31.8.10

QUALQUER COISA PODE SER VISTA COM ARTE


(Above) Collection of 12 pressed steel children’s tricycle seats. Via Lost Found Art. Click for larger view.
(Above) Collection of 16 Balsa Wood Model Airplane Ribs, c. 1940-1950. Via Heir Antiques. Click for larger view. Depende de quem olha, e do olhar!
via

"Bienal, qui mané bienal!!!" - de Fernando Zanforlin


Intenção da mudança do espaço acionado por uma motivação e necessidade de uma expressão poética ( a pesquisa prevalece)


A causa de uma revolução determinada pelos limites da ação formada por informações transportadas e impregnadas pelas necessidades, gera uma expressão.
Nas expressões as ações se completam ocupando o espaço mental, primordialmente.
O desdobramento dos limites é relacional, delimitando outras ações, complementa a expressão, na maneira de compreender onde estão os limites, está à objetividade das ações primeiras.
Nas intenções claras, os limites se aproximam pela nitidez, nisso o relacional se amplia, tornando a expressão aberta e coesa.
No pensamento na utilização de idéias geradas por pesquisas, somos levados a acreditar que nossa capacidade de criar expressões poéticas consideradas num momento histórico ao qual pertencemos , há um significado intrínseco de qualidade.
No momento histórico, na escolha do aspecto crítico criam-se vertentes.
No consumo, nas mídias, nos mercados, os aspectos são todos apropriados, isso gera substanciais expressões negativas, sem valor, caracterizadas por um vanguardismo fraco.
Essa vanguarda é inócua não ultrapassa barreiras, mostram-se voláteis, com durabilidade efêmera, não marcam um pensamento harmônico, firmemente unido.
Somente criam uma disopia entre o artista e sua obra, tornam-se apenas obra “de um artista”, mostrando ineficácia do conjunto de princípios donde se deduzem conclusões errôneas entre si, sobre as quais se estabelece uma doutrina, uma opinião falsa . Assim há a disparidade entre obra/ pesquisa/ artista, passam a ser uma amontoado de coisas, não é um programa de pesquisa, não é uma expressão de dianteira de pensamentos, é simplesmente um modismo "demodê."
Fernando  Zanforlin no QUINTAL DE ESTUDOS DA LAND ART

Comidinhas da PIACABA

 Crooton, pão assado com orégano e sal grosso.
Sobre a salada, ele embebe-se do tempero (azeite/balsâmico), e fica uma delícia!

VARAL DO DIA

E.P.L.

Self-portrait

 
Jeanne Hébuterne

FOTO DO PERFIL









Intervensão gráfica e pictórica na Paisagem da Consolação

 ENTRE MEIOS
Hélio Schonmann
 
A intervenção gráfico/pictórica ENTRE MEIOS reúne artistas do graffiti, stencil, lambe-lambe, gravura, pintura e desenho num trabalho conjunto que focaliza e comenta a arte mural de todos os tempos – em especial aquela com que nos deparamos pelos muros paulistanos, em nosso dia-a-dia. Ao pousar um olhar mais atento sobre essas imagens murais, podemos identificar muitas das tensões que caracterizam a cultura contemporânea. As polaridades estão lá, claras ou veladas: local/global; periférico/central; individual/coletivo; transitório/permanente, entre outras. A partir delas vão se estruturando muitos dos conteúdos mais significativos das manifestações de rua. O muro da megalópole transforma-se, assim, num riquíssimo painel da existência humana, nesse início de milênio.
 
O reconhecimento cada vez maior que as intervenções visuais no espaço público vem recebendo, por parte dos mais variados segmentos sociais, pode ser creditado, em essência, à profunda necessidade que a população sente por estabelecer vínculos com a paisagem urbana de nossos grandes centros, superando seu aspecto impessoal e, tantas vezes, inóspito. A relativa liberdade de manifestação que os artistas da rua encontram em São Paulo – em comparação com outras grandes metrópoles do mundo – tem se revelado, em especial, altamente fecunda, colaborando ativamente na construção de uma identidade paulistana que contemple nosso avesso do avesso do avesso do avesso.
 
Tanto pelo olhar do morador como pelo do visitante, São Paulo vai sendo identificada, de forma marcante, com essa avalanche de imagens em metamorfose permanente. A substituição contínua de graffitis e lambe-lambes – à medida que entram em processo de deterioração – resulta na regeneração permanente desse conjunto imagético. Nessa ótica, as manifestações individuais ganham uma nova identidade: transformam-se em células de um tecido coletivo vivo, que vai se espalhando pelo corpo da metrópole.
 
A percepção dessa complexidade e riqueza contribui para balizar o projeto ENTRE MEIOS. Nele, optamos por uma abordagem que contemple a mais ampla diversidade, definindo, a partir daí, um fazer coletivo que possa remeter o observador a uma reflexão sobre a natureza, identidade e papel da arte pública efêmera no contexto da contemporaneidade.

 

PROGRAMAÇÃO
INTERVENÇÃO GRÁFICA E PICTÓRICA:
                            1/09/2010, das 19h às 22h
                            4 e 5/09/2010 das 14h às 19h
 
EXPOSIÇÃO:  6/09 a 01/10/2010
                       segunda à sexta das 7h às 22h
                       sábado/domingo/feriado das 10h às 22h
    
BATE-PAPO: "Lambe-lambe na atualidade" com artistas
                       participantes da exposição
dia 03/09 às 14,30h, na Ação Educativa - R. General Jardim,
660
 
INTERVENÇÕES CÊNICAS:
    
- Grupo de Dança IN CORPO AR
Criadores-intérpretes: Adriana Dastorello, Francisco Eduardo, Jésica Cavalcante, Luana Costa, Odete Machado, Ralph Barnard, Simone, Wládia Beatriz
dia 04/09 às 16,30h, na Passagem Literária da Consolação
 
- Intervenção cênico-musical
Criadores-intérpretes: Julia Pascali e Osvaldo Mori
dia 26/09 às 10:30 h na Passagem Literária da Consolação. 
Enviado porLúcia Neto
www.luciafneto.blogspot.com

ONDE DURMO

East Village Studio

Voici ce studio intitulé “East Village” et imaginé par le cabinet d’architecture Jordan Parnass Digital. Un effort particulier sur la rénovation de cet appartement avec des espaces multi-usages ainsi que de nombreuses quantités de stockage comme cet escalier-tiroir très original.

30.8.10

SHEILA RADBURN NUNES

Sheila Radburn Nunes, “Venus&Mars”, 2008
São 07 pinturas de referência na História da Arte, recriadas entre Julho de 2008 e Junho de 2009, e editadas há menos de um mês no “Flickr” (site da web de hospedagem e partilha de imagens).
Sheila Nunes participa nas telas que seleciona através da introdução do seu próprio corpo, transformando-se – com uma dose razoável de mordacidade ou ironia – numa das muitas personagens envolvidas no enquadramento, sem desvirtuar o sentido das obras originais.
Sheila Radburn Nunes, “Vermeer”, 2008
Sheila Radburn Nunes, “Giotto”, 2008
Sheila Radburn Nunes, “Botticelli-Primavera”, 2008
Sheila Radburn Nunes, “Velazquez-Ninãs”, 2008
Sheila Radburn Nunes, “Delacroix”, 2009
Jornalista Paulo Moura, hoje, no “Público”: “Tenho uma amiga, pintora, que começou a fazer uma estranha série de quadros. Ou melhor: não são as obras, famosas, de autores clássicos, que são estranhas, mas a forma como a Sheila ganha autoria nos quadros, metendo-se dentro deles. Literalmente. Fotografa-se e coloca a sua imagem no espaço cénico, respeitando a luz, as cores, a atmosfera de um quadro de Botticelli, Rafael, Caravaggio, ou Delacroix. Simplesmente, por artes de Photoshop, e grandes doses de paciência e talento, Sheila acrescenta-se discretamente à cena. Ou não tão discretamente."

Sheila Radburn Nunes, “St_Lawrence”, 2008
Fontes: aqui e aqui e AQUI
Sheila Radburn Nunes, Flickr,

Ivald Granato e a Bienal de SP

Bienal de Artes de SP - Alternativa 2010

FOLHA DE SP :: 29.08.2010
Por Ivald Granato
A
rtista plástico e performático

Presidente da ONG G11 - Associação para o Desenvolvimento da Arte e Cultura.



Para este ano de 2010, já se desenha uma Bienal confusa, sem verdadeira preocupação com a arte, sem pesquisa sólida ou escolha fundamentada.

Depois da última Bienal de São Paulo, em 2008, pedimos uma real e profunda reflexão, pois nela não vimos arte em suas várias representações. Ficou, literalmente, um vazio depois de milhões de reais investidos no vazio.
Para este ano de 2010, já se desenha uma Bienal confusa, com declarações sem conceito definido: arte política, terreiro, posições desencontradas, explicações que mudam a cada dia, parecendo visar apenas agradar à mídia, sem uma verdadeira preocupação com a arte, sem pesquisa sólida ou escolha fundamentada.



Depois da crise, o mercado tenta novamente estender seu domínio, mas devemos ter posição firme, clara, para um melhor e mais promissor mundo da arte, promovendo ação e reflexão para alimentar com consistência a nossa cultura.
Já se faz notar que a Bienal maquiará uma feira, alternando interesses de mercado e grupos de amigos, em acordos previamente acertados, sem nenhuma lógica ou justificativa conceitual em benefício do desenvolvimento da arte.

Nenhuma pesquisa - ou conselho- para a formação do grupo curatorial, ignorando o exemplo da Bienal de Walter Zanini, Sheila Leiner (a grande parede) ou ainda de Roberto Muylaert (que gerou tradição e ruptura).



A chamada de ordem do poder econômico grita mais alto e não é, necessariamente, a real expressão da arte. Arte política se faz por simbolismos, denunciando poderes autoritários ou regimes de repressão, sejam eles políticos, religiosos ou sectários.
Daí a ideia de fazer política democrática organizando uma manifestação para que todos os artistas possam levar sua mensagem por meio de uma obra, de qualquer estilo ou forma, para fazermos um grande cordão em volta do prédio da Bienal, fazendo mostrar que não conhecem a produção real da arte.

Será esta a possibilidade de mostrarmos o que verdadeiramente se produz atualmente.

Proponho, logo após o cordão, fazermos uma grande montanha de obras, e vamos descobrir qual será o seu destino, mostrando claramente as parcerias disfarçadas de conceitos contemporâneos de destino certo: o mercado especulativo, que prevê retorno do investimento, a bolha (ilusória) da arte.
Pelo muito que já foi divulgado na mídia e em redes sociais da internet, a 29ª Bienal será um "make-up" (influência da São Paulo Fashion Week?), uma feira com interesses de grupos que faturam no mercado de arte e artistas partícipes destes acordos "the dark side of the moon" da Bienal. "Sorry", Pink Floyd, pela lista dos "Deuses do Olimpo".

E o público? Ninguém pensou na importantíssima função socioeducativa para as massas? Nós pensamos e vamos fazer a Bienal de todos.
Compareçam com uma obra de qualquer formato ou estilo.
Vamos criar uma bienal democrática e não oficial, como nunca foi visto; vamos ativar o circuito artístico e mostrar que Bienal política tem que ser democrática.

MITOS VADIOS 2 :: ALTERNATIVA 2010
Manifestação Pacífica em nome da Democratização da Arte
21 de Setembro de 2010 às 17:00h

Parque Ibirabuera :: Portão 3 :: No calçadão em frente ao Prédio da Bienal
São Paulo - São Paulo -Brasil



Enviado por LAERTH MOTTA

CONTESTANDO CONCEITOS OBSCUROS

Ivald Granato, a exemplo de 1978, convoca artistas a pacificamente contestarem sobre o conceito, ou a falta dele, de uma Bienal de Politica Obscura, que deturpa a arte e manipula conceitos. Venha fazer parte de MITOS VADIOS 2.

Comidinhas da PIACABA

Eu estava devendo uma postagem dos nossos churrascos aqui na Piacaba! Eram muito mais comuns do que hoje em dia! Churrasco, para ter graça, precisa ter mais gente!

Tenho uma churrasqueira MARAVILHOSA, totalmente portatil, feita de "ALUMÍNIO MILAGROSO". Uma liga de ferro e alumínio, que lhe empresta as vantagens do ferro, e do alumínio, sem as desvantagens, deles,  individualmente! Comprei duas há 20 anos atrás!(  Metalúrgica Araruna Ltda
r Maria Bellini Fachini, 655, , Jd P Tancredo Neves - Araras, SP - CEP 13607-086
Fone: (19) 3541-3347 Fone Adicional : (19) 3541-3346 - www.aluminiomilagroso.com.br). Uma fica na Fazenda, outra na praia! Estão perfeitas.Tem aquecimento rápido e duradouro. Funciona com pouco carvão vegetal.  Econômica e prática! Consta de três peças: um panelão furado nas laterais, uma grelha e uma chapa, todos de fácil manejo, com cabos de madeira! Ideal para terraços, decks, pequenos espaços, e até para quatro pessoas. Claro, onde comem quatro, comem oito, dezesseis....
 Fogo no carvão, e vamos deixa-lo ficar bem vermelho e quente.
 Os ingredientes dos churrascos da Piacaba são: picanha, ou alcatra, inteiras e fatiadas ao longo da refeição. Nesta caso, como era só eu para o almoço, fiz um bife de filé mingon. Acompanhou alho, cebola e batatas, cozidas, dentro do papel alumínio, diretamente sobre o carvão.
 A cerveja não pode faltar num churrasco que se preze! Como o tempo de cozimento da cebola, alho e batata se diferem, coloque a batata e o alho primeiro.
 Em menos de 30 minutos temos lingüiça para iniciar o churrasco, com pão francês!
 Sirva de entrada a cebola, e os dentes de alho cozidos!
Na carne nenhum tempero, a não ser sal. No caso da picanha ou do alcatra, deixar descansar duas a três horas com bastante sal FINO! Sal grosso é frescura de gaúcho!
Mas usei neste bife, para não salgar muito. A única coisa que se joga na carne, além de seu próprio sangue é cerveja! Nada de furar ou ficar espetando! O segredo da boa carne é não mexer com ela! Fico pasmo de ver carnes sendo batidas com martelos, ou perfuradas nos amaciadores de supermercado, Verdadeiro crime! Na carne não se toca!
 Os pãezinhos com lingüiça são servidos enquanto a carne acaba de chegar!
A batata, cebola e alho podem ser comidos junto com a carne e uma boa salada!Um molho para a salada pode regar a carne também! Neste caso foi feito com: azeitonas pretas, cebola, tomate, sal, vinagre, azeite, salsinha, cebolinha verde e ortelã tudo picadinho!
 No caso presente não fizemos farofa e arroz, que normalmente acompanha os churrascos da Piacaba! O dia estava sem vento, e encoberto, próprio para almoçar no deck!
De sobre mesa comi  gelatina de limão, com pedaços de damasco. Uma delícia!
Nota final: essa panela/churrasqueira, tem frisos para conter a gordura, e pode na chapa ou na grelha, receber peixe, frango ou carnes vermelhas, além das linguiças!

Novas ferramentas no blogger

O Blogger acaba de disponibilizar mais duas novas ferramentas: Suas postagens mais visitadas. Na semana, no mês, ou na vida do blog! Interessante para se ter uma ideia do que os leitores gostam.
A outra é um contador de visitas. Não entendi bem, porque os números não batem com nada! Mas eu é que devo estar errado! O blogger nunca se engana! Lança na surdina e deixa os usuários descobrirem e usarem por conta própria!

COMENTÁRIOS QUE VALEM UM POST

Betzy,a poderosa!!!!! deixou um novo comentário sobre a sua postagem "COMENTÁRIOS QUE VALEM UM POST":

OI Eduardo!!!

Amo o seu blog e sou sua seguidora.

Hoje tive a ousadia de copiar um post seu"Como fazer um blog de sucesso",mas não se preocupe que coloquei os seus créditos.
Achei a idéia genial,só poderia ser sua mesmo.
Dê uma chegadinha no meu também.
Abraços!!  
Postado por Betzy,a poderosa!!!!!

VARAL DO DIA

E.P.L.

FOTO DO PERFIL






29.8.10

Série das PEDRAS, óleo sobre tela

Postado em Novembro de 2007- Série Pedras- 2002 - Óleo sobre tela - 20X20cm  E.P.L.

COMENTÁRIOS QUE VALEM UM POST

Guilherme William deixou um novo comentário sobre a sua postagem "COMO FAZER UM BLOG DE SUCESSO":

Pôxa, que legal! Eu estou precisando dessas dicas, para o meu blog!
Ele tem mais ou menos, uns 2 meses, e apenas 1 leitor ativo, que não serve nem pra comentar!
Aff...
Visite o meu, please. É soobre tecnologia. A minha vida sobre tecnologia!
http://talkpedia.blogspot.com/
Obrigado pelo espaço, e sucesso!  
Postado por Guilherme William

Comidinhas da PIACABA

Costelinha de porco, arroz, grão de bico, e mandioca frita! 
Tudo para regime alimentar de ...engorda!...srsr

VARAL DO DIA

tumblr

28.8.10

Um desenho meu, de 1960. Você era nascido?

A foto tem 25X20 cm, e o desenho foi feito com " Pincel Atômico"sobre papel. 1960


 Foi com alegria que recebi por sedex, uma foto colorida de um desenho meu de 1960, feito no Colégio de Cataguases, onde estudava à época, e dedicado ao amigo Waldo Claro, que além de ter guardado todos esses anos, teve a gentileza de mandar fotografar e me enviar, com uma  dedicatória!
Nota-se evidente influência de Portinari, cujo painel TIRADENTES ornava o salão principal do colégio, e onde tomávamos aulas de desenho!
Obrigado Waldo! Valeu!

"Porto Alegre que conheci", num post do blog Crônicas e Textos

ARTISTA BLOGUEIRO VISITA PORTO ALEGRE

ARTISTA BLOGUEIRO VISITA PORTO ALEGRE


Porto Alegre é a capital do estado meridional do Brasil. O Rio Grande do Sul faz fronteira com o mar, dois países e ao norte com estado brasileiro de Santa Catarina onde está Garopaba. Tem histórias dentro do cenário geral do nosso país. Estado altamente politizado e culturalmente interessante é o orgulho de todos que lá nasceram ou que o adotaram como seu.
Pois um dos blogueiros mais atuantes fez uma visita relâmpago e como resultado do que aconteceu nestes dias registrou tudo no seu blog e por fim pintou em acrílico uma tela que reproduzo acima. Eduardo “Varal de Idéias” Lunardelli mora aqui ao lado na Piacaba, que é como chama seu espaço junto à barra de Ibiraquera, no município de Imbituba, vizinho de Garopaba. Intitulou a tela de “Porto Alegre que conheci”. Teve ótimas cicerones nas suas visitas e fez inúmeros contatos. Com mais tempo constataria que Porto Alegre é uma pequena grande "vila”, onde em cada bairro, em cada nova esquina se "descobre" algo. É uma capital fácil de ser amada. Por isso vou para lá sempre que posso tomar um "banho" de cidade e voltar novamente ao Paraíso.
Parabéns blogueiros por terem recebido do Eduardo uma pequena amostra do muito que Porto Alegre tem para se ver, degustar, constatar.
RICARDO garopaba BLAUTH

Obrigado, Ricardo,  pelas palavras e pelo post! Só não gostei da "moldura"...srsrs
Postado no Crônicas e Textos, dia 24 próximo passado!

VARAL DO DIA

Martino Balestre

Comidinhas da PIACABA

Camarão frito, cucus com lula, e banana à milanesa.

Self-portrait

tumblr

27.8.10

Bohemia, 1919

Quando ARTE era confundida com boemia!

Comidinhas da PIACABA

 Rizoto de morango
  ...e alcachofra
 Arroz italiano,  para rizoto ( duas chicaras de café por pessoa )
 Cebola
 Salsinha
 Manteiga e vinho branco.
 Queijo ralado.
 Meia hora de muita mexida para o arroz chegar no ponto! Fotos Paula Leite do Canto.
Pão, sempre é bom para acompanhar!
A bem da verdade esse rizoto foi preparado em São Paulo, com receita e orientação da Paulinha.

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )