31.5.12

Michelle Ramin



Thanks to Michelle Ramin for emailing us some her recent paintings. Michelle will be displaying her work as part of SFAI's MFA graduate show running this weekend and opening Friday, May 11th at the Pheonix Hotel here in San Francisco.
"The MFA Graduate Exhibition is one of the most exciting times for SFAI’s Graduate Program, when we see in one place the manifestation of two years of labor, sacrifice, and commitment by a new generation of artists ready to contribute to the landscape of contemporary art and culture," says Tony Labat, Director of MFA Programs. "The Bay Area has always been at the forefront of artists and curators seeking alternative spaces for exhibition and production, and this exhibition continues that important tradition." -Details (scroll down)

POETANDO



[Destampou o tempo
Não estancou 
nunca mais]

Eduardo P. Lunardelli

Comentários que valem um post

Professora deixou um novo comentário sobre a sua postagem "IMPOSSÍVEL UMA COISA NÃO LEVAR A OUTRA VIII":

Interessante ver que ainda se lembra de uma “tal” professora que fez um alarde no seu Varal devido a um comentário digamos um pouco além do comum comparado aos dos seus assíduos leitores e que foi achincalhada como um cão vadio por sua tribo, menos pelo dono do espaço que até encarou a crítica com mais simpatia e não como um desafio ou ofensa.
Vejamos agora se, um dos seus fieis escudeiros que fez uma crítica referente a momentos de erotização de sua página, receberá o mesmo tratamento.
Gostei da postagem sobre a intrigante pintura do pintor sul-africano Brett Murray que apresentou o presidente Jacob Zuma com um enorme e apetitoso “fallus”de boas proporções. Será que a obra da “Lança” foi danificada por ter sido representada à maneira de Vladimir Lenin? 


Postado por Professora no blog . em quarta-feira, 30 de maio de 2012
***********************
 Selena Sartorelo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Cabeçalho ROTATIVO":

Repito aqui o que já disse por lá...Myra, minha amiga querida. Digo isso com tanta proximidade. Com tanta sinceridade que me espanta o sentimento dessa virtual realidade. Teu varal representa o que chamo de arte. Arte de sentir e expressar o genuino talento que tem. Feliz por ter a honra de conhecer você. Uma Senhora do mundo. Beijos e parabéns...você foi e é especial nesse mundinho. E é fundamental nisso que chamamos universo real. A vida.

Um imenso beijo amigo.


Postado por Selena Sartorelo no blog . em quarta-feira, 30 de maio de 2012
**************************

Vestida na CADEIRA

tumblr

CABEÇALHO Rotativo


30.5.12

MEU RETRATO NO VARAL - Jorge Pinheiro 2ª dose

MEU RETRATO NO VARAL - Jorge Pinheiro 2ª dose

Rostos na praia


Fui andar na praia de Ibiraquera, e encontrei muitos rostos! Fotos: E.P.L.

IMPOSSÍVEL UMA COISA NÃO LEVAR A OUTRA VIII

Excluir
Blogger byTONHO disse...


O VARAL tá pior que a revista VEJA e com "megalomanias" à la revista Playboy, mas não chega a uma SEXY!

:o)
 >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

E OS COMENTÁRIO DE UMA TAL DE "PROFESSORA"
Impossível uma coisa não levar a outra! srsrs

Comentários que valem um post

    • Ronaldo Werneck Meu caro Lunardelli, que beleza a foto da Paula! Visto daí, com essa abertura, o mar de Santa Catarina é daqueles de ninguém botar controvérsias. Realmente, "uma coisa remete a outra". E por falar nisso, tem como você me enviar por email essa foto da Paula? Eu e Patrícia estamos ainda devendo a foto do varal. Aguarde. Beijabraços pra você 
      No FB

Vestida na CADEIRA

tumblr

Cabeçalho ROTATIVO


29.5.12

MEU RETRATO NO VARAL Peter Nidzgorski

Brett Murray, "THE SPEAR" - Jacob Zuma

 “The Spear”, uma tela do pintor sul-africano Brett Murray, recria um poster de 1967 do pintor russo Viktor Ivanov e devolve a iconografia aos tempos atuais, reencarnando a figura de Lenine na representação do presidente sul-africano Jacob Zuma.
Na exposição  inaugurada em Joanesburgo,  dia 10 de maio passado,  desencadeou-se  uma série interminável de interferências por parte do Congresso Nacional Africano, com vista à remoção de uma das obras presentes na Goodman Gallery.
 Zapiro, “President Zuma: Want respect? Earn it!”
cartoon, Sunday Times, 20.05.2012
 The Spear”, Brett Murray, 2011  /  “Lenine viveu,
Lenine está vivo, Lenine viverá!”, Viktor Ivanov, 1967
A mediatização dos genitais do líder africano não parece ter agradado à conjuntura e a tensão foi subindo de tom, até que  um professor universitário e um jovem não identificado irromperam pela galeria e atacaram – com uma trincha e duas latas de tinta – a obra expiatória.
A paródia assenta na imagética populista que caraterizou, no século passado, a propaganda do regime soviético. “Hail to the Thief II” reúne alguns dos últimos trabalhos de Brett Murray, articulando-os em jeito de metáforas subversivas sobre os excessos e o poder discricionário da elite dominante no país.
 A poligamia assumida do presidente Jacob Zuma serviu também de pretexto, cumulativamente, para a alegoria mordaz da composição e até da própria designação da obra – “The Spear” [A lança] –, de forma a realçar os aspetos anatómicos não negligenciáveis.
  Zuma casou-se seis vezes e mantém a coabitação com quatro esposas, tendo sido progenitor de 22 crianças geradas por uma dezena de mulheres. Acresce o facto de, em 2005, ter sido acusado de estupro por se ter envolvido de forma supostamente dissoluta com a filha de um correlegionário do ANC, sendo posteriormente absolvido.
 Fontes: aqui, aqui, aqui e aqui.
E principalmente AQUI

IMPOSSÍVEL UMA COISA NÃO REMETER À OUTRA VII

HÁ CONTROVÉRSIAS

Com foto de Paula Leite do Canto, RONALDO WERNECK em Ibiraquera, SC, quando de sua passagem por Florianópolis, para o lançamento do HÁ CONTROVÉRSIAS II. Essa sua MARCA REGISTRADA em coluna de Jornal em Cataguases, centenas de crônicas, e dois livros com esse título, torna impossível  uma coisa não remeter à outra!

CABEÇALHO Rotativo


Nu na cadeira

Xavier Serra de Rivera(Spanish, 1946 - ?)

CENTRO NACIONAL DE CULTURA




Centro Nacional de Cultura

Boa tarde Andreia Faria

 O Teatrão, companhia de teatro de Coimbra, acolhe em Coimbra a Mostra de Teatro de São Paulo, a partir de 29 de Maio e até 8 de Junho. Serão cinco espetáculos de cinco companhias de referencia da cidade de São Paulo.


 Desde o final dos anos noventa que o «teatro de grupo» de São Paulo se afirma diariamente como um dos movimentos mais ricos e multifacetados da criação artística contemporânea, cruzando o que se faz nas outras artes com as mais diversas escolas e influências teatrais e juntando a isto um empenho singular no debate público sobre os destinos do Brasil (e do mundo: afinal, São Paulo é uma das capitais mundiais do teatro).

Com o apoio da FUNARTE e da Embaixada do Brasil em Portugal e com a colaboração do FITEI, do TAGV e da Cena Lusófona, esta MOSTRA SÃO PALCO será a primeira de muitas.


 Em anexo enviamos programa de amostra com mais informações sobre os espetáculos. Esperamos contar com a vossa presença, assim como com a divulgação desta iniciativa junto dos vossos contactos e da vossa mailing list.

  Atenciosamente,

Claudia Pato

O Teatrão
Oficina Municipal do Teatro
 Rua Pedro Nunes, 3030-199 Coimbra
 Telef: 239 714 013
 Telm: 914 617 383
   www.oteatrao.com <http://oteatrao.blogspot.com/>
 www.oteatrao.blogspot.com <http://www.oteatrao.blogspot.com>
    geral@oteatrao.com  
Esta mensagem é enviada sob a nova legislação sobre correio Electrónico, Secção 301, Parágrafo a) (2) (c) Decreto S 1618, Título Terceiro aprovado pelo 105º Congresso Base das Normativas Internacionais sobre o SPAM.
 "Um e-mail não poderá ser considerado SPAM quando inclui uma forma de ser removido".
 Para remover o seu e-mail, devolva-nos uma mensagem para  producao@oteatrao.com <mailto:geral@oteatrao.com>  com a palavra "REMOVER"  na  linha de assunto.
  

Andreia Faria
t.961 371 760
_
aqfaria@gmail.com <mailto:aqfaria@gamil.com>
abidebela@gmail.com
_
Centro Nacional de Cultura
Núcleo do Porto
_
Palacete dos Viscondes de Balsemão
Praça de Carlos Alberto 71
4050-157 Porto

Enviado por João Menéres

28.5.12

MEU RETRATO NO VARAL - Myra Landau

 MEU RETRATO NO VARAL - Myra Landau

GUERRA E PAZ, Candido Portinari em São Paulo

 Em minha última estada em São Paulo, fui com meu filho Guilherme visitar no Memorial da América Latina a Exposição dos painéis de Candido Portinari: GUERRA e PAZ, que foram pintados na ONU em Nova York. (Depois desse gesto, perguntei ao Guilherme o por que? E ele me disse com a maior naturalidade: " Imitei um monumento do JK em brasília!". A força da arquitetura do Oscar Niemeyer torna impossível a dissociação à capital do país!)

Com projeto de Oscar Niemeyer este Memorial foi inaugurado em 1989 como se pode ler na placa acima!
 Primeiro da fila, em fotos de Guilherme Lunardelli
Exposição muito concorrida! GL
 Foto GL

 Foto Guilherme Lunardelli
 GL
 GL
 GL
 GL
E.P.L.

IMPOSSÍVEL UMA COISA NÃO REMETER À OUTRA VI

UMA POR DIA

QUASE
Fotos postadas por JORGE PINHEIRO no FB e no seu EXPRESSO DA LINHA
Impossível não associar uma coisa da outra!

Cabeçalho ROTATIVO


Nu no banco

Illustration: Erik Thor Sandberg

Comentarios que valem um post

Li Ferreira Nhan deixou um novo comentário sobre a sua postagem "VERMEER":

Nunca é demais o que se escreve s/ Vermeer. E é sempre um enorme prazer viajar no trabalho, na luz, no interior, no cotidiano, na intimidade e delicadeza da sua obra.
Essa eu não conhecia.
Como sempre um grande presente da dupla José Luiz Fernandes e Edu!
Obrigada aos dois!

Curiosamente essa semana achei (perdida na bagunça reinante das minhas coisas) uma antiga agenda do Metropolitan (NY) com obras s/ mulheres e lá tb havia um Vermeer.
Eu tinha feito uns rascunhos, desenhos, releituras dos quadros alí publicados.
Revendo os desenhos e os quadros conversamos (eu e o Gil) sobre o Vermeer. Uma delícia a prosa.


Postado por Li Ferreira Nhan no blog . em domingo, 27 de maio de 2012
****************************** 
  Maria de Fátima Gonçalves
Eduardo, a Maria José Mateus, minha irmã, pediu-me que lhe tramsitisse a mensagem  abaixo.Não sei se já a terá lido no FB. Eu tentei publicar na sua cronologia mas não consegui. Lembrei-me de a mandar por mail.
Abraço.
Mena
"Obrigada ao Eduardo Lunardelli pela caricatura :)) Considero uma honra figurar na sua lista de "vítimas" . No meu caso penso que "apanhou" bem o meu jeito de usar os óculos na ponta do nariz , um pouco tortos eh..eh.. e o espreitar por cima das lentes ... o cabelo desalinhado ... :)) Sem me conhecer , acho notável :)) Meus parabéns .
***********************

27.5.12

VERMEER


A característica mais notável de Vermeer é a qualidade da luz. (Théophile Thoré)
O pintor holandês Johannes van der Meer (ou Jan Vermeer) (1632 – 1675), embora tenha apenas 35 obras conhecidas, é tido como um dos grandes nomes da pintura holandesa. Apesar de ter pertencido ao século 17, só se tornou realmente reconhecido como um grande pintor em meados do século 19. É visto hoje como o segundo pintor holandês mais importante do século 17 (período conhecido por Idade de Ouro Holandesa, devido às importantes conquistas culturais e artísticas do país nessa época), ficando aquém apenas de Rembrandt, embora alguns digam que ele nunca usou a pintura profissionalmente, pintando apenas por prazer.
Entre as poucas coisas que se conhece sobre sua vida está o fato de que vivia com parcos rendimentos como comerciante de arte, e não pela venda dos seus quadros, sendo, muitas vezes, obrigado a pagar com quadros dívidas contraídas nas lojas de comida locais. Muitas vezes os quadros de Vermeer foram vendidos com a assinatura de outro artista para que pudessem alcançar um melhor valor.
Vermeer nasceu em Delft (cidade importante pela cerâmica produzida), numa família protestante, mas acabou convertendo-se ao catolicismo, religião de sua noiva Catharina Bolnes, que era de família rica. O casal teve 11 filhos (alguns dizem que foram 15) tendo que lidar com muitos problemas financeiros. Ele também foi comerciante e estalajadeiro. Após morrer muito pobre, a situação da família ficou tão desesperadora, que Catharina, atolada em dívidas, foi obrigada a pedir falência. E o pintor acabou sendo esquecido.
O artista holandês iniciou sua carreira com pinturas históricas, retratando temas bíblicos, passando depois para cenas da vida cotidiana, com as quais se tornou reconhecido. Sua obra destaca-se principalmente pela harmonia das cores, luz, textura, perspectiva e transparência, além de apresentar grande precisão na composição e na representação do espaço.
Vermeer gostava de pintar cenas simples do dia a dia, atestando que na pintura o tema é de importância secundária. À medida que foi amadurecendo, seu estilo foi se tornando mais suave e sutil. Possuía  incrível capacidade de criar formas e texturas em suas composições, através do uso de camadas e misturas de tintas e seus conhecidos pontos luminosos.
O pintor trabalhava com esmero os efeitos da luz, a ponto de se tornar muito abstrato em seus últimos anos de vida. Tanto é que o modo como trabalhava a luz e a sombra, acabou influenciando os pintores impressionistas. Vermeer retratava a luz natural com extrema beleza, de modo que suas composições pareciam refletir luz própria. Ele usava os famosos “pontillés” (pontinhos de tinta clara). Quanto mais distante estivesse o observador, mais persuasiva era a luz que eles pareciam emanar. Quando próximos, eram vistos como pontos espaçados. O artista tinha grande maestria no uso da luz e da sombra, utilizando poucas cores claras e brilhantes.
O historiador de arte Théophile Thoré (pseudônimo de W. Bürger), em 1866 fez um ensaio sobre Vermeer atribuindo-lhe 66 pinturas, número que acabou sendo reduzido por outros estudiosos em 35 a 40 obras, pois existem opiniões diversas quanto à autenticidade de alguns quadros. Mas, no início do século XX, apareceram rumores de que ainda existiriam quadros do pintor a serem descobertos.A cronologia da obra de Vermeer é complicada pelo fato de que apenas três pinturas são datadas: A Alcoviteira (1656, Dresden, Gemäldegalerie), O Astrônomo (1668, coleção particular) e O Geógrafo (1669, Frankfurt, Städelsches).
Após a sua descoberta no século XIX, Vermeer manteve-se sempre em alta, tendo sua vida e obra exercido grande influência sobre poetas, cineastas, escritores, pintores, etc. Apesar de pequena, sua obra ganhou a admiração dos artistas do passado e do presente, tais como Jean-François Millet, Gustave Coubert, Vincent van Gogh, Georges Seurat, Paul Cézanne, Edward Hopper, Piet Mondrian, René Magritte, Salvador Dali, Tom Hunter, etc. Os pintores surrealistas Salvador Dali e René Magritte ficaram fascinados pelos temas trabalhados por Vermeer, pelo modo meticuloso com que manuseava as tintas, pela claridade atmosférica e pela tranquilidade vistas nos seus interiores, além de sua pintura poética.
Fonte: PauloAfonso (site Alma Carioca)
(*)
Ficha técnica:
Título: Alegoria da Pintura
Data: 1666 – 1667
Técnica: óleo sobre tela
Dimensões: 120 × 100 cm
Localização: Kunsthistorisches Museum, Viena, Áustria
Enviado por José Luiz Fernandes

IMPOSSÍVEL UMA COISA NÃO REMETER À OUTRA V

PHES
ou
Porque hoje é sábado

Andressa Mendonça Cachoeira, a musa da CPI

 
 Todo sábado ( ou quase todo sábado )  Minton Ribeiro posta o seu já tradicional e esperado post,  que agrada muito aos marmanjos e cinéfilos de plantão. Mulheres lindas. 
Ontem foi dia de muitas fotos da musa da CPI do Cachoeira. Sua linda mulher.
Impossível lembrar que hoje é sábado sem lembrar dos posts do Milton Ribeiro.

ESCULTORES e MODÊLO

tumblr

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )