25.9.14

Crônica diária



 Pão caseiro

A culpa é toda da minha amiga baiana, de olho azuis, Katherine Nidia Strand. Dia desses me enviou um vídeo da receita do "pão mais fácil do mundo". A Paula minha mulher esta de regime e não é muito chegada à cozinha. Assim mesmo insisti para que ela aprendesse a fazer o pão caseiro com casca dura e miolo aerado. A primeira parte na noite anterior ela participou. É quando é preciso achar nos armários da cozinha a farinha, o sal, o fermento em pó, e um medidor desses componentes. Pois é, essa receita só leva farinha (500gm), sal (10gm), fermento (1gm) e 400gm de água. Só isso. Pão simples e saudável. A farinha pode ser integral, importada, ou a que você tiver à mão. Mistura-se tudo, sem amassar ou ter que sovar. Só misturar e cobrir com um pano de prato por doze a dezesseis horas. De um dia para o outro. Fizemos as sete da noite. Na manhã seguinte as sete horas, era um domingo, levantei para acabar de fazer o tal pão. Como durmo só de camiseta, peguei uma toalha de banho, e como de hábito enrolei na cintura e fui para a cozinha. A Paula foi fazer alguma coisa no computador ou no quarto da neta, e resolvi não espera-la. A massa havia crescido e agora era só colocar farinha no mármore da pia, para tira-la da vasilha e dar-lhe o formato de pão. Acontece que exatamente quando estava com as duas mãos, literalmente, na massa, me cai a toalha. Nu da cintura para baixo, com as duas mãos enfarinhadas e segurando a massa viscosa, num gesto de afobação e irritado acabei batendo a cabeça na quina do exaustor de inox. Agora, sem poder levar a mão ao ferimento da careca, nu, e com a massa na mão, coloquei-a de qualquer jeito numa cesta coberta com pano de prato, para repousar por mais uma hora. Lavei as mãos, peguei a toalha no chão, apalpei o ferimento para ver se sangrava, e agradeci por ninguém ter entrado na cozinha nesse momento. A cena era simplesmente ridícula. Para aqueles que chegaram até este ponto da crônica conto os passos finais da receita. Depois de uma hora descansando, aquece-se uma panela no forno por vinte minutos, coloca-se farinha no fundo, e a massa de ponta cabeça. Tampe a panela de deixe-a por trinta minutos. Depois sem tampa por mais trinta minutos e pronto. O pão mais fácil e gostoso do mundo. E este, especificamente, me rendeu uma crônica.

2 comentários:

João Menéres disse...

Vou indicar a receita á minha mulher !

NOTA: No Verão, nem camiseta visto. Para mim, é muito saudável...

Jorge Pinheiro disse...

Eu durmo sempre de gravata :))

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )