14.11.14

Crônica diária

Amor em dois tempos

Ontem falei da importância de um título. Hoje confesso que o título acima, que também da nome ao livro da Lívia Garcia-Roza não me levariam a compra-lo. Li por curiosidade em saber como e o que escrevia a esposa do Luiz Alfredo Garcia-Roza de quem sou velho leitor. A literatura da Lívia é feminina na forma e no tema. Dito isso posso ser questionado sobre o que significa literatura feminina. Me chamarão de machista. Pode até ser, mas tenho comigo que há delicadezas na forma e no conteúdo que agradam mais a alma feminina. Outras agradam o espírito masculino. A Lívia escreve delicadamente muito bem. Li de cabo a rabo, e ela jamais usaria uma expressão dessas em seus textos. Recomendo às minhas queridas leitoras, mas faço restrições aos amigos leitores. A eles volto a recomendar o marido, que sem as veleidades intelectuais da Lívia, constrói e narra histórias policiais interessantes.

Nenhum comentário:

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )