28.2.13

Bill Gekas fotógrafo



O fotógrafo australiano Bill Gekas usou sua filha de cinco anos como modelo em imagens que se inspiram em pinturas de artistas como Rembrandt, Rubens e Caravaggio. De acordo com o "Daily Mail", a garota chama-se Athena e participa de trabalhos em que o pai manipula luz e sombra para evocar a obra de mestres do barroco holandês, flamengo e italiano. Em seu site, Gekas posta uma série de retratos "estrelados" pela garotinha, que surge vestida em trajes de época. Veja abaixo alguns dos trabalhos. Clique aqui para visitar o site de Bill Gekas.

ILUSTRADOR

ESCREVER

Escrever, para mim, é um ato que preenche várias finalidades. Em primeiro lugar, é uma forma de organizar o mundo, de dar sentido às coisas, através daquela progressão lógica: princípio, meio, fim. Em segundo lugar, é um grande meio de comunicação com nossos semelhantes. A palavra escrita é um território que partilhamos em silêncio, em amável cumplicidade.

Moacyr Scliar
Enviado por José Luiz Fernandes

Crônica diária

Já me questionaram, eu já questionei algumas vezes, nunca obtivemos respostas satisfatórias: "Quem e como inventam as piadas?". Mas esta aconteceu de verdade comigo: fui a uma padaria de um supermercado e pedi para a balconista: " Uma duzia e meia". Ela ficou me olhando paralisada como se eu tivesse falado em grego. Diante do espanto da menina, repeti: " Uma dúzia e meia de pãezinhos". Ela sem esboçar nenhuma expressão  virou-se, pegou um saquinho, colocou doze pães, fechou, colocou na balança, etiquetou,  e me entregou. Perguntei pela "meia", e ela prontamente respondeu: " Meia a gente não vende não senhor. Aqui só pão". Pronto, ela acabara de inventar uma piada. 
 
Posted  by

27.2.13

Almoço na PIACABA

 O escritor e meu amigo MAURO CASTRO veio almoçar na Piacaba, onde estreamos um jogo americano que ganhamos de presente da Gilda. Na segunda imagem o casal Gilda, Mauro e filha Bruna.
Uma visita regada a literatura do começo ao fim. (Fotos da Bruna e E.P.L.)

Comentários que valem um post

Américo Picanço Continuas com a leveza na pena ao deslizá-la sobre o papel. Bem dito...
**************************************

LEITORES DO POEMANDO

Eduardo,
Estou gostando do teu livro. Sempre abro de novo em algum poema, para tentar memorizá-lo.Lindo prefácio e bela apresentação, adorei o poema do jumengar.
Obrigado pela indicação do blog do Varal.
Abraço do
Dan Fialdini

Crônica diária

Ganhei, no meu aniversário ( aliás, foi o único presente...!!! ) um livro de ensaios, da minha amiga Heloisa Eugenia Levy Villela  ( ou, simplesmente, Kitinha para os íntimos), do jornalista americano Jonathan Franzen que entre os muitos capítulos, o de número 4, " O cérebro do meu pai", me levou aos soluços. Esta certo que me emociono com facilidade, mas dessa forma, fazia tempo que não chegava. Ele trata da morte do pai. Nada mais natural que pais morram antes dos filhos. E todos nós pais, tivemos um pai que sofreu com a morte do seu. Essa é a ordem natural das coisas. Eu me emocionei pensando no sofrimento que vou causar aos meus filhos. E o Guilherme, meu filho vai causar à Glória, minha neta, e assim sucessivamente. Mas por que sofremos tanto com uma coisa natural? É por puro egoísmo. Sofremos pelas nossas perdas, e a morte de nossos pais é uma perda suprema. É a perda de nossa mais próxima origem. Fico triste de saber que estou condenado a causar essa tristeza. Triste por saber que todo filho passará ou passou por isso. E não podemos evitar. Assim caminha a humanidade.

Enquanto isso, em Lisboa (Alfama)

Enviado por José Luiz Fernandes, que não sei se referia ao estendal ou as "Pichas Murchas" !
( Foto de autor desconhecido )

26.2.13

Arte e Droga

Comentários que valem um post

Li Ferreira Nhan deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Leitores do LIVRO":

A Luisa escreveu bem; "um livro, onde a alma das gentes do mundo da blogosfera pairava em discurso direto!"

Postado por Li Ferreira Nhan no blog . em segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013
*****************************************************************
João Menéres deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Cabeçalho rotativo":

Nada mais correcto do que leio no cabeçalho de hoje :


A DIFERENÇA ENTRE UM ESCRITOR E UM BOM ESCRITOR, É QUE DO PRIMEIRO SÓ COSEGUIMOS LER SOBRE O QUE GOSTAMOS, E DO BOM ESCRITOR GOSTAMOS DE LER TUDO COMO ESCREVE

EDUARDO P. L.

Postado por João Menéres no blog . em segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

********************************************************************************
 Li Ferreira Nhan deixou um novo comentário sobre a sua postagem "CANDIDATOS NA RUA":

Li a tua crônica Edu mas não ia comentar.
Estou tentando parar de pensar/falar sobre política.
Mas então vi a Labels, e taí o motivo do meu silêncio: a Labels é Brochante!

Postado por Li Ferreira Nhan no blog O ÚLTIMO BLOG em 25 de fevereiro de 2013
******** 

Cabeçalho rotativo


Crônica diária

CANDIDATOS NA RUA

A semana que passou foi pautada pelo lançamento da campanha presidencial dois anos antes das eleições. O PT querendo marcar posição com sua candidata Dilma, e o PSDB, timidamente, como tem feito oposição ao governo, apostando no Aécio Neves, seu futuro presidente. No seu partido não há unanimidade. Serra e o Governador de São Paulo, Geraldo Alkmin, ainda relutam em aceitar o mineiro como candidato do partido. Querem prévias. Fernando Henrique não comanda o PSDB com a mesma força que o Lula faz com o PT. Mas isso não importa muito dois anos antes do pleito. O que é incompreensível é a falta de sintonia com o eleitor, o distanciamento dos tucanos com o povo. Apontar 13 erros dos governos do PT não anulam os vários acertos. Os acertos falam alto no bolso de grande massa da população mais pobre. Os 13 erros nem são compreendidos por ela. O discurso do Aécio mostra que o PSDB já perdeu as eleições no lançamento de sua campanha. Dois anos antes. O PT ganhou? Espero que não. Torço para que gente nova, gente jovem, gente com olhar para o futuro e não para o passado, possa vencer as eleições e dar uma nova cara e rumo aos destinos do país. Utopia? Não, há uma possibilidade real do Governador de Pernambuco, Eduardo Campos fazer esse papel. O tempo dirá!

Posted by Eduardo P.L. no blog www.elunardelli.blogspot.com.br

A HISTÓRIA DO PLÁGIO

Luiz Schwarcz

Scliar e o felino

Por Luiz Schwarcz
 Detalhe da capa de Max e os felinos,
Poucos dias após o livro A vida de Pi ganhar o Booker Prize — o prêmio literário mais prestigioso do Reino Unido e um dos mais sérios e bem organizados do mundo —, um escândalo veio à tona, através de uma matéria publicada no Guardian. O jornal inglês foi o primeiro a notar que A vida de Pi tinha uma trama idêntica a Max e os felinos, de Moacyr Scliar. O prêmio já tinha suscitado certa polêmica por conta do livro ser bem menos erudito e literário do que os tradicionais vencedores, mas essa nova acusação chegou à minha porta.
Embora o livro original não tenha sido publicado pela Companhia das Letras, Scliar vinha editando seus trabalhos conosco e me ligou indignado:
— Temos que fazer alguma coisa, tchê. Isso é plágio, Luiz. Vamos acionar advogados, uma coisa como essa não pode acontecer.
Eu falava constantemente com Scliar, como os leitores deste blog sabem — ele foi dos grandes amigos que tive, desde o início da minha carreira profissional.
— Calma, Moacyr, vou me aconselhar com advogados e ver o que é possível.
Enquanto buscava me inteirar do caso, a polêmica fervia. Indelicadamente, Yann Martel, o autor do livro premiado, declarava não ter lido o livro de Scliar, mas apenas uma resenha negativa de John Updike publicada no New York Times, o que o fizera pensar mais ou menos o seguinte: “Que boa ideia mal aproveitada. E se ela fosse retrabalhada por um escritor com o meu talento?”. Scliar nunca fora resenhado por Updike. As declarações de Martel caíam cada vez pior.
A indignação de Moacyr só aumentava. A fumaça também. O New York Times resolveu cobrir o episódio, e em suas páginas dava valor ao talento de Scliar. Foi o suficiente para que meu telefone começasse a tocar, com chamados de duas agências importantes dos Estados Unidos querendo representar mundialmente a obra do nosso grande escritor.
Liguei para Moacyr com essas informações.
— Amigo, a ICM e outras agências querem te representar nos Estados Unidos. Apesar de tudo isso ter surgido através de um episódio lamentável, é uma grande oportunidade. Você tem que aproveitar.
Enquanto isso, os advogados diziam ser impossível mover um processo com base na apropriação de uma ideia, além do custo de uma causa internacional como esta ser altíssimo.
Meu telefone continuava a tocar, e desta vez não eram agentes mas o editor de Martel, Jamie Byng, da Canongate, querendo minha mediação no caso. Jamie é um editor de grande energia, uma figura ímpar no mundo editorial por seu empreendedorismo e criatividade. DJ nas horas vagas, organiza festas famosas durante as feiras de livros, nas quais ele mesmo assume o comando musical.
No telefone ele garantia a boa fé de Martel e me pedia, em conjunto com o autor, que alcançássemos uma solução pacífica. Dar conta da polêmica literária sobre a premiação já era o suficiente para os dois.
Convenci Moacyr de que o processo seria inviável e propus que Martel desse uma entrevista valorizando a obra do brasileiro e se retratando das declarações infelizes. Moacyr, por seu lado, daria declarações dizendo que não moveria processo algum. O leitor do blog pode acessar as matérias publicadas na ocasião pelo Estado e pela Folha.
Ao assistir As aventuras de Pi no cinema agora, não pude deixar de sentir um gosto amargo, além das saudades do grande amigo que partiu.
Infelizmente, seguindo seu caráter superdevotado aos amigos, Scliar não aceitou as propostas das grandes agências que queriam promovê-lo. Se manteve fiel ao agente literário que o representava, que prometeu tirar algum proveito da polêmica e recolocar as obras de Moacyr no mercado de língua inglesa e na Europa — promessa não cumprida. E enquanto o romance de Yann Martel ganhou as telas numa megaprodução, o mundo continua merecendo conhecer melhor os livros de um dos maiores escritores brasileiros do século XX.

* * * * *

Luiz Schwarcz é editor da Companhia das Letras

25.2.13

PINTURA

tumblr

Leitores do LIVRO

 
Arranjo de letras, de extrema sensibilidade e bom gosto!


Olá, boa tarde (uma tarde lusa, num inverno carregado de frio e neve)!

Li há dias um livro, onde a alma das gentes do mundo da blogosfera pairava em discurso direto!
Li de supetão todas a frases, engoli todas as letras e digeri todas as diretas lançadas ao povo que corre e abraça este nosso/vosso mundo!
São elos de ligação que nos unem e separam! São palavras de coração que nos aproximam e afastam! São olhares de perto de um ser que se mostra genuinamente culto e desprendido de banalidades!

Muito, muito obrigada pela compilação de pensamentos sobre o  mundo que nos apresentou como seres curiosos e aventureiros num mundo de portas abertas para o conhecimento do desconhecido!
Fui surpreendida, estes dias, por mais um nobre presente vindo da Boavista! Só poderia ser do estimadíssimo amigo João Menéres.
Este blogueiro de quem tanto gosto, tornou-se um amigo especial, uma pessoa de quem gosto muito e a quem ligo volta e meia só para confirmar, pelo tom de voz, o estado em que se encontra. Maravilhas da blogosfera? Uma das maravilhas foi conhecer-vos!

Mil beijinhos de parabéns,

Luísa Vilaça

Comentários que valem um post

Li Ferreira Nhan deixou um novo comentário sobre a sua postagem "BENTO XVI, o Papa brincalhão":

Talvez, por não ser italiano, sai de cena e deixa parte da sujeira escondida sob o tapete do Vaticano a mostra. Já, se o Vaticano fosse na Alemanha...
Será que esta se divertindo? Ele é muito antipático até pra isso.
Logo ele celebrará a sua última Hora do Angelus. A última celebrada por um papa consciente da importância e do peso que essa celebração terá; é fato único!
Qual será a mensagem do azedo.
Vou assistir em transmissão direta, e depois vou esperar a fumaça, o novo papa... Quem sabe é latino.
E se for Argentino? Evita será canonizada e a Iglesia Maradoniana finalmente será reconhecida! Aí, certamente estarei lá, de corpo e alma, ao vivo, em Roma, no Vaticano para a "segunda páscoa" em 22 de junho* !
;))

(*data do gol do Maradona feito com la mano de Dios)

Postado por Li Ferreira Nhan no blog O ÚLTIMO BLOG em 24 de fevereiro de 2013
**********************************************************************************
 João Menéres deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Cabeçalho Rotativo":

Confirmo :
O JORGE escreve como um bom Porto se bebe !


Postado por João Menéres no blog . em domingo, 24 de fevereiro de 2013
***************************************************************************

Cabeçalho rotativo


24.2.13

ARTE

tumbler

LEITORES DO POEMANDO [ anotações & conchavos ]

 
Wania Victoria Bom dia, Eduardo! Primeiro, vim te ler (já fazes parte e parte boa do meu café da manhã); segundo, tive que ligar (a "moça" é, literalmente, diferenciada...rsrs) e terceiro, passei para agradecer o teu POEMANDO que já chegou por aqui! Amigo querido, obrigada pela consideração e pela amizade, quanta responsabilidade a minha prefaciar teu livro, verdadeiramente "tremi na base"! O resultado final ficou ótimo e o conteúdo poético, saboroso! Bjs e sucesso sempre!

Comentarios que valem um post

Dona Sra. Urtigão deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Crônica diária":

Ontem fui levar meus netinhos à praia, lugar tanquilo, duas dezenas de carros estacionados bem pertinho, porem ocultos da visão por uma pequena duna. Quando volto, o carro totalmente revirado. Nem iria dar queixa, quando me lembrei, durante o sono ( ? ! ? ) de dois blocos de receituário de medicamentos controlados, ocultos sob um banco, em uma pastinha, corro lá, sumiram. Tenho que ir enfrentar delegacia, arrastando as duas crianças, pois seus pais estão viajando a trabalho...
Postado por Dona Sra. Urtigão no blog . em sábado, 23 de fevereiro de 2013
 *******************************************************

Eduardo Penteado Lunardelli A bem da verdade é preciso dizer que o atendimento mecânico é mais confiável do que o humano, pelo menos na Sky. O aparelho descodificador que trocaram não funcionou. Fiquei 24 horas sem sinal. Tive pessoalmente que entrar em contato com o técnico, que não foi avisado pela empresa ( Sky ) e que voltou para trocar pela segunda vez o equipamento. O impressionante é que em 24 horas o mesmo descodificador diminuiu de tanho, passando dos 26 x 18 cm para pouco mais do que um maço de cigarros! É a tecnologia assombrosa que supera nossas expectativas. O que não acompanha é a parte humana do processo. Essa ainda esta no tempo das cavernas. Pelo menos aqui em Santa Catarina.
No Facebook 
**************************************************
 Olavo Moraes Barros Neto PASSADA AS EMOÇÕES PELO REENCONTRO, CONTROLADA A ANSIEDADE EM PARTICIPAR. VOLTO AO CULTIVO DAS ¨SEMENTINHAS¨ QUE JÁ QUASE ¨ARBUSTOS¨ CRESCEM FERTILIZADAS PELO SEU TALENTO. ABRAÇOS...
No Facebook 
O Pirilampo aqui
*********************************************

Cabeçalho Rotativo

João Menéres deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Comentários que valem um post":

Grande ( em categoria ) o cabeçalho de hoje !  

Postado por João Menéres no blog . em sábado, 23 de fevereiro de 2013

23.2.13

GEORGE

George

HUMOR

tumblr

Crônica diária

JÁ VEM TARDE
Futebol já foi definido como aquele jogo de 20 cretinos, vestidos de "bambinos", que correm atrás de uma bolinha, onde só 2, que não fazem nada o tempo todo, e ainda por cima pegam a bola com a mão. Por que não dão logo uma bola para cada um? Ah, ainda tem um cara com apito na boca, fazendo gestos do cinema mudo, e de quando em quando chamado, pelo público de torcedores, de "viado" ou "filho da puta". É unanimidade nacional: "Juiz de futebol é ladrão". Demorou muito para a Fifa, órgão conservador, comandado por cartolas, admitir que há muito tempo existe novas tecnologias para aliviar a barra dos juízes de futebol. Finalmente as bolas vão ter um chips, e o juiz saberá, com certeza absoluta, se foi ou não gol. Antes tarde do que nunca.

Posted by Eduardo P.L.

Cabeçalho Rotativo


Comentários que valem um post

Jose Edgard Cunha Bueno GRANDE EDITOR DO PIRILAMPO...E SEMPRE DIZENDO A VERDADE CURTO E GROSSO QUANDO PRECISA OBRIGADO POR SER MEU AMIGO DE LONGA DATA!!! ABRAÇO SAUDOSO (VAI AQUI EM SEU RESPEITO) ASSINADO TWO TWO TWO...!!!
*******************************************
 
expressodalinha deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Crônica diária":

Escrever é um vício. Escrever bem, uma arte.

Postado por expressodalinha no blog . em sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

******************************************************************************

22.2.13

PRAGA por Milton Ribeiro

A estátua de Kafka na entrada do bairro judeu.
Foto de Milton Ribeiro.
Vejam interessante reportagem de sua viagem europeia AQUI

QUEM PODE AJUDAR UM CHAPA ?

 Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "CHAPA de JANEIRO de 2013":

oi meu nome wellington moro na cidade de embu das arte mas ta rum de trabalha de chapa pq vc pode mim ajuda meu telefone [011]964902087
Postado por Anônimo no blog CHAPA em 21 fevereiro, 2013 
Para quem não sabe, tenho, entre outros muitos blogs, um que mostra imagens de CHAPA pelo Brasil. Respondi a estudantes que fizeram tese sobre CHAPA, dei entrevista, várias vezes, a jornais e revista sobre meu blog e sobre o assunto, mas é a primeira vez que recebo pedido de ajuda de um Chapa. 
O que fazer?

Comentários sobre os GRUNHIDOS de Rui Silvares

 SOBRE O POST DO RUI SILVARES AQUI
Eduardo P.L. disse...
Maravilha de crônica!
10:45 AM
Eliminar
Blogger rui sousa disse...
Eu colocaria a pergunta de outra forma: será que a arte antigamente tinha uma plateia maior e mais educada para lhe dedicar o tal "consciente espirito critico" ? Ou será o eterno problema das nossas expectativas?
6:09 PM
Blogger Eduardo P.L. disse...
Rui Souza,

eu não tenho dúvida de que ouve, com o passar do tempo, perda significativa de qualidade da educação das plateias. Não podemos, nem devemos, ter as mesmas expectativas.
11:09 AM
Eliminar
Blogger Silvares disse...
Eduardo, grato pelo elogio (até corei :-)

Rui, a questão não está relacionada com a plateia que se acomoda para admirar a criação artística; a questão coloca-se com todos os que nem sequer entram para assistir ao espectáculo e se limitam a andar por aí, na rua, em casa, nos locais de trabalho. Cada vez são mais os que reduzem a sua capacidade de expressão individual e, quando abrem a boca, nem sequer se surpreendem com o ruído que produzem...
3:12 PM
Blogger rui sousa disse...
Rui, eu quando falei em plateia também estava a incluir os que nem sequer entram. Posso estar enganado mas eu acho que ao longo dos anos a arte, a criação e a reflexão foram sempre “usadas” por uma minoria e parece-me que continuará a ser assim no futuro. A maioria das pessoas não está para aí virada e não sei se há volta a dar à coisa ( ou sequer se teremos que dar volta à coisa ). Desde a revolução industrial que criámos todos a expectativa que a modernidade significaria evolução na espécie humana, mas a verdade é que o tempo passa e as percentagens de boçalidade não devem ser muito diferentes, hoje, do que foram no passado ( e provavelmente do que serão também no futuro ). Depois há outra questão que é ainda mais controversa que é saber se é bom ou mau para as sociedades haver mais ou menos boçalidade/ brejeirice. Eu tenho uma resposta para mim. Eu prefiro viver num meio mais sofisticado ( desculpem a sinceridade ) do que no meio da brejeirice, mas ainda não percebi se isso faz de mim uma pessoa melhor ou pior. Conheço muitas pessoas básicas com um grande coração e pelo contrário tb conheço pessoas com grandes capacidades ( a todos os níveis ) e são umas verdadeiras bestas quadradas.
Em relação ao que o Eduardo diz, eu tenho dúvidas de que houve realmente perda da qualidade das nossas plateias. Mas é apenas a minha percepção. Também concordo que não devemos ter as mesmas expectativas, mas não tanto para chegarmos a algum lado mas mais para passar melhor o tempo durante a caminha que cada um escolheu fazer.
4:13 PM
Blogger Silvares disse...
Rui, o nível e grau de educação ou escolaridade não fazem de nós melhores nem piores, contribuem para sermos exactamente aquilo que somos. Ser boçal ou refinado não melhora obrigatoriamente a qualidade dos nossos sentimentos. O que eu queria salientar com este post tem a ver com a qualidade da comunicação contribuir para podermos expressar aquilo que nos vai na alma. A redução evidente dessa capacidade contribui, parece-me, para dificultar a comunicação empobrecendo o modo como nos relacionamos uns com os outros, sejamos nós doutores, artistas plásticos ou coveiros, amantes da ópera ou de hip-hop, altos, baixos, magros ou gordos. Parece-me haver, a este nível, uma evidente regressão nos tempos que correm. Mas posso estar enganado.
6:12 PM
Blogger rui sousa disse...
Sim, de facto é tudo uma questão da forma como cada um percepciona o mundo. O que eu acho é que hoje qualquer pessoas pode comunicar por escrito através destas tecnologias e antigamente só escrevia quem sabia escrever, e esses eram mesmo uma minoria e normalmente escreviam bem.

LEITOR do POEMANDO [ anotações & conchavos ]

 Pai,

gostei muito no novo livro, em particular das páginas, 51 e 69.

A diagramação e qualidade estão muito boas, parabéns!

Bjs.
 
Guilherme Lunardelli

ISRAEL KISLNANSKY


Comentários que valem um post

Solange A. Reginaldo Lemos com muio prazer, o Ricardo adora suas cronicas pois falam a mais pura verdade do cotidiano, não tem ilusões, fantasias, você é o melhor cronista que conheci pessoalmente, e olha que conheci o Fernando Sabino.
**************************************************

Crônica diária

O PRAZER DE ESCREVER E SER LIDO

Sempre escrevi para que alguém lesse. As primeiras redações no colégio a professora lia. Lia era o nome da primeira namorada, e para ela escrevia cartas de amor. Depois escrevi no jornalzinho do colégio. Escrevi opúsculos no tempo das campanhas políticas estudantis. Escrevi relatórios, alguns discursos, e muitas crônicas nos meus blogs. Nos blogs tinha muito poucos leitores. Mentia dizendo não ligar. " Escrevo por prazer, e para mim, mesmo". Mentira deslavada. Quem escreve espera ser lido. Lido, ainda que de retorno, só tenha um CURTI. Não importa. O gratificante é que hoje tenho mais leitores do que ontem, e espero mantê-los por muito tempo. Tem até quem me anda chamando de "meu ídolo", e de "meu mestre". Longe disso, quero ser apenas um cronista do dia a dia, como foram meus ídolos: Rubem Braga, Luiz Martins, Fernando Sabino, esses sim, mestres da crônica cotidiana.

Posted by Eduardo P.L. no blog www.elunardelli.blogspot.com.br

21.2.13

Arte em Praga

... o púbis é móvel, permitindo ao cidadão balançar seu membro de um lado para outro.
 Fiquei interessado.
Milton Ribeiro em Praga

Leitores do POEMA [entre chaves]

 João Menéres deixou um novo comentário sobre a sua postagem "CAMILO A. TRIANA, caricaturista":

       POEMA
[entre chaves]
não tem a caricatura do autor...e que óptimo caricaturista é o CAMILO TRIANA. Estive a apreciar o portfolio dele. Muito premiado. Os meus parabéns.

Postado por João Menéres no blog . em terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Crônica diária

Um blog contra CUBA ( Yoani Sanchez )

" A revista VEJA apontou plano de espionagem e desmoralização de Yoani Sanchez." Parece que estamos ainda na década de 60/70, do século passado. Que antiguinho! Cuba e suas embaixadas continuam os mesmos. O mundo mudou, o comunismo acabou, a Rússia patrocinadora do regime de Cuba, hoje é um país capitalista com todos os seus defeitos e qualidades. Cuba não se deu conta que esta fora do mapa geopolítico mundial. Uma ilha pobre, sem nenhuma importância. Mas continua a gastar energia fazendo esforços para desacreditar uma simples blogueira. Seu blog, é proibida em sua terra natal. A falta de liberdade, perseguição, prisão, e ameaças nunca a calaram. A verdade esta com ela, e não há embaixador, nem meia dúzia de comunistas brasileiros, que possam desacreditar essa moça. Ao contrário, a cada manobra infantil dessas, a popularidade e fama de YOANI SANCHEZ cresce e sua pessoa ganha credibilidade e simpatia. O regime caduco do Fidel esta construindo uma adversária capaz de promover uma nova e saudável revolução em Cuba. Viva os blogs, viva a liberdade, viva Yoani Sanchez.
Posted by Eduardo P.L. no blog www.elunardelli.blogspot.com.br

Comentários que valem um post

Gaspar de Jesus deixou um novo comentário sobre a sua postagem "RUI SILVARES : GRUNHIDOS":

Grande verdade Silvares, grande verdade...!!! Vimos sentindo isso de alguns anos a esta parte. A maioria dos jovens deixaram de articular frases, preferem comunicar entre eles de uma forma resumida (leia-se preguiçosa ) que resultará necessariamente numa perda de cultura geral.
G.J.

Postado por Gaspar de Jesus no blog . em quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013
*****************************************************************************

CABEÇALHO Rotativo


20.2.13

MILTON RIBEIRO em Londres

 No início (ou no final) da Oxford Street há uma bela, enorme e curiosa cabeça de cavalo.
Foto de Milton Ribeiro no seu blog.

RUI SILVARES : GRUNHIDOS

Grunhidos

 
Cada vez mais nos fazemos entender por grunhidos. O nível de linguagem utilizado na comunicação vai descendo, descendo, descendo, até se perceber que não há fundo onde possa bater, apenas um poço que parece não ter fundo, uma queda infinita, asas que vão perdendo as penas, uma morte que nunca chega a morrer-se.

"Like", "iá", "tipo", "coiso", "giro", as palavras perdem densidade, perdem conteúdo, o significado reduz-se a quase nada (ou mesmo a nada, absolutamente). A comunicação é cada vez menos verbal, a imagem substitui o verbo, mas, ainda assim, é uma imagem fugaz, um lampejo, uma luz cintilante que se perde imediatamente nas trevas do grunhido animalesco. Não vemos, olhamos apenas para saber se "like" (quase sempre) ou se "don't like" (uma raridade).

Os grunhidos visuais ocupam o horizonte estético e fazem perigar o entendimento do ético. A arte visual balança na ignorância dos olhares destituídos de um verdadeiro e consciente espírito crítico. Vivemos a barbárie.

Quando grunhirmos, apenas, os porcos terão triunfado!


Comentários que valem um post

 "E.P.L." Continua sendo meu ídolo!!!
No Facebook
*****************************************

Cabeçalho Rotativo


19.2.13

CONCLAVE

 (óleo, 79 x 99cm, data 1895)
 HENRI ADOLPHE LAISSEMENT (1854-1921)
Enviado por José Luiz Fernandes

Comentários que valem um post

 José Luiz deixou um novo comentário sobre a sua postagem "(Des)acordo":

É profundamente lamentável que o idioma português permaneça distante de níveis de uniformização ortográfica como os já alcançados, em todo o mundo, em idiomas como o inglês, o francês e o espanhol.

Postado por José Luiz no blog . em segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013
**********************************************************************************
 Li Ferreira Nhan deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Comentários que valem um post":

Mas a riqueza esta na multiplicidade, na diversidade.
É tão fascinante ver as várias formas da escrita da nossa língua.
Sem dúvida isso é um desacordo!
Mania essa de querer unir tudo. Olha só a Europa!


Postado por Li Ferreira Nhan no blog . em segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013
****************************************************************************************

Olá Eduardo,
Elianne Abreu marcou você em uma publicação.

Elianne Abreu escreveu: "Eduardo, infelizmente somos reféns dos bandidos. Não se pode usar joia, relógio- a não ser descartável, vestir-se com elegância- pois fica com cara de 'madame'. Já passei por isso- uma vez roubaram minha aliança de ouro de 'casamento'. Estava com outra de valor sentimental maior até- que um amigo me dera. Nunca mais uso joias, a não ser se for a uma festa segura.
A polícia é conivente. E madame reclamando que roubaram a bicicleta para ele é nada. Um primo meu teve 4 bicicletas roubadas no Leblon- ia p a escola pedalando- a primeira era cara, as outras, não.
Um abraço no casal, vc e Paula- é assustador ser assaltado/a."

****************************************************

MYRA LANDAU

"Espantando a depressão"

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )