30.6.13

Viagem a LISBOA e BERLIM 8º

 Continuando nossa visita ao Palácio da Ajuda, com a Exposição de JOANA VASCONCELOS

 Uma das mais famosas instalações, ou obras de Joana Vasconcelos: Lustre com centena de tampões femininos.



 Fernanda e Graça no primeiro plano e Paulinha sentada depois de horas de visitação


João Menéres, Paula Canto e Fernanda Pinheiro, na saída do Palácio
Uma exposição imperdível.
Amanhã continua a postagem com o Jantar de Blogueiros e lançamento do livro Manjar Branco em Lisboa.

Robert Benner - Fotógrafo


Foto: Robert Benner @CC
Um bom conselho

Crônica diária

Ontem escrevi sobre o " Ponto de Partida", um sonho que tive na noite de 17 para 18 de Junho em Berlim. Premonitório do que estava acontecendo no Brasil, e eu não sabia. Essa data passará para a história como o início de um movimento social jamais visto no país. Aqui chegando de viagem encontrei um novo povo brasileiro. Nas ruas, esperançoso, vitorioso, consciente de sua força e poder.
A Internet mostrando a que veio em termos de mobilização social. Políticos e sociólogos atônitos. O executivo sem entender as causas e procurando culpados, líderes, responsáveis e por fim tentando responder às demandas. Foi o " Ponto de Partida" com que sonhei. Era o sonho de uma geração tida como alienada, desinformada e apática. Mostrou exatamente o contrário. Enxameou as ruas de todas as cidades brasileiras de sul ao norte do país. Pois é, até novos termos estão sendo usados para definir ou tentar explicar o fenômeno de massas ocorrido. Enxamear, é a melhor definição. O enxameamento social, saiu às ruas em ondas. Sem rainhas liderando, como é no caso das abelhas. Com demandas difusas, mas com participação pacífica e organizada. Cada membro de uma passeata, cada participante das manifestações, individualmente, tinha sua  própria  reivindicação. Os cartazes e demandas eram feitos ali mesmo nas ruas, nas praças, onde o enxame se reunia para caminhadas e protestos que enxamearam o país.
Postado há por

POEMÍNIMOS

17 de junho

o povo
pede
Passe Livre
passeata
protesto
Ponto de Partida
o povo
enxameou
as ruas
indignado
revoltado
cansado
protestou
em tempo de
prosa
negociou
revindicou
o governo
recuou
ouviu a voz
da rua
o Brasil
mudou

Passei a acreditar em anjo da guarda

29.6.13

Viagem a LISBOA e BERLIM 7º

 Com foto de uma gentil funcionária do Palácio da Ajuda, Paulinha e o autor deste blog, diante da obra mais antiga e famosa ( o Varal já a postou, em 2007 ) da artista plástica Joana Vasconcelos. Foi um prazer muito grande conhecer pessoalmente os Sapatos da Joana. Veja mais AQUI e aqui




 Umas das obras com cabelos humanos e na foto ao lado um "detalhe" com a tela do Palácio ao fundo. Considero essa a minha foto da exposição.




Para arquitetar a Dorothy utilizou 280 panelas. A peça tem 4,2 m de comprimento e 2,5 m de altura. Um sapato original, reflexo da capacidade imagética da artista plástica.
Amanhã a 8º  parte dessa visita à magnífica exposição da Joana Vasconcelos

Uma pedra

tumblr

Bento-vai-pra-dentro de Luis Bento


Quinta-feira, 20 de Junho de 2013

ESCREVER, VIAJAR, JANTAR,"AMIZAR"

  Eduardo em primeiro plano, Jorge Pinheiro e Rui Silvares ao fundo. A falta de nitidez é inépcia do fotógrafo.

Tudo começou em 2009. Tinha descoberto o Varal de Ideias,  o blog do Eduardo Lunardelli por acaso. A ousadia estética, a qualidade e o humor dos textos levaram-me a visitá-lo  mais vezes e a descobrir outros espaços de qualidade. O Expresso da Linha , o 100 cabeças e o Grifo Planante. E assim descobri três pessoas generosas, bem humoradas e com espírito criativo. E, neste mês, o Eduardo veio a Portugal com a esposa, oportunidade única e flagrante para nos reunirmos num jantar. Oportunidade única para conhecer o Rui Silvares, e o João Menéres, propositadamente vindo do Porto, que fez o discurso no final do repasto. Oportunidade única ainda para conhecer o novo livro do Eduardo Lunardelli em conjunto com o Jorge Pinheiro, o Rui Silvares, a Maria de Fátima e o Milton. Seis versões de um conto policial a oscilar entre o português cantado do outro lado do atlântico , o ritmo e a poesia do português de Portugal. Magnífico! Oportunidade ainda para conhecer e ler o novo livro de poemas do Eduardo. Uff...quanta energia e jovialidade..."Ô bento você tem alguma coisa de alemão? É muito branquinho... Não Eduardo, é falta de sol mesmo...rs rs rs rs"




O discurso do João Menéres
Manjar Branco....Uma delícia! O queijo também estava...
Postado no blog Bento-vai-pra-dentro




Crônica diária

Todo ponto de partida é um sonho. Foi um sonho que tive na noite de 17 para 18 de Junho na cidade de Berlim. Sonhei que as pessoas, todas, um dia na vida, acordavam e ao sentarem-se para levantar tinham um ponto escuro como uma pinta na nuca, logo no início da coluna. Esse era o "sinal". Era o ponto de partida. E nesse dia, nesse exato instante todas as pessoas tinham um sonho a ser realizado. Esse era o "sinal".  Eu acordei e anotei o nome da "coisa": " PONTO DE PARTIDA". Como em quase todos os sonhos as informações eram difusas. Pouco claras. Produto da nossa imaginação. Vou tentar anotar e relatar os meus " Pontos de Partida". Vou tentar despertar nos meus leitores os seus pontos. Todos, um dia, acordamos com essa marca escura, redonda, do tamanho de uma pinta grande na altura da nuca, início da coluna. É um ponto de partida. É um sinal. É um sonho.
Berlim, 18 de Junho de 2013
Postado há por

Cabeçalho rotativo


Varal em Lisboa

Foto Paula Canto

28.6.13

VIAGEM a Lisboa e Berlim 6º

 A alegre visita ao Palácio da Ajuda, com a Exposição de Joana Vasconcelos, pelos  blogueiros que em seguida jantariam juntos com outros tantos, para o lançamento do livro MANJAR BRANCO e UM NOVO CASO em Portugal. Na foto Paulinha, João Menéres, Fernanda, Graça e Jorge Pinheiro.
 Como já dissemos no post de ontem, a artista Joana Vasconcelos instalou obras de acordo com os temas de cada sala do Palácio.




 Carrinho de manicure

 Trança com cabelo natural no cordão de isolamento em um corredor.

Amanhã tem mais obras da Exposição de Joana Vasconcelos

DAVID FAVROD - Fotógrafo

Crônica diária

 Maria Luiza Couto, revisora do meu livro " O Último Blog", escreveu sobre o hábito de ler deitada em rede ou sofás,  de preferência depois do almoço, e dar umas cochiladas entre uma leitura e outra, finalmente encontrou uma palavra para definir tal situação: dormiler, de autoria, segundo ela da Bernadete Abaurre, que publicou uma ilustração informando que tal definição era de Maria Eduarda Cardoso, 69 anos. Não importa quem inventou. Daquiparafrente esse termo estará sendo usado e seu "inventor", ou seria " autor"? não será mais mencionado. Vezenquando ( como escreveu o Caio Fernando Abreu ) eu também dou minhas "dormidilinhas" entre um parágrafo e outro, não por conta do desinteresse da leitura, mas pelo fato de que ler depois do almoço é duro mesmo. É hora do DORMILER e estamos combinados. Só não vale babar pelos cantos da boca.
 
Postado por

GLORIA

A minha neta com vestido lisboeta, urso de Berlim e G pintado por ela. Foto Guilherme

27.6.13

VIAGEM a Lisboa e Berlim 6º

 O autor deste blog, João Menéres, Graça e Jorge Pinheiro, na entrada da Exposição de Joana Vasconcelos
 A artista se apropriou de cada sala do Palácio da Ajuda e criou peças que dialogavam com o ambiente


 João e Jorge fotografando  a exposição
 Jorge e João
 Paula Canto na exposição. João Menéres fotografou a obra ao fundo




Uma instalação  com ferros de passar roupa. Interessantíssima. Tem movimento. Em duas versões. Vermelha e verde.
Amanhã continua a visita à Exposição de Joana Vasconcelos

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )