11.8.14

Crônica diária



Estava na cara

E eu nem percebia. Ficava irritado, esbraveja nas minhas crônicas. E na verdade eu é quem não via o óbvio. Sabe lá o que é levantar cedo num dia com a agenda repleta de compromissos inadiáveis, e ter que escrever uma nova crônica antes de sair de casa? Claro que não faço por obrigação. Mas o hábito cria um laço com as pessoas que me cobram o texto, no horário habitual. Há quem acorde cedo e não tem uma agenda tão apertada como a minha. Por outro lado não quero decepcionar aqueles que com muita persistência, paciência, e por que não dizer, esperteza,  ao longo de mais de 650 crônicas, o que vale dizer mais de um ano e meio, acabei cativando. Alguns textos saem do teclado com relativa facilidade. Outros exigem alguma pesquisa, atenção e cuidado. Vezenquando acertamos na mosca e agradam, mas a maioria deles passam batidos. Aos poucos o número de "curtidores" (que não são o correspondente à etimologia da palavra "curti", mas amigos e conhecidos que se fazem presentes, às vezes sem ler as dez linhas do texto) vai aumentando. Eram sete, hoje já passam de quatorze. Cem por cento de aumento em um ano e meio não é pouca coisa. Mas acontece que sem nenhum esforço maior, muito pelo contrário, até com certo prazer, ao se trocar a foto do perfil, aqui no Facebook, o número de curtições, e pior, de comentários, é significativamente maior. Você escreve, escreve, pouca gente lê. Troca o retratinho, um monte de gente comenta. O que se extrai desse fato? O óbvio. Isto aqui não é texto book, crônica book, muito menos literatura book. Isto é simplesmente um FACE book. Lógico. Como não havia percebido isso antes? As pessoas estão só interessadas nos retratinhos, na sua face. Eu sou mesmo um retardado.

5 comentários:

João Menéres disse...

Como bem sabe, sou um dos sete (que agora duplicou ).
Leio a Crónica Diária, pois claro !
Por vezes, é por falta de inspiração que não escrevo um pequeno comentário.
Outras, por o assunto não estar na área dos meus conhecimentos.
Continue, Eduardo, pois há muita terra para pisar !

Jorge Pinheiro disse...

Uma excelente descoberta. Era óbvio, mas também nunca tinha feito a ligação de forma tão directa.

Serena disse...

Boa percepção. Acredito que não tardará para os retratinhos do facebook perderem espaço. Vão cansar cansados. E terão, humildemente, que voltar ao universo mais amplo das palavras para encontrar um pouco de repouso.

P.S. seu blog é excelente espaço para descobertas. Parabéns.

João Menéres disse...

Já há uma quantidade apreciável de mensagens facebookianas que nem me dou ao trabalho de abrir !
Os blogues VENCERÃO !

Anônimo disse...

não reclame tanto do face Edu! aquilo lá é uma grande brincadeira, uma grande curtição,rs... Eu mesma aderi e acabei trocando recentemente a foto de perfil e vc até comentou,rs....
bjs
madoka

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )