17.9.14

Crônica diária



A que ponto chegamos

Cássio Penteado, leitor destas crônicas, alertou num comentário, dois dias atrás, o amigo e também leitor lisboeta, Jacinto Gomes, que deveria se acautelar quando fizesse algum comentário, se referindo ao gênero feminino, em razão de que a maioria dos meus leitores é desse sexo. Quanto ao fato em si, graças a deus, adoro mulheres. Mas o debate se travava porque uma leitora havia dito: "Não curto misoginia". Como sabem "misoginia" quer dizer:"( do grego, miso odio gine feminino) é a aversão a tudo que é ligado ao feminino e às mulheres." Mas logo eu que adoro as mulheres??? Fiquei chateado porque a leitora que me qualificou como "misógino" é uma estrela na constelação dos meus amigos virtuais, e não nuvem passageira. Mas pode cometer esse grave equivoco. Por conta de que?  Da hipocrisia reinante. Não se pode mais fazer nenhuma referência ao sexo feminino sem que alguém veja nesse fato uma discriminação, uma agressão, ou assédio sexual. Só falta mesmo eliminarem os sanitários femininos, e juntarem os dois. Não pode mais haver livros e literatura feminina, ou que pelos temas ou formas tratadas, agradem mais às mulheres. Por exemplo, a trilogia "Os 50 tons de cinza" não poderiam mais ser só lido pelas mulheres, como de fato foram majoritariamente, e nós homens teríamos que engolir aquela xaropada pseudo erótica. Lastimo constatar a que ponto chegamos. Felizes são meus parentes venezianos, que ainda hoje, mantém as esposas na cozinha, enquanto comemoram, à mesa, com os maridos, datas festivas. Para finalizar reitero que  não sou misógino, mas prefiro as morenas e inteligentes. Chega de loirisse.

3 comentários:

João Menéres disse...

Desde que não seja estúpida, não sou muito esquisito !

Jorge Pinheiro disse...

Eu gosto delas todas. No quarto, na cozinha, no toilette. Loiras, pretas e morenas. Por trás, pela frente e mesmo de lado. Fracamente não sou esquisito. A inteligência é obviamente indispensável. Senão não é mulher, é bicho.

Li Ferreira Nhan disse...

Parece que precisamos ter "mil dedos" pra tratar disso ou daquilo; que porre!

Existe uma diferença entre ser politicamente correto e ser um chato/a, patrulheiro/a e sem senso de humor.
Tá mesmo uma canseira essa hipocrisia reinante!

Ai que preguiça dessas pessoas…

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )