************************************************************************

26.3.14

Jean-Michel Basquiat

By Lee Jaffe

Para seus fãns

tumblr

Crônica diária

Minha casa tem nome, e se chama Piacaba. Toda casa onde morei teve um nome. A Piacaba tem um jardim que dá na lagoa de Ibiraquera. Tenho feito diariamente minhas caminhadas na lagoa. O mês de Março considero o melhor do ano para banhos na lagoa ou no mar. É fim do verão, tem pouca gente na praia, e as águas estão uma delícia. Minha lagoa tem uma barra que da no mar. Vezenquando a barra esta aberta, outras vezes esta fechada. Quando esta aberta a água do mar entra e sai da lagoa. É assim que a procriação de camarões sobrevive. Quando a barra esta aberta, e a maré esta baixa, fica uma piscina com trinta centímetros de profundidade na média. Canais com um metro (e água mais fria) e largas áreas de areia seca ou com dez centímetros de água salobra. É sobre essa área rasa que vou falar. Faço minhas caminhadas com água pela canela vendo como de um helicóptero as manadas de búfalos se espalharem lá embaixo. Milhares de peixinhos todos do mesmo tamanho, refletidos pelo sol, formando uma sombra, que os duplica. Outras vezes parecem imagem de microscópio, com milhões de espermatozoides a procura de um ovário.

25.3.14

Felix Heru Hermawan II

Crônica diária



  1. Com o passar do tempo meus leitores, destas crônicas, vão se acostumando com o estilo. Quem gostaria que fossem leves e divertidas, todos os dias, se frustra. Não sou definitivamente o gênio que foi o Millôr. Quem me cobrava profundidade e seriedade na análise dos temas, se decepciona. Não tenho nenhuma pretensão de entrar fundo em tema algum. Nem o lugar apropriado seria este. Mas há quem quisesse que elas fossem semanais. Mais seletivas, menos banais. Mas são diárias, e com o passar do tempo meus leitores vão percebendo que não adianta palpitar. Escrevo com um prazer enorme, ora provocando, ora comentando um livro, um autor, um tema do momento. Irônico como já me chamaram, ingênuo como me sinto, muitas vezes, evitando ser um Don Quichotte. Estou nessa quadra da vida, revivendo minha juventude, quando comecei a ler L.M. (Luis Matins), Rubem Braga, e outros cronistas dos jornais impressos. Os invejava. Só lamento não ter começado esta prática antes. Quando se pega a manha, as dez linhas saem como num sopro.
    Transcrevo uma breve biografia do Luis Martins, porque é menos conhecido que o Millôr, Miguel de Cervantes , e Rubem Braga.
    "Luis Martins (Rio de Janeiro 1910 - São Paulo 1981) foi um escritor, jornalista, crítico, memorialista e poeta brasileiro. Em 1928, escreveu seu primeiro romance. Mais tarde, publica "Lapa", em 1936, que foi apreendido pela polícia. Este fato influenciou sua mudança para São Paulo, em 1938, assim como sua longa e tumultuada relação amorosa com Tarsila do Amaral. Quando foram apresentados, ele tinha 26 anos, ela 47. Antes de se radicar em SP, Luís Martins estreia como crítico de arte, publicando "A Pintura Moderna no Brasil", em 1937. Em 1941, começa a escrever como crítico de arte para o jornal Diário de S. Paulo. Como crítico, aproximava-se da linhagem de Mario de Andrade, Sergio Milliet, e Geraldo Ferraz. Ganhou o Prêmio Jabuti de 1965 na categoria "Biografia e/ou memórias" com a obra "Noturno da Lapa". Também venceu o mesmo prêmio, na categoria Romance, em 1972, por A Girafa de Vidro1 . Foi cronista do jornal O Estado de São Paulo por 36 anos, assinando como L.M. Morreu em um acidente quando viajava de São Paulo ao Rio de Janeiro, em 1981."

Comentários que valem um post

Li Ferreira Nhan deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Comentários que valem um post":

"As eleições são um oásis"?
Prefiro morrer no deserto!

(A vitória é uma miragem, Jorge? Deus te ouça! Amem!)

Postado por Li Ferreira Nhan no blog . em segunda-feira, 24 de março de 2014 01:06:00 BRT
******************************************************************

24.3.14

Felix Heru Hermawan

Crônica diária

Fazia tempo que não aparecia nos meus blogs pessoas mal humoradas me desancando completamente. Houveram épocas, que deixaram saudade, onde leitores habituais, usavam pseudônimo femininos, para me desancar ferozmente. Os leitores tomavam partido, e o blog ganhava audiência. Bons tempos. Esta semana uma senhora que assina Silvia, e tem um link que nos leva ao blog "DA VIDA", onde, infelizmente, eu não soube como comentar, deixou o seu me espinafrando, por não ter colocado o link do blog Expresso da Linha, a que me referi, sem no entanto colocar o link. Me chamou de vaidoso, deseducado, sem finesse, de opiniões discriminatórias, e tentar me auto promover fazendo comentários em blogs alheios. Tudo isso antes da resposta que lhe dei. Estava com saudade dessas agressões gratuitas. Extemporâneas. Próprias de quem não tem nada melhor do que criticar textos alheios. E meu amigo João Menéres sugeriu lembra-la da frase que abre seu blog: "Tudo deve ser feito tão simples quanto possível; mas não mais simples." Albert Einstein. A bem da verdade, depois da minha resposta, meio mal educada, ela voltou a comentar, mas já num tom muito mais conciliador. Acredito que tenha até ganho uma nova leitora "da vida"...
( Vejam aqui: http://cimitan.blogspot.com.br/2014/03/respondo-silvia.html )

Comentários que valem um post

Jorge Pinheiro deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Crônica diária":

A Copa vai servir de adiamento geral. Como a vitória é uma miragem, as eleições são um oásis.

Postado por Jorge Pinheiro no blog . em sábado, 22 de março de 2014 19:15:00 BRT 
***************************************************************************** 

23.3.14

Frida Kahlo

Grande figura

Crônica diária

A charge do Chico Caruso do dia 18 passado trazia essa exclamação dita pela Dilma, tendo seus pesadelos assombrados por três morcegos: Eduardo Cunha, Eduardo Campos e Henrique Eduardo Alves! Esqueceu de mim.

22.3.14

"The kiss of life"

Rocco Morabito 1967

Crônica diária

 Pasadena, Petrobras e passa tempo
O escândalo da refinaria texana, mais um envolvendo a Petrobras e a presidente Dilma, seria suficiente para derrotar, no primeiro turno, qualquer pretendente ao posto de Presidente da República. Mas a candidata continua nas pesquisas a vencer no primeiro turno, se as eleições fossem hoje. Mas não são. Curiosamente com tão alta popularidade não há onde vá que não seja vaiada fortemente. Vai entender! Por outro lado, as oposições estão completamente impotentes diante da distância que elas ficaram do povo. O povo, que na verdade tem o poder do voto, sem nenhuma qualidade, mas com o volume, com a quantidade  necessária, não esta nem aí com o prejuízo da Petrobras. O povo não tem carro, mas tem bolsa família. O povo não compra gasolina, mas tem vale transporte. De péssima qualidade, mas não esta nem aí. Tem "Minha casa, minha vida", e não lê jornal. Sabe que vamos ter eleições depois da Copa, mas nem sabe para eleger o que. O povo agora tem médicos cubanos, que não resolveram nada na saúde, mas o povo não esta nem aí. Sete meses é muito tempo para uma campanha política. Tudo pode acontecer. O Brasil pode até vencer a Copa. O resultado das eleições pode ser um. A Copa pode ser um fiasco. Os jovens estudantes, da classe média, poderão voltar às ruas. O resultado das eleições poderá ser outro. E como podemos ver a vitória da Dilma depende muito mais das circunstâncias, e do acaso, do que do discurso da oposição. Não havendo oposição, não há escolha possível. Ou dá Dilma no primeiro turno, ou dá Dilma no segundo. A que ponto chegamos. O país que tem um poste insubstituível, apesar da Pasadena...

Comentários que valem um post

Li Ferreira Nhan deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Crônica diária":

Sobre a Criméia,
enquanto o mundo inteiro opina testemunhamos a China "mudíssima", calada, afinal há a questão do Tibet .
Na Itália (pasmem!!! ) Veneza quer ser um estado independente!?!?
Por aqui assistimos aflorar a mais antiga disputa bairrista (paulista x cariocas) com a possibilidade da captação do rio Paraíba do Sul.
É como dizem: " em casa onde falta pão todos brigam e ninguém tem razão".
******************************************************************
  João Menéres deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Rosa, Sandra e Paulo":

Não é elogio gratuito, mas a sua filha Sandra é muito bonita !

Postado por João Menéres no blog . em sexta-feira, 21 de março de 2014 06:27:00 BRT 
*************************************************************************** 
 Ana Carolina Salem Eduardo por incrivel que pareca tive este mesmo insite que voce. A escocia em 14 setembro vota um plebiscito para se separar do reino unido. So um politico radical esta forcando isso que seria aparente mente prejudicial ao conjunto. Mas realmente abre espaco para se repensar a unidade nacional com culturas e fazeres tao diferentes... vem mais coisa por ai...
****************************************************************** 

21.3.14

Rosa, Sandra e Paulo

Minha filha Sandra (no centro) recebendo a visita dos tios Rosa e Paulo em Ribeirão Preto, SP
Foto de 20 de Março de 20014

Crônica diária

 Se a moda pega

A Ucrânia perde a Crimeia, e sua volta à Rússia, não chega a ser um fato isolado na história universal. Mas é sem dúvida um acontecimento preocupante, antes de ser saudado como positivo. Abre opções para separatistas de todo o mundo. O Reino Unido esta de barbas de molho. A Irlanda pode ser o próximo. Mas me interessa especular com as possibilidades separatistas de populações que historicamente nutriram esse desejo. Me refiro aos gaúchos do Rio Grande Sul, e de muitos Paulista que sonham em se separar do Brasil, e criar um país autônomo. Um delírio? Façam um plebiscito e consultem o povo. Se plebiscitos puderem, e tiverem, o poder de uma revolução, não sobrarão dois estado unidos. Há sempre, entre vizinhos, diferenças insuperáveis. São toleradas mas estão sempre latentes. Não se iludam.

Comentáqrios que valem um post

Li Ferreira Nhan deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Respondo à Silvia":

Os desconfortáveis sapatos das portuguesas fotografados pelo Jorge foram úteis; renderam divergentes opiniões, deram o que falar.
Mas bom mesmo é estar no meio do
Atlântico, na Madeira sem aqueles horrores
nos pés! Aí sim é pra estar muito contente!
:))
Postado por Li Ferreira Nhan no blog . em quinta-feira, 20 de março de 2014 08:30:00 BRT 
******************************************************************************* 
 Valdiria Thorstenberg Obrigada, e eu nunca tinha lido uma descrição da ação de um crítico literário ao deparar-se com textos de expressão estética.... Obrigada pela sua presença. Esperamos vê-lo participando ativamente de nossos saraus. O Espaço do Grupo Pró Biblioteca Pública, junto ao Telecentro Comunitário, que se destina à pesquisa gratuita na internet, pretende agregar ações para que nossa futura biblioteca municipal seja moderna: livros, música, teatro, oficinas., um espaço de cultura ativa para jovens e adultos.
****************************************************************** 

20.3.14

Sarau Poético pró futura Biblioteca de Garopaba


 Primeiro plano minha querida amiga e professora Juliana Pereira, Humberto mentor do sarau, e Vanessa Medeiros Ribeiro com toda sua beleza.
 Humberto Fonseca é escritor, compositor e músico. Todos ouvem e leem. Vanessa Medeiros Ribeiro grava.
 Valdiria Thorstenberg lendo alto alguns POEMÍNIMOS, sem saber ser eu o autor do livro.
Afinal o homenageado não compareceu. O professor Manuel Valentim teve seus poemas lidos pelo Humberto. Foto dos seis participantes. Para uma cidade de 19 000 habitantes, éramos poucos.

Crônica diária

No ultimo sábado fui convidado a participar do "Primeiro Sarau Poético de Garopaba, SC", em prol da futura Biblioteca Municipal. O município tem por volta de 19 000 habitantes e em sua maioria jovens. Os aposentados moram no município vizinho, Imbituba. Eu inclusive. Vinte quilômetros separam minha casa (Piacaba) do centro de Garopaba. O convite partiu da minha grande e velha amiga Juliana Pereira que além de professora é proprietária da escola infantil Arvoredo. Juliana não abriu a boca durante todo o evento. Éramos em seis ao todo. Pelo número de participantes pode-se imaginar o tempo que levará para Garopaba vir a ter uma Biblioteca oficialmente. Digo oficialmente porque no Telecentro ( leia-se uma Lan house) do alagoano Humberto Fonseca há uma quantidade respeitável de livros de todos os gêneros. Embrião da futura biblioteca.  Fui ao sarau munido de um exemplar de cada um dos meus livros recentes, sendo dois especificamente de poesia, para doa-los à  biblioteca. Levei ainda o meu exemplar do "Barba suja de sangue" do Daniel Galera para recomenda-lo a todos os moradores da cidade. Pelo menos um, dos cinco  presente, já havia ouvido falar do autor e do romance. Ele se passa em Garopaba. Sobre o sarau em si, foram feitas leituras de poemas pelo Humberto, idealizador do evento, que além de escritor é compositor e arranha um violão. Mas, para mim, o ponto alto da noite, foi uma senhora que chegou uma hora e meia atrasada, pegou um dos meus livros de poesia que estavam sobre a mesa, folheou, voltou a ler a capa, procurou informações sobre o autor, e deu risada com um dos "poemínimos". Fez questão de ler alto. Depois leu mais dois ou três, e sempre sorrindo. Foi quando me identifiquei como autor. Todos rimos do espanto da leitora Valdiria Thorstenberg. Foi muito bom ver o humor dos meus poeminhas contagiar os cinco participantes. Os outros poemas lidos tinham rima, métrica, e versavam sobre história, costumes, classes sociais, cor da pele das pessoas, pobreza, miséria, e propunham consciência e luta.

Comentários que valem um post

Jorge Pinheiro deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Comentários que valem um post":

O comentário não fez destaque no meu blog por manifesta falta de tempo na saída para a ilha da Madeira.. Qt à substância estou apenas parcialmente de acordos. Os gays transportam para as mulheres as suas fantasias arrijadas e elas dão credibilidade a essas criações. Há um elemento de integração social nessa toca sexual falhada.

Postado por Jorge Pinheiro no blog . em terça-feira, 18 de março de 2014 22:50:00 BRT 
*********************************************************************** 
 Gaspar de Jesus deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Comentários que valem um post":

Eduardo
É para mim um facto que os homens que ditam leis no que à Moda respeita são Gays,Veados,Frescos se dito em brasileiro: Paneleiros, se for dito em bom português. Eles detestam concorrência e as mulheres é que pagam. Por isso elas se "alimentam" à base de comprimidos e coisas que tais, por forma a caberem dentro da minúscula roupa que eles exigem para os desfiles. O mais grave para mim é que as senhoras estilistas seguiram-lhes as pisadas e estão fazendo exactamente a mesma coisa.

Postado por Gaspar de Jesus no blog . em terça-feira, 18 de março de 2014 20:54:00 BRT

************************************************************************************** 
  DaVida deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Respondo à Silvia":

Eduardo
O meu blog está aberto a comentários, acontece que tenho um modelo de template chamado “responsivo”, com layout de ponta que pode ser mais útil a quem está melhor informado sobre os novos designers, porque a maioria dos seus ícones foi modernizada. Não tem segredo, é só clicar na imagem ou no título que entra na página da postagem que “depois de lida”, of course, o leitor verá no final da postagem o espaço para os devidos comments.
É de boa conduta entre os blogueiros a troca de links principalmente quando se usa deste para algum texto, isto é: citar a origem é algo de muita importância nesse nosso meio virtual, fica mais informativo.
Afirmo aqui que não sou nenhum pouquinho mal humorada, sou uma pessoa de bem com a vida, mas, me irritei com sua informação que eu diria “incompleta”.
Não levanto bandeira para nenhum gênero sexual, cada um na sua, mas sou contra a discriminação e a visão desfragmentada da mulher me faz sentir um ser incompleto.
Já que o Sr confessa ter pouca fineza e educação, nada me resta senão calar, às vezes a estupidez por si só passa a valer como fim de conversa e pelo que imagino, já falei demais apesar de que por mim, valeu a pena a visita aqui

Quanto as dizeres de Einstein, cada um tem a interpretação de acordo com seus conceitos. Eu por mim posso ser simples, mas, nem tão simples. Há que haver algum enigma para me fazer raciocinar com maior profundidade, senão, deixo de pensar e o raciocínio é dinâmico o Sr deve saber. E assim respondo a pergunta do João Menéres.
Um abraço e aos seus. Paz e Luz!!!

Postado por DaVida no blog . em quarta-feira, 19 de março de 2014 12:14:00 BRT 
***************************************************************************** 

19.3.14

Viva France

 ONG francesa promove ação para a prevenção e tratamento do câncer de mama.
Foto: Benoit Tessier / Reuters

Crônica diária

"KUALA LUMPUR — Os sistemas de comunicação do avião que fazia o voo MH370, da Malaysia Airlines, foram deliberadamente desabilitados." Essa era a mais nova informação entre a dezena de boatos e conjecturas sobre o Boeing desaparecido até este momento (15/03/2014 - 14:00 horas). Por falta de notícias mais importantes a imprensa mundial dedicou a semana ao mistério do avião da Malaysia Airlines. Certamente já deve estar inspirando roteiristas de Hollywood, na criação de  filmes policiais e de aventura. Sequestro, pouso numa ilha deserta, aterrissagem em terra ou queda no mar, tudo pode ter acontecido. As razões dificilmente se saberá, mas o cinema tem um prato cheio.

Respondo à Silvia

DaVida disse...
O Sr tenta se auto promover com um comentário que fez em um blog e nem ao menos tem a educação ou a fineza de fazer um link que levaria o leitor até a postagem de origem, tamanho é seu vaidoso ego e a sua vontade de aparecer. Fiquei interessada na matéria sobre moda.
E ainda demonstra opinião discriminatória sobre os estilistas como também as mulheres que aderem à moda com a denominação de “desavisadas”, como se elas fossem apenas peitos e bundas, omitindo seus valores como um todo que merece mais considerações e possuem direitos de agir de acordo com suas próprias escolhas.


Silvia 


Minha Silvia da vida, tentei deixar esta resposta no seu blog. Lá não permitem comentários. Faço, excepcionalmente aqui, onde a soberba normalmente me impede de responder desaforos e críticas improcedentes. O blog é meu há quase oito anos e nele me promovo como bem entender. Fineza e educação, as pessoas que me leem, e me conhecem, sabem que tenho pouca. Dito isso passo a responder às suas objeções. O comentário postado, que transcrevo abaixo, trás o nome do blog onde se encontra a matéria. Basta colocar no Google: " Expresso da linha" e ele a levará ao blog do meu amigo e parceiro Jorge Pinheiro. Não há nenhuma necessidade do link, a não ser para principiantes mal humoradas e despreparadas para blogar. Quanto às minhas opiniões "discriminatórias" lamento reafirma-las "in totum". Lembro ainda que respeito opiniões contrárias.

Comentários que valem um post

Eduardo P.L. said...
A moda definitivamente tem um ponto fundamental: comércio. Ela existe para ser passageira, e transitória. Vai e volta. Quem as faz quer vender. Quem a usa quer estar na moda. Os maiores produtores de moda são gays, detestam mulher, e delas não entendem nada. Essa a razão dessas coisas que fizeram as mulheres DESAVISADAS usarem. Um horror. Quem usa um negócio desses não merece um olhar mais acurado, nem nos peitos, nem nas bundas. E aí os gays saíram vencendo.
No blog Expresso da Linha

E como bem lembrou o João Menéres:
" Tudo deve ser feito tão simples quanto possível; mas não mais simples."
Albert Einstein

18.3.14

Imaginação

Peteski

Crônica diária

A foto perturbadora

O escritor norte americano John Cheever (1912*1982) nos conta que certa vez ao entrar num elevador em Paris, reparou numa mulher, que trazia nas mãos um de seus livros, tendo seu retrato na sobre capa. Ele enxergou sua imagem sobre o braço dela. Teve vontade de confiscar a foto. Pensou nela indo embora e levando sua cara debaixo do braço, o que era uma ameaça à sua autoestima. Ela saiu do elevador no quarto andar e a despedida das duas imagens foi confusa. Teve ímpio de segui-la, mas não teria conseguido explicar em francês - ou em nenhuma outra língua - o que ele estava  sentindo. John Cheever narrou essa passagem num conto onde tratava de um candidato a governador que durante um mês de campanha política se via em todos os postes, paredes, muros onde seus correligionários afixaram seu retrato de candidato. Era como andar pela cidade num verdadeiro jogo de espelhos. Ele parece que gostava de se ver. Isso não o perturbava, ao contrário de uma única foto na sobre capa do livro.

Comentários que valem um post

Eduardo P.L. said...
A moda definitivamente tem um ponto fundamental: comércio. Ela existe para ser passageira, e transitória. Vai e volta. Quem as faz quer vender. Quem a usa quer estar na moda. Os maiores produtores de moda são gays, detestam mulher, e delas não entendem nada. Essa a razão dessas coisas que fizeram as mulheres DESAVISADAS usarem. Um horror. Quem usa um negócio desses não merece um olhar mais acurado, nem nos peitos, nem nas bundas. E aí os gays saíram vencendo.
No blog Expresso da Linha
********************************************

17.3.14

Alfabeto


Crônica diária

A dor ou a doçura de nossas vidas são diretamente proporcionais às nossas ações e apostas mais arriscadas. Quero dizer com isso que "quem não arrisca, não petisca", como dizia minha velha mãe. A vidinha monótona de tédio massacrante sem atitudes ousadas  dificilmente trás grandes surpresas e com elas grandes alegrias ou dissabores. Não me refiro ao hábito de jogar (como o próprio nome diz, jogo é de azar). Digo atitudes como por exemplo casar ou separar pela primeira vez, ter filhos, assumir um financiamento para a compra da casa própria,  e por aí vai. Ou ainda atitudes mais pessoais como fazer uma nova faculdade, ou trocar de emprego depois dos cinquenta anos. São iniciativas que podem gerar dores ou doçuras inesperadas. A vida sem esses lances corre medianamente dentro do previsível. O previsível é irremediavelmente pobre de grandes emoções.  Pálido e sem brilho. Morno e medíocre. Quem determina o nível de altura de nossas vidas são cada um de nós, e quanto maior ela for, maior será a queda. As belezas e prazeres de um voo alto não se comparam aos da planície. Mas é preciso saber voar, e saber dos riscos em faze-lo.

Comentários que valem um post

Jorge Pinheiro deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Crônica diária":

Muito boa. Vou começar a fazer "esteira", afinal é fácil.

Postado por Jorge Pinheiro no blog . em domingo, 16 de março de 2014 09:17:00 BRT *************************************************************

16.3.14

Misael Lunardelli - aki a firma eh forte...

Misael Lunardelli.
Postado por Antonio Lunardelli no FB

Crônica diária

 Orientação médica

Meu médico recomendou fazer esteira. Fui no primeiro super mercado que sabia ter duas enormes esteiras rolantes, uma para subir outra para descer. Subi na primeira e quando ela chegou no andar superior, desci pela outra. Fiz umas quarenta voltas dessas. Um funcionário que estava observando veio me perguntar se eu estava com algum problema. Respondi que não, e que só cumpria determinação médica. Ele riu e me respondeu, mas ficando parado na esteira não adianta.

Comentários que valem um post

Waldo Claro Gostei , Eduardo . Gostei bastante . Um abraço saudoso , velho companheiro de lutas e desafios .
************************************************* 
 Waldo Claro Eduardo foi um de meus mais diletos companheiros das lutas e desafios que travamos contra os grupos radicais esquerdistas que tentavam dobrar a democracia brasileira . Foram tempos dificeis , mas que recordamos com entusiasmo e orgulho , porque vencemos defendendo a liberdade .
**************************************************** 
 Eduardo Penteado Lunardelli Obrigado por compartilhar, velho amigo Waldo Claro. Devo a você meu primeiro emprego, minhas primeiras incursões nos opúsculos, e esta vontade de sentar junto ao teclado e sem nenhuma anotação ou rascunho, datilografar (como fazia) artigos e matérias para a Gazeta Mercantil de um só fôlego. Claro que nunca consegui, mas tento todos os dias, até hoje. O único movimento de reflexão que o fazia tirar um dos dez dedos do teclado era girar com o polegar o pesado anel de ouro que usava no anular. Lembra disso?
***************************************************************** 
 Waldo Claro Lembro-me bem , sim , meu caro Eduardo de todas essas passagens . São inesquecíveis . Como aquela em que viajávamos de avião com Herbert Levy , Carlos Lacerda e outros amigos , rumo a uma cidade do interior . Foi quando , em pleno vôo, você entregou ao Lacerda uma cópia de um livro que acabara de escrever e dele solicitou o prefácio . Atencioso -- e em pleno vôo -- nosso mestre escreveu e atendeu sua solicitação . Lembra-se ?
*****************************************************************

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )