30.9.08

Ensaio fotográfico na LUA


Parece fotografia interplanetária.
Paisagens lunares ou de marte.
A ação dos fortes ventos esculpe a naturaza.

E tudo isso na minha praia de Ibiraquera, Santa Catarina.
Imagens E.P.L.

VARAL DO DIA

ELIZETE VICARI - Lili - VARAL GELADO

DUAS PALAVRAS NO VARAL com um OLHARDIRETO sobre a sociedade e problemas brasileiros.

Fui convocado por Francisco Castelo Branco do blog OLHARDIRETO a escrever um texto sobre a sociedade brasileira.
Tarefa complexa, pelo tamanho da população e tamanho de seus problemas. Mas como não sou de enjeitar "convites" aqui vai:
Falar sobre uma sociedade com uma população do tamanho da brasileira implica em falar de coisas muito diferentes, em se tratando da sociedade do norte e nordeste do Brasil, ou do centro sul. Seria como falar da sociedade da Europa como um todo. Há diferenças entre as de Portugal, e as da Bélgica, e ou as da Itália. O Brasil é assim também. Alguns Estados da Federação tem um nível social comparado ao dos países como Espanha e França, e outros que se assemelham aos da Naníbia ou Haiti.
Feita essa observação central, vamos tratar dos maiores problemas, dessa sociedade como um todo, apesar de heterogênea. Educação é um problema grave. O nível de escolaridade ainda é baixo, e o ensino muito deficiente! Temos dados que dão conta que crianças de oito a doze anos que apesar de estar no terceiro ano escolar não sabem ler. E tem um grande número de analfabetos funcionais, ainda. Um povo com essa baixa escolaridade tem pouco futuro em nossos dias. A distribuição de renda apresenta grande desigualdade entre essa população. Ainda temos 23,5% da população vivendo com menos de um salário mínimo que esta em torno de $200 dólares. Renda baixa significa índice de criminalidade alta. A soma desses três fatores: educação, salário e emprego geram um alto nível de desconforto social. A corrupção generalizada é outra praga nacional. O policial ganha pouco, mora nas favelas, ou perto delas e tem como seu vizinhos bandidos que tem que combater. Os bandidos estão ligados, hoje, ao mundo das drogas, e nesse meio gira muito dinheiro. A corrupção é inevitável. Mas a falta de ética e a corrupção não para por aí, muito pelo contrário, ela tem seu maior exemplo nas camadas mais abonadas e detentoras de poder político. Os políticos e funcionários dos três poderes são corruptiveis, e para tanto se entende que há corruptores, e estes se defendem com a desculpa que se não comprarem as autoridades a "coisa não anda". E temos ainda outra praga, herança da colonização e da escravidão. O mulato, instituição nacional, que por herança trás no DNA o " jeitinho brasileiro" de resolver tudo. Muita ginga e malandragem, tentando tirar vantagens de tudo.
Mas tem um outro Brasil , o rural, onde o homem do campo é um bravo lutador! Sem grandes apoios governamentais, como tem o norte americano e o agricultor europeu, produz em três escalas ( pequeno, médio e grande produtor) uma receita para a balança comercial brasileira importante.
Basta olhar para o mapa do país para perceber que sua vocação é agrícola!
Como prometi ao Francisco fazer um texto curto, vou parando por aqui, sabendo que outras milhares de páginas precisariam ser escritas para completar umas pinceladas sobre a sociedade brasileira. Mas antes preciso colocar que a herança portuguesa cartorialista. Somos os maiores batedores de carimbos, selos, taxas, senhas, e burocracia infinita. Aqui nos bancos e coreios ao invès de aumentarem o número de caixas atendentes, colocam cadeiras para que se espere sentado!!!E como bons colonizados temos o habito de esperar que o rei, (digo GOVERNO) resolva todos nossos problemas. Ao contrário de perguntar o que eu posso fazer pelo meu país, em nossas cabeças só existe uma pergunta: o que o governo fará por nós! Assim não iremos longe!
E.P.L.

ELÉCTRICO 15 - parte V - Conto de Jorge Ferreira Pinheiro



AVENTURAS DE ARNALDO ROCHA - INTRODUÇÃO

Como dizia Santo Agostinho, o tempo não existe. O passado já passou. O futuro ainda não chegou. O presente acabou de passar.
Arnaldo Rocha é um agente especial da poderosa “Organização” que tenta, desesperadamente, criar o “Quinto Império”, a união espiritual do norte e do sul, do leste e do oeste. Arnaldo Rocha persegue o tempo atrás do mito…

Nota 1: Arnaldo Rocha ou Cavaleiro de Gondemar, originário de Portugal ou da Galiza, seria, historicamente, um dos nove cavaleiros que fundaram a Ordem dos Templários, em 1118.
Nota 2: As “Aventuras de Arnaldo Rocha” são, obviamente, pura ficção. Serão 5 histórias, cada uma divida em episódios, com publicação às terças e sextas, em simultâneo no Brasil (“Varal de Ideias”) e em Portugal no (“Expresso da Linha”).

ELÉCTRICO 15

CONTINUAÇÃO - V

O núcleo central do Castelo de São Jorge, o castelejo, assenta na antiga construção mourisca que Afonso Henriques tomou em 1147, quando Lisboa era Ashbouna, capital do Alto Gharb. É um polígono quadrangular com muralhas de dez metros e uma dezena de torres. Do lado noroeste, a muralha prolonga-se num esporão que desce a encosta até à Torre de S. Gonçalo, cuja base se apoia na Rua Costa do Castelo.
12,30h. Arnaldo abandona a esplanada do Castelo e entra no restaurante “Pátio dos Leões”. Gotas pesadas de chuva prenunciavam a tempestade fatal. Num banco de jardim, um casal vestido de cabedal negro, capacetes de mota no regaço, simulava beijos enamorados, enquanto olhavam de soslaio as deambulações de Arnaldo.
Abóbadas a perder de vista. Sala cinzenta em luz de xisto. Janelas em ogiva panorâmica deslumbram-se sobre o Tejo.
Mesa sete. Mestre V. Homem de aparência contida. Cara oval, óculos dourados na ponta do nariz judeu. Tinha acabado de tomar a bica. Dizia-se ainda descendente de Mestre Boaca, primeiro arquitecto dos Jerónimos, despedido por razões obscuras por D.Manuel I.
“Quando venho para estas missões”, começou com voz pausada e clara, “almoço sempre primeiro… Não quero problemas de colite. Sente-se meu caro Arnaldo. Recomendo-lhe o bacalhau, está óptimo”.
Nesse preciso instante a tempestade rebenta. Trovões e relâmpagos, rasgam o céu por entre cascatas de água em fúria. Ao longe, as colinas da Trafaria, Lazarete e Almada brilham nos raios que incendeiam a “ponte vermelha”, que treme de pavor.
O bacalhau veio finalmente, trazido por um empregado que mais parecia comendador. Arnaldo, ainda encharcado, queixa-se de sinusite, assoando-se abundantemente.
Só então Mestre V voltou a falar: “A tua missão está carregada de espinhos. Todos querem o teu falhanço. Não tens amigos. Ninguém te vai proteger… Ouve com atenção, só direi isto uma vez!
Sempre houve grandes cataclismos. O mundo foi muitas vezes destruído. O mundo precisa de se renovar…
Em tempos remotos, depois do grande dilúvio que encheu os mares e destruiu a civilização atlante, o neto de Noé, Túbal, aportou na actual Setúbal, tendo-se tornado no mais poderoso rei da península. Com ele chegou também o sobrinho Elysa, que terá fundado Lisboa e dado o nome aos celestiais Campos Elísios. Só muito depois os Fenícios chamaram a Lisboa Alis Ubbo e os romanos Felicitas Julia.
Sempre houve uma cruz, que percorreu todos os cataclismos… Uma cruz com todos os poderes do mundo. Durante milénios a busca prosseguiu, sem sucesso. Só há uma verdadeira cruz redentora. Sempre esteve em Lisboa, trazida por Elysa. Procura-a… Encontra-a, antes do próximo dilúvio. Essa é a tua missão”.

Arnaldo comia calmamente o bacalhau cozido, acompanhado por dois dedais de vinho tinto (nunca exagerava em serviço). Também já estava habituado a estes discursos dos “emissários do fim do mundo”. Na sede da “Organização”, tinha frequentado um curso semestral sobre escatologia avançada e aulas práticas sobre os dias do apocalipse.
Lá fora o céu desfazia-se em água, enquanto relâmpagos descarregam electrões sobre Lisboa, que explode em átomos de todas as cores.
Mestre V continuava indiferente: “Procura a cruz orbicular, a dupla hélice, as duas suásticas cruzadas, a cruz do movimento perpétuo, símbolo da totalidade do Cosmos, harmonização dos quatro elementos… Procura a cruz universal!”.
O silêncio caiu subitamente. O restaurante estava vazio. Arnaldo sentiu um arrepio de “Quinto Império”. Mestre V suspirou. “Arnaldo, só tu nos podes salvar. Só tu podes encontrar a Vera Cruz. Procura na Custódia e segue o trilho da cruz que se quebrou. Agora foge depressa, enquanto a tempestade te protege. Corre… Já cometes-te demasiados erros. Estás a ficar velho… Vai, vai, corre. Que os corvos não te alcancem!”.
Arnaldo pressentiu o perigo. Saltou da mesa. Precipitou-se na intempérie. Virou à direita e correu em direcção à Torre de S. Gonçalo. Escorregou nos degraus moídos por pés seculares de gigantescos conquistadores. Ouviu duas balas que, tangentes, lhe pouparam o cérebro. Atirou-se para a escada de alumínio que o levou dez metros abaixo, novamente ao “Ninho das Águias”, conforme prévia combinação com o velhote da recepção. A Torre de S. Gonçalo confina, a oeste, com a residencial. A fuga fora prevista. Sentiu-se novamente jovem, embora ligeiramente febril.
Puxou a escada e correu pela esplanada dos maracujás. Pela última vez, olhou curioso os papagaios que, finalmente, pareciam desinteressados.
Desceu, tropeçando, os 38 degraus e viu-se novamente na rua bombardeado por toda a chuva do universo.
Virou em direcção ao “Teatro Taborda”. Desceu os três andares num ápice e saltou para a “vereda tropical”, de cuja existência só na véspera soubera.
Derrapou no pânico verde da erva encharcada e aterrou de cócoras na Rua da Saudade. Cruzou as escavações do Teatro Romano, quase invisível na cortina de chuva. Continuou correndo vielas abaixo… Só parou à vista da Sé.
Jorge Ferreira Pinheiro

CONTINUA dia 3 de Outubro sexta-feira

FOTO DO PERFIL

SELMA ANTUNES - Menina do mar

ESCULTURAS PELO MUNDO


Enviado por Zulmira M. Lunardelli

SILVARES CONVIDA

Não há fome que não dê em fartura!
convite da exposição da autoria de Luís Miranda


Ainda a exposição de trabalhos que tive no Porto não arrefeceu por completo e já vem aí nova mostra, desta vez colectiva. Com inauguração marcada para o próximo dia 10 de Outubro na Galeria Municipal de Almada, "Seis cadeiras e uma mesa" vai reunir um grupo de artistas que têm em comum a Escola Anselmo de Andrade, nesta cidade. Sara Bichão, João Gaspar, Ana Rebordão e David Castanheira foram recentemente estudantes nessa Escola. Luís Miranda e Rui Silvares ali continuam como professores.
Esta exposição terá um conjunto de trabalhos com características muito diferentes uns dos outros. Desde desenho a pintura e instalação, o visitante terá oportunidade de contactar trabalhos cujas técnicas de execução ultrapassam com frequência aquilo que, à partida, as caracteriza. Sendo uma exposição que tem como ponto comum entre os participantes uma Escola, posso garantir que os trabalhos a apresentar serão tudo menos académicos. É que cada um tem uma personalidade bem vincada que se reflecte nos objectos que produz. O resultado global é prometedor (eu sei que sou suspeito ao afirmar uma coisa destas mas...) e confesso que estou um pouco impaciente por começar a montagem que terá o seu início ao longo da próxima semana.
Espero poder postar no Carapau Staline fotos dos trabalhos de todos os intervenientes durante o período de montagem para ir aguçando o apetite de possíveis visitantes. Estes últimos tempos têm sido, para mim, de uma actividade expositiva pouco habitual. Como diz o povão, "não há fome que não dê em fartura". Mas a fartura também se acaba.
100cabeças - por Silvares

e-mail no VARAL


RECOMENDO MUITO FORTEMENTE, Alexandra é uma artista jovem muito promissora!
04 de outubro a 04 de Novembro

Coletiva do próximo dia 2

Não esquecer do ECOLOGICAL DAY dia 2 próximo!
Mais detalhes AQUI no LEAVES OF GRASS

Humor no Varal

J.Neves

29.9.08





NOVO TEMA : Por que blogo ?
Faça sua postagem respondendo a essa pergunta. Deixe seu nome e link :aqui


*************************************************************************************
UM BLOG PARA HOMENAGEAR OS BONS BLOGGERS
BLOG VICIADO é um blog onde prestaremos homenagem à melhor postagem da SEMANA.
Concorrem todos os bons blogs da web.
Levaremos em consideração o desing ( modelo), apresentação, regularidade, assunto, oportunidade,texto, e ou imagem, das postagens dos blogs analisados.
A seleção em si funcionará como uma crítica.
Não se trata de concurso, mas o simples fato de ter sua postagem publicada no BLOG VICIADO, pode ser entendido como um prêmio.
Conheça AQUI. Link no seu blog, e semanalmente conheça a postagem da SEMANA comentando se esta de acôrdo.

ESCULTURA - Pregador ou Mola



Madeira - 1,52X0,24X0,22m

Minha mais recente ESCULTURA ficou pronta e espera no sofa da sala da PIACABA, que o suporte na viga onde será fixada fique concluido. Na magestade de seu 1,52X0,24Xo,22m é um pregador ( ou Mola) de respeito. Quando estiver no devido lugar, mostrarei mais fotos. E.P.L.

VARAL DO DIA *

Jorge Ferreira Pinheiro

O Blog da Sonia Mascaro fazendo três anos

Não é comum blogs fazerem três anos. Muitos daqueles tempos não existem mais. Outros nunca deixaram de ser "cadernos de notas", e não cresceram.LEAVES OF GRASS, da amiga de primeira hora, SONIA MASCARO é um blog que se pode dizer de sucesso. Coleciona um público internacional, e é escrito em Ingês e Português, para atender a maioria dos navegantes que a visitam diáriamente! Hoje o Leaves of Grass completa três anos em permanente atividade. A Sonia esta de parabéns. E nós seus amigos ganhamos uma postagem especial. Obrigado e muitos anos de vida para o Leaves of Grass.

beinArt Surreal Art Collective


Quoted from: beinArt Surreal Art Collective
beinart.org/artists/joseph-seigenthaler/gallery/joseph-seigenthaler-8.jpg

FOTO DO PERFIL




GASPAR DE JESUS - Nosso amigo e grande colaborador nas postagens VARAL DO DIA criou seu blog ART FOTOGRÁFICA, mas a imagem do seu Perfil não acompanha seus comentários, tão pouco seu nome leva o link do seu blog. Prato cheio para a Vítima da Quinta!

HUMOR NO VARAL


Olga Adelantado
Link

28.9.08

Florês e prendas para Iemanjá.




As flores falsas que IEMANJÁ devolveu para a praia.Fotos : E.P.L.

VARAL DO DIA




SELMA ANTUNES - Portugal -

LEONARDO DA VINCI

Pintura - Dama com Arminho, de Leonardo da Vinci

Dama com Arminho - Leonardo da Vinci - 1485-1490 (Museu Czartoryski, Cracóvia, Polônia).
No ano de 1485, Leonardo da Vinci inicia essa sua grande obra-prima: é o retrato de Cecília Gallerani, a Dama com Arminho, encomendado por Ludovico Sforza. A jovem, com sua cabeça pintada com a mesma mestria que a cabeça do belo anjo Uriel da pintura Madona das Rochas, com o olhar fixado para algo fora da pintura, fugindo do olhar do espectador, possui um rosto tranqüilo, insinuando o início de um sorriso sereno.
O arminho repete-lhe o movimento da cabeça, cuja pata curvada elegantemente correspondente ao movimento do animal, criando uma sintonia entre a modelo e ele.
A linguagem iconográfica presente nessa pintura, recorda-nos um pouco da anterior Ginevra de' Benci. O Arminho representa o sobrenome da jovem em grego galée, mas também é o símbolo de seu amante Ludovico Sforza. Cecília abraça carinhosamente o seu amor junto ao colo.
Após a conclusão desta surpreendente obra de arte, Ludovico termina seu romance com a jovem e casa-se com Beatriz d'Este, e no mesmo ano, toma como amante a modelo da obra intitulada erroneamente como La Belle Ferronière, também encomendada por este.
(Com colaboração de Catharina Mafra)
Noblat

ISRAEL KISLANSKY e suas novas CERÂMICAS






e-mail no VARAL




casa das rosas e


galeria nara roesler


apresentam



betty leirnerles êtres lettres, a palavra e a cor incolor







leitura / reading30.09.2008 - 20 horas
Casa das RosasAv. Paulista, 37 Paraiso Fone: 11 3285-6986/ 3288-9447
Casa das RosasEspaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura
Produção - Organização POIESIS Social de CulturaRealização - Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo

mais informações/further information

Com a participação das convidadas Lúcia Santaella e Leda Tenório, a artista e poeta Betty Leirner realiza a primeira leitura no Brasil de seu livro-objeto incolor 'les êtres lettres' ( os seres letras). A obra que propõe o encontro de diversas línguas sintetizando-as em palavras-conceito, dissolve a palavra escrita fusionando-a com o suporte da imagem. Betty Leirner realizou leituras solo deste trabalho entre outras na Literaturhaus de Hamburgo, Literaturhaus de Viena e na Feira de Livros de Frankfurt. 'Les êtres lettres' participou de exposições como 'Fronteiras do Vazio' com a curadoria de Márcio Doctors no MAM de São Paulo e ' Chimériques Polymères ' no Museu de Arte Contemporânea de Nice, França.

Renoir recuerado. O crime não compensa!


Itália - Polícia apresenta obra recuperada do pintor impressionista francês Pierre-Auguste Renoir, em Roma. Segundo as autoridades, a pintura foi roubada de uma família de Milão em 1975. A peça foi identificada por um defeito causado pela filha da família com uma bola de futebol

FOTO DO PERFIL

DUAS PALAVRAS NO VARAL

ESCLARECIMENTO
Apareceram uns coments anónimos, assumidos no feminino, que se insurgiam pelo facto de eu ter tratado como "matriz" a Igreja da Merceana - que ela jurava não ser "matriz"- e de eu ter tratado Alenquer como a "cidade presépio" - que no entender dessa Senhora deveria ser "vila presépio".
Tudo envolvido em arrogância e pesporrância cultural da própria e em inferiorização da capacidade intelectual do autor do blog. Fiquei surpreso pelo volume da reacçao, atenta a minudência dos assuntos em causa. Por isso, ou a Senhora é parva, ou queria meter-se comigo.
Mas, já agora, esclareço:
1. Não tenho o exclusivo do conhecimento. E quem vier com intenção de enriquecer os conteúdos do blog, é naturalmente bem vindo. Aliás, algumas vezes editei, como postes, comentários mais detalhados de pessoas que manifestamente eram conhecedores do assunto em causa.
2. Muito do que aqui edito tem origem em fotografias tiradas da beira da estrada durante os meus passeios de bicicleta. Trata-se, por isso, de material avaliado à velocidade da bicicleta e contextualizado na superficialidade de um passeio cicloturístico. Não são teses de mestrado.
3. Os únicos "pontapés" que dou, minha Senhora, para lá do futebol, é quando trato por Senhora quem manifestamente não dá provas de o ser.
4. Aqui, só lhe posso ser útil se quiser aprender a andar de bicicleta. Para qualquer outro assunto vá para a puta que a pariu.

O presente esclarecimento foi postado pelo meu amigo Carneiro, no seu excelente blog OXICLISTA em 25 passado. Como entendo muito bem essas visitas anonimas, com comentários descabidos, morri de rir com a resposta, e me adianto a posta-la aqui no Varal, como vascina preventiva! Já fomos alvo em duas oportunidades, e não tivemos o espirito de dar uma resposta como essa.

HUMOR NO VARAL


Exageros de férias
RAIM´S Blog

27.9.08

EDUARDO LONGO em tese de doutorado



Nesta tese de doutorado de Ruth Verde Zein "ARQUITETURA DA ESCOLA PAULISTA BRUTALISTA 1953-1973"
aparece imagem, plantas e texto sobre a CASA DA MARGARIDA , obra do ARQUITETO EDUARDO LONGO motivo de recente postagem ( 11 de Setembro pp) aqui no VARAL por estar completando 43 anos de construida.

Leiam a matéria completa AQUI

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )