30.7.16

Audrey Hepburn

Enviada por José Luiz Fernandes

Crônica diária

Candidato a qualquer custo
 
Para a Prefeitura de São Paulo o meu candidato seria o Andrea Matarazzo (PSD). Como não conseguiu vaga pelo PSDB, que optou pelo empresário João Dória em quem não votarei nunca, estuda ser vice da Marta Suplicy que hoje esta no PMDB. Assim não dá. Claro que numa sexóloga ex-petista eu também não voto. Dessa vez vai ser nulo ou branco.

Comentários que valem um post



João Menéres deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Celia Conrado nos presenteia":

A Célia NUS presenteou !
Começar assim o dia é bom !



Postado por João Menéres no blog . em sexta-feira, 29 de julho de 2016 05:30:00 BR

29.7.16

Celia Conrado nos presenteia


Franquelim Marcel e Jacob Dhein

Crônica diária

As primeiras vítimas

O noticiário político já da conta das primeiras baixas nas campanhas para prefeitos e vereaqdores nas eleições deste anos. Romário já desistiu de ser candidato a Prefeito do Rio por falta de dinheiro para a campanha. Com a nova lei que proíbe doações de empresas, os candidatos não estão encontrando doadores, pessoas físicas, em número e montante suficientes. O resultado previsível é de que será mais difícil surgirem novos nomes no quadro político. Será mais complicada a renovação e as campanhas deixarão de ser bilionárias, o que é positivo. Nem a popularidade de jogadores de futebol, ou palhaços e humoristas da TV serão suficientes para elegerem Prefeitos ou Governadores. Dinheiro em campanha em qualquer lugar do mundo faz milagres. Haja vista o Trump, mais recentemente, e a eleição da Dilma em 2014. No primeiro caso, dinheiro limpo e próprio. No segundo o maior estelionato eleitoral da história brasileira. Com recibo passado na delação do casal João Santana.

28.7.16

Sophia Loren aos 15 anos







José Luiz Fernandez:
"Com a idade de 15 anos, Sophia Loren participou do concurso Miss Itália 1950. Não venceu ali, mas segue vencedora até hoje"
Agora digo eu: Mas que mulherada feia essas candidatas italianas da década de 50!
 

Crônica diária

Donald Trump
 
Em que pese sempre ter me simpatizado pelos Democratas nos Estados Unidos, as eleições de Novembro próximo, não dão muitas opções ao eleitor americano. Entre o magnata e estreante político Trump, e a Hillary, a escolha é difícil. Não que se imagine que o Trump possa merecer um segundo de atenção, muito menos um voto. O problema reside no fato de que sua adversária não é a presidente que os norte americanos merecem. Obama, para quem fiz "campanha" no primeiro mandato, e que apostava sairia da Casa Branca consagrado como um novo Kennedy, me decepcionou. A mim e aos seus eleitores. Talvez consiga ainda fazer Hillary sua sucessora, mas contra Trump, o que não chega a ser uma vantagem. Acredito até que os dois Bush´s irão votar nela. Com isso quero dizer que grande parte do partido Republicano esta desgostoso com o truculento, populista, e demagogo Trump. Os Republicanos conservadores, que já eram um atraso, a meu ver, hoje estão à esquerda dos raivosos correligionários do magnata. O partido, segundo a imprensa, poderá com a derrota do Trump, dividir-se em dois, um populista, nacionalista, e outro conservador. Treze meses de campanha, grande parte feita com recursos próprios, fizeram do milionário Trump, que eu nunca acreditei chegasse à convenção, muito menos, dela saísse como candidato à Presidência. Novembro esta próximo, e saberemos o que vai acontecer na América. Espero pelo melhor.

27.7.16

Adão e Eva

A hera vai lentamente tomando o muro (2007), deixando Adão e Eva nus

Crônica diária

Um pires de azeitonas

Na mesma revisão do livro Textículo encontrei a crônica sobre Paulo Mendes Campos, e nela a observação de que era um cronista capaz de escrever sobre as delícias do campo e mazelas urbanas, como sobre um pires de azeitonas. Que delícia essa ultima observação. E me lembrei de uma crônica do romancista  Ignácio de Loyola Brandão  publicada no Estadão, onde fala sobre um açucareiro e as formigas no seu entorno. Ele acaba de ganhar o prêmio Machado de Assis, versão 2016 no valor de R$300 000,00, conferido pela Academia Brasileira de Letras (ABL), como escritor do ano. Meus cumprimentos ao Araraquarence com cara de mal humorado.

Comentários que valem um post

João Menéres deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Crônica diária":

Que resposta !
Rápida e certeira.
Um K. O. na arena da vida, e logo no 1º assalto !

Postado por João Menéres no blog . em terça-feira, 26 de julho de 2016 03:47:00 BRT 

********************************

26.7.16

Do pé ao doce



Do pé de laranja ao doce na Piacaba. Julho 2016

Crônica diária

O genial Muhammad Ali 

Como vejo muito pouca TV, se vi, todo mundo deve ter assistido uma entrevista do jovem, e já campeão Muhammad Ali. Ele além de forte, bom de box era inteligente e irônico. Disse que certa vez sentou num restaurante e pediu um cachorro quente e um refrigerante. O garçom que o atendeu respondeu: "Nós não servimos negros". E ele retrucou: "Eu também não como negro, só quero um sanduíche e Coke". Que maravilha de resposta. 

25.7.16

Na praia

Julho 2016

Crônica diária

O risco que Hillary corre

Como dizia a propaganda do porta seios: “O primeiro a gente nunca esquece”. Com relação às duas primeiras presidentes mulheres na Argentina, com Cristina, e no Brasil com a Dilma, jamais esqueceremos, e a história fará justiça, lembrando os desastres que foram. Essa é mais uma responsabilidade para a primeira mulher na Casa Branca, pelo menos como titular. Ela, na verdade, lá já esteve, e em determinados momentos com a Monica Lewinsky sob a mesa da sala oval.

Comentários que valem um poste



Jorge Pinheiro deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Crônica diária":

Está muito melhor. Está beeeeem!
Postado por Jorge Pinheiro no blog . em domingo, 24 de julho de 2016 07:35:00 BRT
***************************************** 

 Walter De Queiroz Guerreiro não me parece afetação, Just for fun é muito mais abrangente que Apenas por prazer( ou por diversão), é conciso e sonoro, 100% aprovado.

*********************************** 

 João Menéres deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Crônica diária":

Mas, de imediato, eu digo : Está muito boooommmmm !
Postado por João Menéres no blog . em domingo, 24 de julho de 2016 03:52:00 BRT 

******************************************* 

 Ducha Dorei Me parece tambem muito chic e up to date!

**********************************

24.7.16

Trabalho no inverno

O autor do blog, em foto de Marcelo  Alejandro Roca, trabalhando na revisão dos próximos três novos livros de crônicas: Dance comigo, O diabo desse anjo, e Texticulo. Piacaba, julho, 2016

Crônica diária

 "Just for fun" agora como título

Fazendo a revisão de um dos meus novos livros de crônicas, Textículo – Pequenos textos, a crônica de número 47 é “Just for fun”. Ao reler me encantei com o título. Dias desses escrevi sobre um bom título para um livro a ser escrito: “Bambu, corneta e laçarotes” e meu amigo, e velho parceiro Jorge Pinheiro, bom lisboeta que é, estranhou e perguntou o significado de bambu. Expliquei tratar-se de um vegetal, cuja haste, aqui e no Japão, tem mil e uma utilidades. Assim mesmo voltou a questionar o que significava: “Bambu, corneta e laçarotes”? E eu respondi: “Um bom título para um livro”. E ele nada mais disse. Os portugueses tem um raciocínio lógico. E o “Só por prazer”, Just for fun, dito em inglês, pode parecer afetação, um pedantismo, mas tem muito mais sonoridade e graça do que em nossa língua. E como subtítulo: Crônicas e epifanias. Espero que possa ouvir desta vez o seu costumeiro: “Esta beeemmm!

23.7.16

Almoço em Ribeirão

 Recebi da Sandra minha filha, do almoço almoço em Ribeirão Preto. Coelho e Robalo com camarão


                 Lagosta com trufas                                                      Camarão ao curry
                                                                                                   

Crônica diária

Na mesma levada de ontem

Ontem falamos da improvisação da Polícia Federal na revista dos aeroportos. A mesma coisa eu senti quando houve o acidente com a ciclovia do Rio de Janeiro. Uma grande ressaca e uma onda do mar deslocou uma das lajes da passarela. Fiquei abismado com o prazo que a perícia solicitou para fazer o laudo do acidente. Alguém tinha alguma dúvida da causa? O responsável de pronto não poderia ser o mar. A construtora não fixou a laje nos suportes. A onda só fez tira-la de onde nunca poderia ter saído. Elementar, caro Watson.

Comentários que valem um post



João Menéres deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Moça reclinada":

O Eduardo tem sido muito violento com essa moça !
Já viu no estado em que a deixou ?

Rs. Rs...

Postado por João Menéres no blog . em sexta-feira, 22 de julho de 2016 08:55:00 BRT

22.7.16

Moça reclinada

 Escultura nos jardins da PIACABA. Coleção do autor

Crônica diária

 Volto a me lembrar do Paraguai

Eu morei quando jovem no Paraguai. Isto é, trabalhava no Paraguai e dormia do lado brasileiro de Ponta Porã. Para quem não sabe essa cidade, na divisa de Mato Grosso com o país vizinho, tem duas avenidas separadas por uma praça. Um lado é Brasil, o outro Paraguai. Toda vez que voltava para São Paulo, pelo aeroporto de Congonhas tinha uma grata sensação de estar chegando num país desenvolvido, a mesma que tinha quando, saindo do Brasil, desembarcava em NY. Passados cinquenta anos, a impressão que o país após treze anos de PT, voltou a se parecer com o pobre e atrasado Paraguai. Por Congonhas embarcam 26 000 pessoas por dia, e para fazerem a revista estão lotados 45 funcionários. Um novo protocolo, muito mais rigoroso, dizem padrão internacional, nos procedimentos de revista para embarque tem causado filas gigantescas, perda de voos, e muita reclamação dos usuários de todos os aeroportos do país. No primeiro dia as autoridades responsáveis recomendaram que os passageiros chegassem uma hora e meia com antecedência. No dia seguinte as filas continuavam imensas e dilataram o prazo para duas horas, como nos embarques internacionais. Mais uma vez o distinto publico, o sofrido consumidor, para o pato. Aos responsáveis não ocorreu o fato de ser humanamente impossível vistoriar, segundo o novo padrão, 26 000 passageiros com os mesmos 45 funcionários. Elementar, caro Watson. Mas esse é o Brasil, infelizmente, cada dia mais distante dos países desenvolvidos, e mais parecido com Paraguai, Venezuela, Bolívia e que tais.

Comentários que valem um post

João Menéres deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Crônica diária":

O Eduardo é um exemplo do que eu deveria fazer.
Mas eu gosto ( e não é vício, embora o possa parecer ) de comentar em vários blogues e manter vivo o diálogo com algumas pessoas.
Não alimento o FB mas, por vezes, até uso o celular para falar directamente.
Além disso, preciso de fotografar como de pão para a boca para alimentar o meu Grifo que é um predador no bom sentido.

Postado por João Menéres no blog . em quinta-feira, 21 de julho de 2016 02:26:00 BRT

***********************

Bis in idem. Bela foto, bela salada.

José Luiz
quinta-feira, 21 de julho de 2016 13:01:00 BRT
Excluir

21.7.16

Salada de rúcula com manga e gorgonzola

Saladinha da Piacaba

Crônica diária



Ainda sobre o paraíso

Foi divertido acompanhar a reação dos leitores com relação às suas auto definições. Com uns concordei, com outros acredito que precisariam fazer um estágio no purgatório, antes de se candidatarem ao paraíso, ou poderem ser aceitos no inferno. Aproveitando que estamos falando de comentários, vou me reportar a uma conversa "in box", como convém esse tipo de conversa, com minha amiga Elianne Mezavilla, umas semanas atrás. Ela me perguntou, em seu nome, e de outras pessoas que já haviam manifestado a mesma curiosidade, por que eu não fazia comentários, interagia, nas páginas dos meus amigos. Respondi que por absoluta falta de tempo. E é verdade. Escrevo diariamente estas dez linhas aqui no FB, posto em dois outros blogs que mantenho ativos. E publico livros com estes e outros textos. Esse trabalho é o bastante e suficiente para me ocupar o tempo que disponho para ficar na internet. A vida não é só computador. Não possuo smartphone, tablet, Iphone, iPad, nem celular que receba WhatsApp. O meu, na verdade, só faz e atende ligações, e não tem acesso a outros aplicativos. E para finalizar, a minha participação nessas redes sociais, se restringe a divulgar meus textos. Um dos temas deles são os livros que leio. Preciso de muito tempo para leitura, também. Não tenho outro interesse no Facebook, que não seja esse. Desculpe-me os que esperam uma visitinha minha. Vou ficar devendo.

Comentários que valem um post

 

João Menéres disse...
Depois destas, não há mais bundas no mundo !

quarta-feira, 20 de julho de 2016 01:30:00 BRT
Excluir

20.7.16

Quatro bundinhas

 Quatro bundas, ou A elefante sentada na pedra
Coleção do autor, nos jardins da PIACABA
Foto de Julho de 2016

Crônica diária



O Valter vai para o céu
Quando postei dois dias atrás que voltaria a falar dos três personagens: Leonardo seu anjo e seu diabo, alguns leitores se manifestaram. O Valter Ferraz, como de costume abre a lista de comentários todos os dias. E o faz bem. Tem sempre o tom certo, o humor adequado, a palavra positiva, afirmativa. E disse alinhar-se com a turma dos anjos. Tem muito diabo que faz isso, como é sabido. Mas não engana ninguém. O lobo veste se de cordeiro, mas não perde o hábito. Não é o caso do amigo e escritor Valter Ferraz. Ele irá para o céu. E se conforma estar ao lado dos chatos. O que ninguém contestou é que o inferno tem gente mais interessante e divertida que no Paraíso. A prova disso são as festas. Se dela só participam pessoas que não bebem, não fumam, não usam nenhum tipo de droga leve, e se relacionam com a paróquia da esquina, a festa vai ser um porre. Ao contrário, se houver uma saudável mistura de gente bonita, jovem, interessante, intelectuais, boêmios, artistas, putas, e veados, o sucesso esta garantido. Sei que vou levar pancada por defender a turma do inferno, mas duvido que alguém queira ser convidado para a festa do céu. 

Comentários que valem um post

Silvares deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Crônica diária":

O atentado de Nice não terá sido cometido sob inspiração do EI. Tudo indica ter sido obra de um lunático isolado. Temo que nas olimpíadas do Rio os piores crimes venham a ser cometidos pelos suspeitos do costume.

Postado por Silvares no blog . em terça-feira, 19 de julho de 2016 15:37:00 BRT 

**********************************************************************

Estive em Lisboa e me lembrei do Negrão de Lima

José Luiz Fernandes

Há muitos anos, quando meus primos José Alípio e Martha se casaram no Rio, Francisco Negrão de Lima (político então muito conhecido, ministro da Justiça, prefeito do Distrito Federal e, mais tarde, governador) compareceu à recepção, muito amigo que era do pai da Martha, político mineiro como ele. Acontece que Negrão de Lima errou o endereço e acabou entrando em outra casa da mesma rua, onde também se realizava naquela hora uma recepção. Entrou, foi reconhecido, cumprimentado aqui e ali por pessoas admiradas da presença dele, foi muito bem tratado, mas, a certa altura, deu-se conta de que ali não conhecia ninguém e perguntou pelo Pedro, perguntou onde estava o Pedro (o pai da noiva). Aclarado o equívoco, foi saindo mineiramente de fininho e procurou na rua pelo endereço do casório certo, logo encontrando a casa. Ali relatou o ocorrido, que ouvi anos depois contado com muito riso pelo próprio Pedro Dutra.
Esse caso me meio à lembrança domingo último, quando fui assistir ao filme “Estive em Lisboa e lembrei de você”. Era num cinema em que eu nunca havia estado antes, localizado dentro de  pequeno  centro comercial na Avenida Nossa Senhora de  Copacabana. Quando cheguei, vi do lado de fora do prédio uma grande movimentação de pessoas à porta de um salão que dava diretamente para a calçada. Logo pensei:  que ótimo, o filme está bombando. Cheguei à porta do grande salão, notei-lhe as poltronas confortáveis e procurei pela bilheteria, mas não a encontrei. Foi aí que me dei conta da ausência de tela no “cinema” e vi que o salão era, na verdade, um templo da Igreja Universal. Fiz como o mineiro Negrão de Lima naquele acontecido antigo, dos anos 50:  fui saindo de fininho.





19.7.16

Lula na moranga

Entre as comidinhas da PIACABA esta a Lula na moranga, com Gorgonzola.

Crônica diária



Um atentado e a Olimpíada

O atentado assumido pelo EI, em Nice,  na antevéspera da Olimpíada do Rio, demonstram como anda precária  a segurança do indivíduo nos dias de hoje. O Rio será palco e alvo das atenções nos próximos dias, e milhares de homens de todas as forças, civis e militares foram convocadas  para fazer a segurança do evento. Se a França em estado de emergência não conseguiu evitar o atentado, o que se pode esperar da polícia que não tem alojamentos condizentes para suas tropas? Claro que o terror não irá nos atacar. É possível, mas pouco provável. Cabe aos turistas e atletas ficarem espertos contra o terror da marginalidade das favelas cariocas. São tão perigosas quanto os terrorista do EI.

AS POSTAGENS ANTERIORES ESTÃO NO ARQUIVO AÍ NO LADINHO >>>>>

.

Only select images that you have confirmed that you have the license to use.

Falaram do Varal:

"...o Varal de Ideias é uma referência de como um blog deve ser ." Agnnes

(Caminhos e Atalhos, no mundo dos blogs)

..."parabéns pelo teu exemplo de como realmente se faz um blog...ou melhor tantos e sempre outstandings...".
(Vi Leardi )

Leiam também:

Leiam também:
Click na imagem para conhecer

varal no twitter

Não vá perder sua hora....

Blog não é tudo, tudo é a falta do blog ....
( Peri S.C. adaptando uma frase do Millôr )
" BLOG É A MAIOR DAS VERTIGENS DA SUBJETIVIDADE " - Maria Elisa Guimarães, MEG ( Sub-rosa )