6.11.14

Crônica diária

 Como funciona a coisa

É realmente impressionante o poder de comunicação desta tal de internet e redes sociais. Queiramos ou não, gostemos ou não elas são extraordinárias. Ontem transferi meu carro em cartório, como exige a lei, por conta de um desenho e pedido feito no Face Book. Em menos de 48 horas o Marcelo Vogt Maia Rosa encontro o carro que ele e o pai, meu amigo Dudi, estavam procurando. Ontem ainda publiquei minha crônica diária sobre o assunto ilustrando-a com o desenho do Dudi. Postei como faço todos os dias em três páginas da internet. Aqui no Face, no meu blog "Varal de Ideias" e no blog "O Ultimo Blog". Todas as três com o desenho do carro. Pois bem, minha querida leitora Li  Ferreira Nhan também leitora do Dudi e do Jorge Pinheiro em Lisboa, já tinha visto o desenho,  na sexta feira, na página do autor. Ontem, terça, reparou no mesmo desenho no "side bar" (ladinho, como chama o amigo e escultor baiano Israel Kinslanski) do seu blog "Expresso da Linha", que é "assinante" do Varal. Veio no Varal e encontrou a crônica com a ilustração do Dudi. Fechou o circulo e comentou. Como ela milhões de pessoas veem diariamente as imagens e textos que circulam por essa internet a fora. Pouquíssimas se dão ao trabalho de relacionar uma com a outra, e menos ainda fazer o comentário que a Li deixou. Na mesma semana um filho de um dos meus 36 primos do lado paterno postou a triste notícia do falecimento do seu pai. O enterro, às 17 horas, do mesmo dia. Liguei para o Arnaldo, que não é internauta, e fomos ao velório e enterro do Roberto de Godoy Moreira. Lá o Paulo, irmão do primo falecido nos informou que éramos  36 primos irmãos, e com o Roberto, já morreram seis. No cemitério estavam presentes a Lúcia, o Arnaldo, a Vera, o Paulo e eu, dos 30 restantes. Na missa, daí a sete dias, o número será muito maior. O Roberto foi um grande médico ortopedista, como o pai, e seu filho. Três gerações dedicadas à medicina. Homem de muitos instrumentos. Mão santa como lembrou sua filha Marina  nas palavras do velório. Não fosse a internet não teria ido me despedir do Roberto, muito menos vendido o carro.

2 comentários:

Jorge Pinheiro disse...

A velocidade aumenta, mas morresse
na mesma... Sentimentos.

Li Ferreira Nhan disse...

As vezes penso que o mundo está ficando muito pequeno.
Bjs.

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )